???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tedebc.ufma.br/jspui/handle/tede/tede/2543
Tipo do documento: Dissertação
Título: Prevalência da coccidiose associada às características de manejo em caprinos de duas microrregiões maranhenses
Título(s) alternativo(s): Prevalence of coccidiosis associated with management characteristics in goats from two microregions of Maranhão
Autor: SOUSA FILHO, José Gracione do Nascimento 
Primeiro orientador: CUNHA, Ivo Alexandre Leme da
Primeiro membro da banca: CUNHA, Ivo Alexandre Leme da
Segundo membro da banca: BOMFIM, Marcos Antonio Delmondes
Terceiro membro da banca: SILVA, Francinaldo Soares
Resumo: A Coccidiose/Eimeriose têm se constituído em um sério obstáculo para a produção de caprinos, e o conhecimento da dinâmica de infecção é de suma importância para promover um controle estratégico e eficiente em uma região. O estudo teve como objetivo avaliar a prevalência da coccidiose associada às características de manejo em caprinos de duas Microrregiões Maranhenses. Foram coletadas 387 amostras de fezes em 14 propriedades para realização de exames coproparasitóligos (oocistos por grama de fezes- Oopg). Questionários foram aplicados para caracterizar o manejo alimentar e sanitário dos rebanhos observados. Após análise do material fecal, verificou-se que a prevalência de amostras positivas para a presença de oocistos de Eimeria spp. foi de 71,58% (277/387; IC 95% 66,89-75,84).Observou-se que os animais acima dos 6 meses de idade apresentaram carga positiva de 77,26% (214/315) na contagem de oocistos nas fezes, e para animais com menos de 6 meses apenas 22,74% (63/72) de positividade para oocistos de Eimeria spp. Observou-se ainda que no fator sexo associado a infecção, houve maior prevalência em fêmeas, mostrando que 74,01% em comparação com 25,99% dos machos. Foram identificadas sete espécies de Eimeria spp. dos caprinos na microrregião de Chapadinha, sendo estas: E. arloingi, E. christenseni, E.joichijevi, E. hirci, E. caprovina, E.apsheronica, e E.ninakohlyakirnovae. Com relação a caracterização das propriedades, todas elas possuíam aprisco, 42,85% usavam aprisco suspenso/ripado e 57,14% chão batido, 83% mantinham os animais soltos e 16% semi-estabulados. Enquanto ao tipo de alimentação, 36% dos animais eram em pasto cultivado, 36% pasto+concentrado e 29% em pasto nativo. Animais acima dos seis meses de idade tornam-se os maiores dispersores de oocistos para infecção e reinfecção do rebanho. Aplicações de medidas no manejo podem reduzir as infecções, como a vermifugação periódica de animais adultos, sobretudo em fêmeas, que pode ser uma medida para redução de infecções de animais jovens.
Abstract: Coccidiosis / Eimeriosis have become a serious obstacle to goat production, and knowledge of the dynamics of infection is of paramount importance to promote strategic and efficient control in a region. The objective of the study was to evaluate the prevalence of coccidiosis associated with management characteristics in goats from two Maranhenses Microregions. A total of 387 stool specimens were collected from 14 farms for stool examination (oocyst in stool - Oopg). Questionnaires were applied to characterize the food and sanitary management of the herds observed. After analysis of fecal matter, it was verified that the prevalence of positive samples for the presence of oocysts of Eimeria spp. was 71.58% (277/387, 95% CI 66.89-75.84). It was observed that animals over 6 months of age presented a positive load with 77.26% (214/315) in the stool oocysts count, and for animals less than 6 months old only 22.74% (63/72) of positivity for oocysts of Eimeria spp. It was observed that in the sex factor associated with infection there was a higher prevalence in females showing that 74.01% compared to 25.99% of males. It was identified seven species of Eimeria spp. in goats in the Chapadinha microregion: E. arloingi, E. christenseni, E.joichijevi, E. hirci, E. caprovina, E. apsheronica, and E. ninakohlyakirnovae. The results in relation to the characterization of the farms showed that all had a corral, 42.85% used suspended sheepfolds and 57.14% ground, 83% kept the animals free and 16% semi-stable. At feed type, 36% of the animals were in cultivated pasture, 36% pasture + concentrate and 29% in native pasture. Animals over six months of age become the largest oocyst dispersers for infection and reinfection of other individuals. Applications of management measures may reduce infections, such as periodic deworming of adult animals, especially females, may be a measure to reduce infections of young animals.
Palavras-chave: Eimeria
Fatores de risco
infecção
Eimeria
Risk factors
Infection
Área(s) do CNPq: Protozoologia Parasitária Animal
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal do Maranhão
Sigla da instituição: UFMA
Departamento: COORDENAÇÃO DO CURSO DE AGRONOMIA/CCAA
Programa: PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA ANIMAL (25.06)/CCAA
Citação: SOUSA FILHO, José Gracione do Nascimento. Prevalência da coccidiose associada às características de manejo em caprinos de duas microrregiões maranhenses. 2018. 40 f. Dissertação (Programa de Pós-Graduação em Ciência Animal/CCAA) - Universidade Federal do Maranhão, Chapadinha.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tedebc.ufma.br/jspui/handle/tede/tede/2543
Data de defesa: 29-May-2018
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO DE MESTRADO - PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA ANIMAL

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
JoséGracioneSousaFIlho.pdfDissertação de Mestrado231,68 kBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.