???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tedebc.ufma.br/jspui/handle/tede/tede/2669
Tipo do documento: Dissertação
Título: A geografia da paracoccidiodomicose no estado do Maranhão Brasil
Título(s) alternativo(s): The geography of paracoccidiodomycosis in the State of Maranhão Brazil
Autor: MATOS, Wilma Batista de 
Primeiro orientador: SILVA, Antonio Rafael da
Primeiro coorientador: GONÇALVES, Eloísa da Graça do Rosário
Primeiro membro da banca: SILVA, Antonio Rafael da
Segundo membro da banca: ARAÚJO, Aurigena Antunes de
Terceiro membro da banca: GONÇALVES, Azizedite Guedes
Quarto membro da banca: GONÇALVES, Eloísa da Graça do Rosário
Resumo: Trata-se de um estudo descritivo, do tipo série de casos, sobre a Paracoccidioidomicose (PCM), no Estado do Maranhão. Foi realizado em duas etapas, a primeira, um levantamento dos casos atendidos de 1997 a 2007 no Instituto de Doenças Tropicais Natan Portela no Piauí (IDTNP), no Centro de Referências em Doenças Infecciosas e Parasitárias e no Núcleo de Estudos em Medicina Tropical da Pré-Amazônia (NEMPTA) da Universidade Federal do Maranhão, a segunda, um estudo clínico-epidemiológico de casos acompanhados no CREDIP no período de 2004 a 2007. Foram catalogados 216 casos, destes 197 foram atendidos no IDTNP, 15 no CREDIP e 4 no NEMTPA. As regiões central e oeste foram as que apresentaram o maior numero de casos com 22% e 48%, respectivamente. O destaque foi para as microrregiões de Pindaré (58casos), Imperatriz (46casos) e Caxias (24 casos), demonstrando serem áreas importantes para estudo. A prevalência foi maior em masculinos com 88,4% dos casos e a proporção entre homens e mulheres foi de 8:1. A maioria dos acometimentos ocorreram acima dos14 anos com residência na zona rural e tinham como principal ocupação a lavoura ou o manejo do solo (67,2%). Os 15 casos diagnosticados e tratados no CRDIP, estavam na forma crônica da doença. A sintomatologia mais comum foi linfadenomegalia (53,3%). Os exames histopatológicos foram realizados em 11 pacientes com 66,6% de positividade e a microscopia direta em 12, com 73,3% de positividade,comprovando que quando há lesão acessível o exame microscópico direto deve ser indicado principalmente por sua simplicidade. Saber a distribuição geográfica e a epidemiologia da PCM no Maranhão são de extrema importância para o conhecimento da atual situação dessa micose em nosso Estado.
Abstract: This is a descriptive study type series of cases on Paracoccidioidomycosis (PCM) in the State of Maranhão, carried out in two phases: first, a survey of cases treated cases from 1997 to 2007 at Piauí’s Natan Portela Institute of Tropical Diseases in ( IDTNP), at the Reference Center of Infectious and Parasitic Diseases and at the Pre-Amazon Tropical Medicine Research Center (NEMPTA) of the Federal University of Maranhão, secondly, a study of clinical cases seen by CREDIP from 2004 to 2007 . 216 cases have been cataloged, 197 have been seen at IDTNP, 15 at CREDIP and 4 at NEMTPA. The central and western regions have been the ones presenting the largest number of cases with 22% and 48% respectively. The Pindaré micro-region (58casos), Imperatriz (46casos) and Caxias (24 cases) stood out, showing these are important areas for the studies. The prevalence was higher in men with 88.4% of cases, and the proportion between men and women was 8:1. Most affected people were older than 14 years of age, with residence in the rural area and had farming or soil works as main occupation (67.2%). From the 15 cases diagnosed and treated at CREDIP, only one was considered subacute, and the most common symptom was lymphadenopathy (53.3%). The histopathological tests have been performed in 11 patients with 66.6% of positivity, and direct microscopy has been performed in 12 patients with 73.3% of positivity. Only in one patient the P. brasiliensis could not be found, showing that when there is an accessible lesion the direct microscopic test of material obtained from the lesions should be indicated primarily by its accuracy and simplicity.
Palavras-chave: Paracoccidioidomicose
Estado do Maranhão
Distribuição
Geografia
Paracoccidioidomycosis
State of Maranhão
Área(s) do CNPq: Anatomia Patológica e Patologia Clínica
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal do Maranhão
Sigla da instituição: UFMA
Departamento: DEPARTAMENTO DE PATOLOGIA/CCBS
Programa: PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM SAÚDE E AMBIENTE/CCBS
Citação: MATOS, Wilma Batista de. A geografia da paracoccidiodomicose no Estado do Maranhão Brasil. 2009.73f. Dissertação(Programa de Pós-graduação em Saúde e Ambiente/CCBS) - Universidade Federal do Maranhão, São Luís.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tedebc.ufma.br/jspui/handle/tede/tede/2669
Data de defesa: 24-Jul-2009
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO DE MESTRADO - PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM SAÚDE E AMBIENTE

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
WILMAMATOS.pdfDissertação de Mestrado2,83 MBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.