???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tedebc.ufma.br/jspui/handle/tede/tede/1397
Tipo do documento: Dissertação
Título: A imprensa estudantil liceísta maranhense na Primeira República (1907-1930)
Título(s) alternativo(s): Maranhenses student periodicals in the First Republic (1907-1930)
Autor: Furtado, Luciana Nathalia Morais 
Primeiro orientador: CASTRO, Cesar Augusto
Resumo: Apresenta os discursos dos alunos liceístas nos jornais estudantis maranhenses no período de 1907 a 1930 a fim de identificar e analisar as táticas de apropriação dos discentes expressas nas notícias publicadas, bem como, compreender a dinâmica escolar e as representações sobre as atividades pedagógicas como os métodos, os exames, formas de ingresso, currículo, avaliações, aspectos que caracterizavam o cotidiano do ensino secundário nas primeiras décadas republicanas e as reivindicações dos alunos sobre os problemas e as demandas precisas para essa modalidade de ensino. Para tanto, este estudo baseia-se na pesquisa bibliográfica fundamentada nos princípios da História Cultural utilizando autores como Castellanos (2007, 2012); Castro (2006); Chartier (1999); Nóvoa (2002); Barros, (2013), dentre outros, tal estudo permite compreender a História da Imprensa Pedagógica e a História da Educação Maranhense, especificamente do Ensino Secundário. Na Pesquisa documental nos detemos no mapeamento e na análise dos vestígios expressos nos seguintes jornais: O Progresso (1907); O Brazil (1907); O Canhoto (1912-1914); Excelsior (1914); O Estudante (1915); Lábaro (1921); Alma Nova (1929) e o Sangue Jovem (1930). O estudo da imprensa periódica educacional liceísta possibilitou compreender as mudanças sociopolíticas que sustentaram a produção dos suportes escolares ao exporem ideias que evidenciavam o período republicano; o desenvolvimento do país, a criação de escolas e a implantação de métodos inovadores na instrução pública secundária maranhense. Contatou-se que os escritos estudantis se constituíram em um canal privilegiado para a exposição e circulação dos saberes e de denúncia sobre a carência de políticas educacionais. Consideramos, desta forma, que os jornais escritos pelos alunos do Liceu se configuraram como um importante veículo de identidade e de resistência entre o ideal e o concreto vivenciado pelos estudantes dessa instituição na Primeira República.
Abstract: It presents the speeches of lyceist students in the Maranhenses student periodicals from 1910 to 1930 in order to identify and analyze the appropriation tactics of the students expressed in the published news as well as to understand the school dynamics and representations about pedagogic activities such as methods, Examinations, forms of entrance, curriculum, evaluations that characterized the daily life of secondary education in the first republican decades and the students' demands on the problems and the precise demands for this modality of education. Therefore, this study is based on the bibliographical research based on the principles of Cultural History in authors such as Castellanos (2007, 2012); Castro, 2006; Chartier, 1999; Nóvoa, 2002; Barros, 2013, among others, allowing us to understand the History of Pedagogical Press, History of Maranhão Education, specifically Secondary Education and documentary research, in which we focus on the mapping and analysis of the vestiges expressed in the following newspapers: O Progresso (1907) ; O Brazil (1907); The Left-Handed (1912-1914); Excelsior (1914); The Student (1915); Lábaro (1921); Alma Nova (1929) and the Young Blood (1930). A study of the periodic educational press liceitas made it possible to understand the sociopolitical changes that sustained the production of the school media when exposing ideas that evidenced the republican period; The development of the country, the creation of schools and the implementation of innovative methods in secondary public education in Maranhão. It was contacted that the student writings constituted in a privileged channel for the exhibition and circulation of the knowledge and of denunciation on the lack of educational policies. In this way, we consider that the newspapers written by the students of the Liceu were configured as an important vehicle of identity and resistance between the ideal and the concrete lived by the students of this institution in the First Republic.
Palavras-chave: Imprensa estudantil
Ensino secundário
História da Educação
Maranhão
Student press
High school
History of Education
Área(s) do CNPq: História da Educação
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal do Maranhão
Sigla da instituição: UFMA
Departamento: DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO I/CCSO
Programa: PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO/CCSO
Citação: FURTADO, Luciana Nathalia Morais. A imprensa estudantil liceísta maranhense na Primeira República (1907-1930). 2016. 110 f. Dissertação (Programa de Pós-Graduação em Educação) - Universidade Federal do Maranhão, São Luís, 2016.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tedebc.ufma.br:8080/jspui/handle/tede/1397
Data de defesa: 29-Nov-2016
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO DE MESTRADO - PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
LucianaFurtado.pdfDissertação888,47 kBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.