???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tedebc.ufma.br/jspui/handle/tede/tede/874
Tipo do documento: Dissertação
Título: NEOLIBERALISMO E LUTAS SOCIAIS NA BOLÍVIA: da guerra da água à guerra do gás (2003-2005)
Título(s) alternativo(s): NEOLIBERALISM AND SOCIAL STRUGGLES IN BOLIVIA: of the Water War to the Gas War (2003-2005)
Autor: Castro Júnior, Raimundo Campos 
Primeiro orientador: CARDOSO, Franci Gomes
Primeiro membro da banca: Silva, Ilse Gomes
Resumo: Discussão sobre as lutas sociais na Bolívia, durante a Guerra da Água e Guerra do Gás, em um contexto de revolta social generalizada. Buscamos compreender a conjuntura social do país, a partir da reestruturação econômica sob as diretrizes neoliberais. Apresenta-se uma abordagem histórico-social a fim de revelar os atores sociais envolvidos: seus anseios, suas contradições; o desenvolvimento das organizações de luta das classes exploradas e o processo de luta e resistência que revigora um nacionalismo de cunho anti-imperialista. Destaca-se o surgimento e estrutura político-ideológica das principais organizações que foram protagonistas na deposição de dois presidentes no espaço temporal pertencente a este trabalho, em especial o proletariado de El Alto e os cocaleros, que desenvolveram uma luta pela defesa dos seus valores étnico-culturais unido às suas demandas classistas. O estudo fundamenta-se numa abordagem materialista-histórica, que insere a Bolívia em um contexto de dominação imperialista mundial e como a luta pela nacionalização dos recursos naturais do país, protagonizada pelas classes exploradas, pôde abrir um novo ciclo de lutas sociais, resultando em profundas mudanças sociopolíticas, a partir deste processo.
Abstract: This dissertation discusses the social struggles in Bolivia, during the Water War and the Gas War, in a context of widespread social unrest. We seek to understand the social context of the country, from the neoliberal economic restructuring. We present a socio-historical approach to reveal the social actors involved: their desires, their contradictions; the development of the struggle of the exploited class organizations and the process of struggle and resistance that invigorates an anti-imperialist nationalism imprint. Include the emergence and political-ideological structure of the main organizations who participated in the overthrow of two presidents in the timeline pertaining to this work, especially the proletariat of El Alto and the coca growers, who developed a fight to defend their ethnic-cultural values attached to their demands classist. The study is based on a historical-materialist approach, which inserts Bolivia in a context of global imperialist domination and how the struggle for nationalization of natural resources of the country, led by the exploited classes, could open a new cycle of social struggles, resulting in profound socio-political changes, from this process.
Palavras-chave: Lutas sociais
Neoliberalismo
Nacionalização
Imperialismo
Revolução
Bolívia
Social struggles
Neoliberalism
Nationalization
Imperialism
Revolution
Bolivia
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ECONOMIA::TEORIA ECONOMICA::HISTORIA ECONOMICA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade Federal do Maranhão
Sigla da instituição: UFMA
Departamento: Políticas Públicas
Programa: PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM POLÍTICAS PÚBLICAS/CCSO
Citação: CASTRO JÚNIOR, Raimundo Campos. NEOLIBERALISM AND SOCIAL STRUGGLES IN BOLIVIA: of the Water War to the Gas War (2003-2005). 2014. 164 f. Dissertação (Mestrado em Políticas Públicas) - Universidade Federal do Maranhão, São Luís, 2014.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tedebc.ufma.br:8080/jspui/handle/tede/874
Data de defesa: 2-Jul-2014
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO DE MESTRADO - PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM POLÍTICAS PÚBLICAS

Files in This Item:
File SizeFormat 
Dissertacao Raimundo Campos Castro Junior.pdf533,53 kBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.