???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tedebc.ufma.br/jspui/handle/tede/tede/2868
Tipo do documento: Dissertação
Título: “HOMOSSEXUALIDADE É...”: discursos de professores e professoras de Ciências sobre o tema da homossexualidade.
Título(s) alternativo(s): "HOMOSEXUALITY IS...”: speeches by teachers and science teachers on the subject of homosexuality.
Autor: CUNHA, Daniel Barcelos da 
Primeiro orientador: SILVA, Jackson Ronie Sá da
Primeiro membro da banca: SILVA, Jackson Ronie Sá da
Segundo membro da banca: GOMES, Márcia Cristina
Terceiro membro da banca: VALLE, Mariana Guelero do
Resumo: Esta pesquisa buscou analisar os discursos de professores e professoras de Ciências do 6º ao 9º ano de escolas públicas municipais de São Luís – MA sobre o tema da homossexualidade. Para tanto, objetivou-se compreender as concepções dos/as docentes acerca da homossexualidade e sua abordagem nas aulas de Ciências; verificar como percebem a presença do tema na escola e problematizar a importância de se discutir o tema, tendo como aporte teórico-metodológico os Estudos Culturais em Educação. Realizamos entrevistas semiestruturadas com dez docentes de escolas do Núcleo Itaqui/Bacanga. As entrevistas foram gravadas, transcritas e submetidas à técnica de análise de conteúdo, que auxiliou na construção de seis categorias de análise que envolvem: as concepções dos/as professores/as sobre a homossexualidade; percepções sobre o sujeito homossexual; presença do tema na escola; percepções sobre a homofobia; o que diriam sobre o tema em uma aula de Ciências e como discutiriam a temática em suas aulas. Após a análise, foi possível perceber que o viés biologicista acerca do tema é marcante, sendo a homossexualidade relacionada a determinismos biológicos e genéticos, ou adquirida do ambiente no que envolve a criação ou traumas referentes a abuso sexual ou decepção amorosa, e relacionada a atração e prática sexual restrita. No entanto, outros discursos demonstraram a percepção da homossexualidade como uma condição afetivo-sexual. A homossexualidade na escola é mais percebida em relação aos meninos em consequência de marcas como o comportamento afeminado, enquanto as meninas lésbicas não são percebidas como tal. O caráter normalizador da escola é demonstrado pelo silenciamento do tema nas aulas de Ciências, e pela tentativa de controle daqueles alunos que têm comportamento subversivo, que chama a atenção dos/as professores/as. E tenta-se controlá-los supondo que, somente assim, serão respeitados. Alguns/mas docentes trabalhariam o tema de formas que levem a desconstrução de visões distorcidas, estimulando alunos/as a se colocarem no lugar do outro. Com a realização desta pesquisa, foi possível perceber que, mesmo que haja docentes com uma visão mais conservadora, existem outros/as que consideram a importância da abordagem do tema nas aulas de Ciências para combater o preconceito, embora tal abordagem ainda não seja uma realidade. Assim, diante do atual cenário, vemos a possibilidade de alguns/mas docentes desenvolverem um trabalho de resistência e voltado para o respeito, alteridade e desconstrução de preconceitos.
Abstract: This research sought to analyze discourses about homosexuality of Science teachers from Grade 6 to 9 at a city run school in São Luís – MA. For this, we aimed to comprehend teachers’ conceptions regarding homosexuality and their approaches in Science classes; to verify how they perceive the presence of the given theme at school; and problematize the importance of discussing the theme, with theoretical-methodological contributions from Cultural Studies in Education. We conducted semi-structured interviews with ten teachers from schools of the Nucleus Itaqui/Bacanga. The interviews were recorded, transcribed, and submitted to content analysis, which supported the build-up of six analytical categories: teachers’ conceptions about homosexuality; perceptions about the homosexual subject; presence of the theme at school; perceptions about homophobia; what they would say about the theme in a Science class; and how they would discuss the theme in their classes. After the analysis, it was possible to perceive that the biologicist bias regarding the theme is significant, with homosexuality being related to biological and genetic determinisms, or acquired from the environment, such as from raising or traumas related to sexual abuse or disappointment in love, and related to attraction and restricted sexual practice. However, other discourses evidenced the perception of homosexuality as a sexual-affective condition. Homosexuality in school is perceived more in relation to boys, as a consequence from effeminate behavior, for example, whilst lesbian girls are not perceived as such. School’s normalizing characteristic is demonstrated by the silencing of the theme in Science classes, and by the attempt to control those students who have subversive behavior, which draw teachers’ attention. Those students are attempted to be controlled as a supposition that, only this way, they will be respected. Some teachers would approach the theme in ways that lead to deconstruction of distorted visions, stimulating students to put themselves in other people’s places. By performing this study, it was possible to perceive that despite some teachers having a more conservative vision, others consider the importance of bringing the theme to Science classes in order to fight prejudices, although such approach may not be a reality yet. Thus, given the current scenario, we see the possibility of some teachers developing a work of resistance, aiming respect, alterity, and deconstruction of prejudices.
Palavras-chave: Homossexualidade;
Ensino de Ciências;
Homofobia;
Estudos Culturais
Homosexuality;
Science teaching;
Homophobia;
Cultural Studies
Área(s) do CNPq: Papéis e Estruturas Sociais; Indivíduo.
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal do Maranhão
Sigla da instituição: UFMA
Departamento: DEPARTAMENTO DE BIOLOGIA/CCBS
Programa: PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENSINO DE CIÊNCIAS E MATEMÁTICA/CCET
Citação: CUNHA, Daniel Barcelos da. “Homossexualidade é...”: discursos de professores e professoras de ciências sobre o tema da homossexualidade.. 2019. 195 folhas. Dissertação( Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências e Matemática/CCET) - Universidade Federal do Maranhão, São Luís.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tedebc.ufma.br/jspui/handle/tede/tede/2868
Data de defesa: 19-Aug-2019
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO DE MESTRADO - PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENSINO DE CIÊNCIAS E MATEMÁTICA/CCET

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Daniel Barcelos da Cunha.pdfDissertação de Mestrado1,51 MBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.