???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tedebc.ufma.br/jspui/handle/tede/tede/2299
Tipo do documento: Dissertação
Título: Análise espacial de casos prováveis de febre pelo vírus Zika no município de São Luís, Maranhão, Brasil.
Título(s) alternativo(s): Spatial analysis of probable cases of Zika fever in the municipality of São Luís, Maranhão, Brazil.
Autor: ARAUJO, Adriana Soraya 
Primeiro orientador: AQUINO JÚNIOR, José
Primeiro coorientador: BRANCO, Maria dos Remédios Freitas Carvalho
Primeiro membro da banca: AQUIO JÚNIOR, José
Segundo membro da banca: BRANCO, Maria dos Remédios Freitas Carvalho
Terceiro membro da banca: SANTOS, Alcione Miranda dos
Quarto membro da banca: MEDEIROS, Maria Nilza Lima
Quinto membro da banca: RODRIGUES, Zulimar Márita Ribeiro
Resumo: O vírus Zika é um arbovírus cujo principal vetor transmissor é o Aedes aegypti com ampla distribuição geográfica no país. A ocorrência da Febre pelo vírus Zika pode estar relacionada às condições sociais e ambientais propícias à dinâmica de transmissão dessa doença. Assim, o objetivo deste estudo foi analisar a distribuição espacial de casos prováveis de febre pelo vírus Zika (ZIKV), correlacionando com variáveis climáticas e índice de infestação predial (IIP) pelo Aedes aegypti no município de São Luís, Maranhão, e fatores socioambientais utilizados como indicadores de risco de transmissão e a incidência da doença. Trata-se de um estudo ecológico, de base populacional e de dados climáticos, obtidos a partir de casos de febre pelo vírus Zika, notificados no Sistema de Informação de Agravos de Notificação (SINAN) em 2015 a 2016, ocorridos no município de São Luís – MA, dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Instituto Nacional de Meteorologia (INMET) e o Variável Levantamento de Índice Rápido de Aedes aegypti (LIRAa). Foi realizada foi realizada a análise descritiva das variáveis referente aos casos da doença. Na análise espacial utilizaram-se técnicas de estatística espacial, Índice de Moran e Local para a identificação de clusters espaciais. Para abordagem temporal foi utilizado o modelo de regressão binomial negativa ajustado para verificar o efeito das variáveis climáticas e do Levantamento de Índice Rápido do Aedes aegypti na ocorrência de casos. Utilizou-se o software Stata versão 14.0 para a análise estatística e o software ArcGis versão 10.5 para elaboração dos mapas e cálculo dos índices de Moran global. No período estudado foram registrados 2.855 casos de febre pelo vírus Zika no município de São Luís, com alta taxa de incidência na região norte do município. Em todos os DS houve registros de casos de febre pelo vírus zika, com maior concentração no DS Bequimão. Verificou-se correlação estatisticamente significativa entre a taxa de incidência de febre pelo vírus Zika e temperatura máxima (p=0,01), umidade mínima (p=0,003) e IIP (p=00,1). O índice de Moran global não identificou autocorrelação significativa da taxa de incidência. Altas taxas de incidências foram identificadas em localidades com melhores condições socioambientais de estrutura urbana e maiores índices de infestação vetorial, evidenciando estreita relação da incidência com as áreas com elevados IIP, o que pode caracterizar uma situação de alerta no município de São Luís. Além disso, as subnotificações podem ter contribuído para a ausência de correlação espacial significativa da incidência de febre pelo Vírus Zika no município.
Abstract: The Zika virus is an arbovirus whose main transmitter vector is Aedes aegypti with a wide geographic distribution in the country. The occurrence of Fever by the Zika virus may be related to the social and environmental conditions conducive to the transmission dynamics of this disease. Thus, the objective of this study was to analyze the spatial distribution of probable cases of Zika virus (ZIKV), correlating with climatic variables and Aedes aegypti index in the municipality of São Luís, Maranhão, and socioenvironmental factors used as indicators of transmission risk and the incidence of the disease. This is an ecological, population-based and climate-based study, obtained from cases of Zika fever reported in the SINAN (National Institute of Public Health Information System) in 2015 to 2016 in the municipality of São Luís - MA, data from the Brazilian Institute of Geography and Statistics (IBGE), National Institute of Meteorology (INMET) and the Aedes aegypti Index Survey (LIRAa). A descriptive analysis of the variables related to the cases of the disease was performed. In the spatial analysis, spatial statistical techniques were used, Moran and Local Index for the identification of spatial clusters. For the temporal approach, the negative binomial regression model was used to verify the effect of the climatic variables and the Aedes aegypti Index Survey on the occurrence of cases. Stata software version 14.0 was used for statistical analysis and ArcGis version 10.5 software for mapping and calculating Moran global indexes. During the study period, 2,855 cases of Zika fever were registered in the municipality of São Luís, with a high incidence rate in the northern region of the municipality. In all SD there were records of cases of fever by the zika virus, with a higher concentration in the Bequimão DS. There was a statistically significant correlation between the Zika virus incidence rate and maximum temperature (p = 0.01), minimum humidity (p = 0.003) and IIP (p = 00.1). The overall Moran index did not identify significant autocorrelation of the incidence rate. High incidence rates were identified in locations with better socioenvironmental conditions of urban structure and higher rates of vector infestation, evidencing a close relation of the incidence with areas with high IIP, which may characterize an alert situation in the municipality of São Luís. , the underreporting may have contributed to the absence of a significant spatial correlation of the incidence of Zika virus in the municipality.
Palavras-chave: Zika vírus; Análise espacial; Fatores socioambientais
Zika virus; Spatial analysis; Socioenvironmental factors.
Área(s) do CNPq: Saúde Publica
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal do Maranhão
Sigla da instituição: UFMA
Departamento: DEPARTAMENTO DE GEOCIENCIAS/CCH
Programa: PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM SAÚDE E AMBIENTE/CCBS
Citação: ARAUJO, Adriana Soraya. Análise espacial de casos prováveis de febre pelo vírus Zika no município de São Luís, Maranhão, Brasil. 2018. 94f. Dissertação (Programa de Pós-Graduação em Saúde e Ambiente/CCBS) - Universidade Federal do Maranhão, São Luís.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tedebc.ufma.br/jspui/handle/tede/tede/2299
Data de defesa: 19-Mar-2018
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO DE MESTRADO - PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM SAÚDE E AMBIENTE

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
AdrianaAraujo.pdfDissertação de Mestrado4,75 MBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.