???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tedebc.ufma.br/jspui/handle/tede/tede/190
Tipo do documento: Dissertação
Título: ESTADO NOVO E EDUCAÇÃO RURAL NO MARANHÃO: O projeto de ruralisação das escolas municipais, em São Luís
Título(s) alternativo(s): NEW STATE AND EDUCATION IN MARANHÃO RURAL: The project of "ruralisação" in the municipal schools of São Luis
Autor: Nascimento, Rita de Cássia Gomes 
Primeiro orientador: COUTINHO, Adelaide Ferreira
Primeiro membro da banca: Melo, Maria Alice
Resumo: O presente estudo situa-se no campo da História e Política Educacional, referências pelas quais se analisou a política da educação rural no Maranhão, no contexto do Estado Novo (1937-1945), a partir da ruralização das escolas municipais de São Luís, por meio do Curso de Especialisação Rural , em 1937, destinado as professoras normalistas. Considera-se esta temática importante por discutir, a partir da categoria História, a elaboração de políticas de Educação para o camponês. As fontes de pesquisa consistiram de relatórios, jornais de época e documentos publicados em 1937, pela Imprensa Official maranhense, entre os quais A Ruralisação das Escolas Municipaes da capital do Maranhão: seu alcance pratico e efficiente para o desenvolvimento da Economia Maranhense (1937). À luz do materialismo histórico-dialético, buscou-se desvelar a base histórica real expressada pelo sistema de produção, em intima relação com o ideário político-pedagógico do Estado Novo, em São Luís, local de construção da política de ruralização da escola veiculada pela ideologia do Maranhão grandioso de amanhã . Para tanto, foram analisadas as bases políticas, econômicas e ideológicas da política de educação (1937-1945) visando fixar o homem no campo, relacionando-as com o contexto econômico do Maranhão e o ideário de saída do marasmo Econômico . Assim, captar o sentido da educação rural, nesse contexto, como estratégia de controle dos conflitos relacionados à pobreza rural, vista como atraso social ao projeto de nação. Finalmente, identificar o lugar da escola na política educacional estadonovista em São Luís, pelo Curso de Especialisação Rural , oferecido às professoras normalistas, em 1937. Conclui-se que o projeto de ruralização do ensino maranhense, expressa as contradições sociais da sociabilidade do capital, que negam direitos fundamentais como acesso a educação e a terra para se produzir com condições dignas.
Abstract: The present study lies in the field of History and Educational Policy, references used to analyze the politics of rural education in Maranhão, in the context of the Estado Novo (1937- 1945), from the ruralization of municipal schools of São Luís through the Rural Especialisation Course in 1937 taught to the normalistas teachers. This issue is considered important, from the perspective of history, since it discusses the development of education policies for the peasant. The research sources consisted of reports, newspaper of the period and documents published in 1937 by the Official Press of Maranhão, including "The Ruralization of the municipal schools in the capital of Maranhão, its practical and efficient significance for the development of Maranhão Economy" (1937). In the light of historical and dialectical materialism, we attempted to reveal the actual historical basis expressed by the production system, in intimate relationship with the political and pedagogical ideas of the Estado Novo in São Luís, construction site of the school's policy ruralization conveyed by the ideology of "Maranhão great tomorrow." Thus, we analyzed the political, economic and ideological education policy (1937-1945) aiming to set the man on the field, relating them to the economic context of Maranhão and the idea of leaving the "Economic stagnation". In this context, it was captured the sense of rural education as a control strategy of conflicts related to rural poverty, seen as "backward" social project of the nation. Finally, it was aimed to identify the place of school in the estadonovista education policy in São Luis, by the "Rural Specialization Course" offered to teachers normalistas in 1937. It is concluded that the project of ruralization teaching in Maranhão expresses the social contradictions of the sociability of the capital, which denies fundamental rights such as access to education and land to produce in decent conditions.
Palavras-chave: Ruralização
Educação Rural
Estado Novo
Maranhão
Ruralization
rural education
Estado Novo
Maranhão
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO::TOPICOS ESPECIFICOS DE EDUCACAO::EDUCACAO RURAL
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade Federal do Maranhão
Sigla da instituição: UFMA
Departamento: Educação
Programa: PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO/CCSO
Citação: NASCIMENTO, Rita de Cássia Gomes. NEW STATE AND EDUCATION IN MARANHÃO RURAL: The project of "ruralisação" in the municipal schools of São Luis. 2010. 146 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal do Maranhão, São Luis, 2010.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tedebc.ufma.br:8080/jspui/handle/tede/190
Data de defesa: 17-Nov-2010
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO DE MESTRADO - PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO

Files in This Item:
File SizeFormat 
RITA DE CASSIA GOMES NASCIMENTO.pdf2,54 MBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.