???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tedebc.ufma.br/jspui/handle/tede/tede/815
Tipo do documento: Dissertação
Título: A COOPERAÇÃO AGRÍCOLA NA ORGANIZAÇÃO POLÍTICA DO MST: um estudo sobre as experiências desenvolvidas no Maranhão
Título(s) alternativo(s): The agricultural cooperation in the political organization of the Landless Rural Workers Movement (MST): a study about the experiences developed in Maranhão state.
Autor: Elias, Michelly Ferreira Monteiro
Primeiro orientador: LOPES, Josefa Batista
Resumo: Estudo sobre a cooperação agrícola na organização política do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), mais particularmente as experiências desenvolvidas no estado do Maranhão, sob a orientação da tradição marxista. Aborda as concepções que historicamente influenciaram o debate sobre essa temática, considerando a construção histórica da cooperação e do cooperativismo, associados ao movimento cooperativista do século XIX na Europa e sua relação com a luta pelo socialismo, com base no que identifica as principais tendências de análise, na atualidade, orientadoras de diferentes concepções e práticas acerca da cooperação. Aponta elementos de análise do processo de organização política do MST na luta por reforma agrária no Brasil, no âmbito da luta de classes, situando a construção da concepção de cooperação agrícola nesse movimento e a problemática que envolve a relação entre cooperação agrícola e organização política no MST, no contexto das lutas sociais no país. Apresenta uma reflexão sobre a contribuição da cooperação agrícola para a organização política dos trabalhadores rurais nos assentamentos do MST, no enfrentamento da questão agrária, considerando a experiência particular no Maranhão com base na configuração da cooperação agrícola. Nas considerações finais, ressalta-se a difícil tarefa do MST, no esforço de articular a luta imediata à luta mediata, na perspectiva de construção de uma nova sociabilidade para os trabalhadores rurais, tendo como mediação a luta pela terra e por reforma agrária, nas condições objetivas de vida nos assentamentos.
Abstract: Study about the agricultural cooperation in the political organization of the Landless Rural Workers Movement (MST), more specifically the experiences developed in Maranhão state, under the orientation of the Marxist tradition. It approaches the conceptions that historically influenced the debate about that theme, considering the historical construction of cooperation and cooperativism, associated to the cooperativist movement of the 19th century Europe and its relation with the fight for socialism, based on what identifies the main tendencies of analysis nowadays which orient different conceptions and practices related to cooperation. It points out analysis elements of the MST political organization process in the fight for agrarian reform in Brazil, within the class fight, situating the construction of the agricultural cooperation conception in that movement and the issue involving the relation between agricultural cooperation and the political organization in MST, within the context of the social fights in the country. It presents a reflection about the contribution of agricultural cooperation for the political organization of the rural workers in the MST settlements, facing the agrarian issue, considering the particular experience in Maranhão based in the configuration of agricultural cooperation. In the final considerations, it detaches the difficult task of MST, in the effort to articulate the immediate fight to the mediate one, in the perspective of construction of a new sociability for the rural workers, having as mediation the fight for land and for agrarian reform, in the objective life conditions in the settlements.
Palavras-chave: Cooperação agrícola
Organização política
Lutas sociais
Trabalhadores rurais
Assentamentos de reforma agrária
MST
Agricultural cooperation
Political organization
Social fights
Rural workers
Agrarian reform settlements
MST
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::CIENCIA POLITICA::POLITICAS PUBLICAS
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade Federal do Maranhão
Sigla da instituição: UFMA
Departamento: Políticas Públicas
Programa: PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM POLÍTICAS PÚBLICAS/CCSO
Citação: ELIAS, Michelly Ferreira Monteiro. The agricultural cooperation in the political organization of the Landless Rural Workers Movement (MST): a study about the experiences developed in Maranhão state.. 2008. 197 f. Dissertação (Mestrado em Políticas Públicas) - Universidade Federal do Maranhão, São Luis, 2008.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tedebc.ufma.br:8080/jspui/handle/tede/815
Data de defesa: 7-Jul-2008
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO DE MESTRADO - PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM POLÍTICAS PÚBLICAS

Files in This Item:
File SizeFormat 
Michelly Ferreira Elias.pdf6,33 MBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.