???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tedebc.ufma.br/jspui/handle/tede/tede/96
Tipo do documento: Dissertação
Título: TECNOLOGIA ASSISTIVA PARA ALUNOS COM BAIXA VISÃO NAS ESCOLAS ESTADUAIS DE SÃO LUÍS: utilização na classe comum e na sala de recurso multifuncional
Título(s) alternativo(s): ASSISTIVE TECHNOLOGY FOR STUDENTS WITH LOW VISION IN SCHOOLS STATE OF SÃO LUIS: use the common class and multifunctional resource room
Autor: Gomes, Elayne Crystyna Pereira Borges 
Primeiro orientador: SILVA, Silvana Maria Moura da
Resumo: A Tecnologia Assistiva tem sido utilizada na área educacional com o objetivo principal de auxiliar as pessoas com deficiência, principalmente no processo de inclusão. Considerando que o professor é um agente transformador que pode desempenhar práticas inovadoras, com apoio da Tecnologia Assistiva, acredita-se que os profissionais que atuam na educação, de escolares com baixa visão necessitam conhecer esta população e utilizar recursos de Tecnologia Assistiva para facilitar o processo de ensino-aprendizagem desses alunos, propiciando desenvolvimento, transmissão de conhecimentos de acordo com as necessidades de cada um, transformação em novos saberes, aprendizagem e preparo para a inclusão social. Diante dessa realidade percebeu-se a necessidade de investigar, a utilização da Tecnologia Assistiva no processo de ensino-aprendizagem dos alunos com baixa visão nas escolas estaduais de São Luís MA, considerando-se a importância do assunto para toda a sociedade e contribuições para o avanço das discussões do tema. A presente pesquisa tem por objetivo investigar como a Tecnologia Assistiva está sendo utilizada pelos professores no atendimento educacional de alunos com baixa visão na classe comum e na sala de recurso multifuncional nas escolas estaduais de São Luís. Trata-se de uma pesquisa quanti-qualitativa, exploratória de campo e descritiva, com ênfase na modalidade de Estudo de Caso, e. Foram aplicados roteiros de entrevistas semiestrutaradas, onde o primeiro foi realizado com seis professores da classe comum, que trabalham com aluno com baixa visão nas escolas estaduais de São Luís MA e o segundo com uma professora da sala de recurso multifuncional sendo que todos atuavam com aluno de baixa visão em uma escola estadual de São Luís - MA. A coleta de dados realizou-se no período de junho de 2015 e as entrevistas foram aplicadas com seis professores da classe comum e um professor da sala de recurso multifuncional, que trabalhavam no processo de ensino-aprendizagem de aluno com baixa visão na escola pesquisada. A análise dos dados teve por base os pressupostos da análise de conteúdo, mediante categorização comparativa das respostas dos participantes. Os resultados dessa análise revelaram que os participantes possuem pouco entendimento do conceito de Tecnologia Assistiva e utilizam a fonte ampliada como principal recurso para o processo de ensino-aprendizagem do aluno com baixa visão. Os participantes receberam orientações quanto ao uso do recurso, porém não participaram do processo de sua implantação e escolha. As dificuldades encontradas pelos entrevistados na utilização da Tecnologia Assistiva no processo de ensino-aprendizagem de alunos com baixa visão incluem a falta de recursos; suporte; falta de tempo; falta de formação adequada dos professores, entre outras. As principais estratégias apontadas pelos participantes consistiram na utilização de fonte ampliada e outros recursos; ter mais proximidade com o aluno; buscar apoio da coordenação pedagogica e utilização de recursos próprios para realização das atividades. Em relação às adaptações na utilização da Tecnologia Assistiva, os professores da classe comum não realizam nenhum tipo de adaptação, e o da sala de recurso multifuncional sempre realiza de acordo com as necessidades do aluno. Em relação a sugestões sobre utilização de Tecnologia Assistiva no processo de aprendizagem de alunos com baixa visão, os participantes mencionaram a necessidade de uma orientação e formação especifica; tempo para se dedicar mais; falta de incentivo da família, entre outros. Diante dos dados obtidos, conclui-se que para a utilização de Tecnologia Assistiva no processo de ensino-aprendizagem do aluno com baixa visão seja efetiva nas escolas estaduais de São Luís, é preciso planejamento das ações realizadas tanto na classe comum como na sala de recurso multifuncional; investimento na formação de professores; aquisição de novos recursos de Tecnologia Assistiva; articulação entre a escola e a secretaria de educação para manutenção desses recursos; cooperação entre professores da classe comum e da sala de recurso multifuncional para que o instrumento de aprendizagem seja uma ferramenta motivadora e estimule o indivíduo a pensar de forma independente, por meio de recursos de Tecnologia Assistiva, facilitando seu acesso à informação e ao conhecimento.
Abstract: Assistive technology has been used in education with the main purpose of assisting people with disabilities, mainly in the inclusion process. Considering the teacher is a transforming agent who can perform innovative practices, supported by assistive technology, it is believed that the professionals working in education, students with low vision need to know this population and make use of assistive technology resources in order to facilitate the teaching and learning process of these students, providing development, transfer of knowledge according to the needs of each transformation into new knowledge, learning and training for social inclusion. Faced with this situation we realized the need to investigate the use of such Technology in the teaching-learning process of students with low vision in state schools in São Luís - MA, considering the importance of the issue for the whole society and contributions to the advancement of theme discussions. This research aims to investigate how Assistive Technology is being used by teachers in the educational care of students with low vision in common class and multifunctional resource room in state schools in São Luís. It is a quantitative and qualitative research, exploratory field and descriptive, with emphasis in the Case Study form. Semi-structured interview scripts were applied. The first one was carried out with six teachers from the regular classroom, working with students with low vision in state schools in São Luís - MA and the second one, with another teacher of multifunctional resource room all of which work with low vision student in a state school in Sao Luis - MA. Data collection took place between June 2015 and interviews were applied to six teachers from the regular class and another teacher of multifunctional resource room, which worked in the teaching-learning student process with low vision in the research school. Data analysis was based on assumptions of content analysis by comparative categorization of responses from participants. The results of this analysis revealed that participants have little understanding of the concept of Assistive Technology and use the source magnified as the main resource for the teaching-learning process of students with low vision. Participants were given guidance on the use of the resource, but not participated in the process of its implementation and choice. The difficulties experienced by the interviewed professionals in the use of Assistive Technology in the teaching-learning process of students with low vision include lack of resources; support; time; adequate training, among others. The main strategies identified by participants consisted of using large print and other resources; be much closer to the student; seek support of pedagogical coordination and use of own resources to perform the tasks. Regarding the adjustments in the use of Assistive Technology, the common class teachers do not perform any sort of adjustment, and the multifunctional resource room always performs in accordance with needs of student. Regarding the suggestions on the use of Assistive Technology in the learning process of students with low vision, participants mentioned the need for guidance and specific training; time to devote more; lack of family encouragement, among others. In our data, we conclude that for the use of Assistive Technology in teaching and student learning process with low vision is effective in state schools of São Luís. It takes planning of actions both in the regular classroom and in the resource room multifunctional; investment in teacher training; acquisition of new Assistive Technology resources; articulation between the school, maintenance of these resources by education department; cooperation between teachers of common class and multifunctional resource room for the learning is a motivating tool and encourage the individual to think independently through Assistive Technology resources, facilitating access to information and knowledge.
Palavras-chave: Educação Especial
Tecnologia Assistiva
Baixa visão
Special Education
Assistive Technology
Low vision
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO::TOPICOS ESPECIFICOS DE EDUCACAO::EDUCACAO ESPECIAL
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade Federal do Maranhão
Sigla da instituição: UFMA
Departamento: Educação
Programa: PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO/CCSO
Citação: GOMES, Elayne Crystyna Pereira Borges. ASSISTIVE TECHNOLOGY FOR STUDENTS WITH LOW VISION IN SCHOOLS STATE OF SÃO LUIS: use the common class and multifunctional resource room. 2015. 160 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal do Maranhão, São Luís, 2015.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tedebc.ufma.br:8080/jspui/handle/tede/96
Data de defesa: 25-Sep-2015
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO DE MESTRADO - PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO

Files in This Item:
File SizeFormat 
DissertacaoELAYNECRYSTYNAPEREIRABORGESGOMES2015.pdf2,04 MBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.