Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://tedebc.ufma.br/jspui/handle/tede/tede/69
Tipo do documento: Tese
Título: ANACARDIUM OCCIDENTALE L.: ação sobre a inibição enzimática, glicemia e produção de insulina na diabetes
Título(s) alternativo(s): ANACARDIUM OCCIDENTALE L .: action on the enzyme inhibition, blood glucose and insulin production in diabetes
Autor: Silva, Tonicley Alexandre da 
Primeiro orientador: Guerra, Rosane Nassar Meireles
Primeiro membro da banca: Borges, Antonio Carlos Romão
Resumo: A diabetes mellitus é um distúrbio crônico, que afeta o metabolismo de carboidratos, gorduras e proteínas, ocasionando hiperglicemia, em virtude de redução da sensibilidade ou da produção insuficiente de insulina. Espécies vegetais são frequentemente utilizadas pela população como tratamento complementar da diabetes entre as epecies mais citadas está Anacardium occidentale L. O presente estudo avaliou o efeito do extrato hidroalcoólico de Anacardium occidentale L. e de compostos sobre as enzimas α-amilase e α-glicosidase in vitro e os efeitos de A. occidentale sobre a produção de insulina e a glicemia sanguinea no diabetes murino. Para isso sistematizou-se as informações sobre dados etnobotânicos e científicos acerca da atividade anti-diabetes de A. occidentale, considerando a toxicidade e os efeitos farmacológicos. Avaliou-se o efeito das partes aéreas de A. occidentale e de seus compostos majoritários (ácidos anacárdico, chiquímico, gálico e elágico), sobre inibição das enzimas α-glicosidase e α-amilase in vitro. E avaliou-se o efeito do extrato das flores de A. occidentale no controle da diabetes tipo 2, considerando a produção de glicose, insulina e citocinas in vivo. Pra realização dos ensaios in vitro foram preparados os extratos hidroalcoólicos das flores (EFL), folhas (EF) e casca (EC) do caule de A. occidentale e preparações com compostos presentes nos extratos, bem como misturas desses compostos: ácido anacárdico (AA), chiquímico (AC), gálico (AG) e elágico (AE) testados em varias concentrações (0,5; 5; 50 e 500 mg/Kg). Os ensaios in vitro avaliaram a ação dos extratos e dos compostos sobre a inibição da α-amilase de saliva humana e a α-glicosidase de Saccharomyces cerevisiae. Para realização dos ensaios in vivo foi induzida diabetes em camundongos Swiss machos, três meses de idade, com frutose e estreptozotocina. Os animais foram divididos em 6 grupos com 5 animais cada, tratados com salina, metformina e EFL nas concentrações de 0,5; 5; 50 e 500 mg/Kg avaliados por do teste de tolerância oral a glicose, variação glicêmica, consumo de água e ração, variação ponderal, concentração de hemoglobina glicada, insulina, frutosaminas, triglicérides, colesterol total e frações HDL e LDL, produção das citocinas IFN-, TNF-, IL-4 e IL-10. Os resultados in vitro mostraram que o EFL apresentou o maior efeito inibitório da atividade das enzimas α-amilase e α-glicosidase do que os demais extratos, mesmo nas menores concentrações, possivelmente devido a presença do ácido anacárdico e elágico, já que estes dois compostos presentes no extrato bruto, quando avaliados isoladamente, ou em associação com o ácido chiquímico, apresentaram efeito similar ao EFL. Na avaliação in vivo o EFL reduziu o pico glicêmico, o consumo de água e de ração, a concentração de hemoglobina glicada, frutosaminas, triglicérides, colesterol total e fração LDL. Por outro lado, ocorreram nesse mesmo grupo aumento da fração HDL do colesterol e aumento na concentração de citocinas anti-inflamatórias IL-10 e IL-4. Em conjunto, os resultados indicam que o EFL apresenta ação efetiva no controle da diabetes mellitus, devido a inibição enzimática, regulação glicêmica e redução da produção de insulina, possivelmente em decorrência do aumento da sensibilidade periférica.
Abstract: Diabetes mellitus is a chronic disorder affecting the metabolism of carbohydrates, fats and proteins, leading to hyperglycemia, due to reduced sensitivity, or insufficient insulin production. Plant species are often used by the population as a complementary treatment of diabetes among the most cited epecies is Anacardium occidentale L. This study evaluated the effect of hydroalcoholic extract of Anacardium occidentale L. and compounds on the α-amylase and α-glucosidase in vitro and the effects of A. occidentale on the production of insulin and blood glucose levels in murine diabetes. For this systematized up the information on scientific and ethnobotanical data on the anti-diabetes activity A. occidentale, considering the toxicity and pharmacological effects. We evaluated the effect of the aerial parts of A. occidentale and its major compounds (anacardic acid, shikimic, gallic and ellagic) on inhibition of α-glucosidase and α-amylase enzymes in vitro. Evaluated the effect of the extract of A. occidentale flowers in controlling type 2 diabetes, considering the production of glucose, insulin, and in vivo cytokines. To achieve the in vitro assays hydroalcoholic extracts of flowers were prepared (EFL), leaves (EF) and shell (EC) stem of A. occidentale, preparations containing compounds present in the extracts as well as mixtures of such compounds: anacardic acid (AA ), shikimic (AC), gallic (AG) and ellagic (AE) tested in various concentrations (0.5, 5, 50 and 500 mg/Kg). In vitro assays have evaluated the effect of extracts and compounds on the inhibition of α-amylase and human salivary α-glucosidase from Saccharomyces cerevisiae. To conduct in vivo testing diabetes was induced in male Swiss mice, three months old, with fructose and streptozotocin. The animals were divided into 6 groups of 5 animals each, treated with saline, metformin and EFL in concentrations of 0.5; 5; 50 and 500 mg/Kg evaluated by oral tolerance test glucose, glycemic variation, consumption of water and feed, changes in body weight, concentration of glycated hemoglobin, insulin, frutosaminas, triglycerides, total cholesterol and HDL and LDL fractions, production of cytokines IFN-, TNF-, IL-4 and IL-10. The in vitro results showed that the EFL showed the highest inhibitory effect on the activity of α-amylase and α-glucosidase than the other extracts enzymes even at low concentrations, possibly due to the presence of anacardic acid and ellagic acid, since these two compounds present in the crude extract, when evaluated alone, or in combination with shikimic acid showed a similar effect to the EFL. In vivo the EFL reduced the glycemic peak, consumption of water and feed, the concentration of glycated hemoglobin, frutosaminas, triglycerides, total cholesterol and LDL. On the other hand, occurred in the same group increase in the HDL fraction, and increase in the concentration of anti-inflammatory cytokines IL-10 and IL-4. Together, the results indicate that the EFL with proven effectiveness in controlling diabetes mellitus due to enzyme inhibition, and reducing glucose homeostasis in insulin production, possibly due to the increase in peripheral sensitivity.
Palavras-chave: Anacardium occidentale
diabetes
amilase
glicosidase
ácido anacardico
ácido elágico
anacardium occidentale
diabetes
amylase
glucosidase
anacardic acid
ellagic acid
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade Federal do Maranhão
Sigla da instituição: UFMA
Departamento: Fertilização
Programa: PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM BIOTECNOLOGIA - RENORBIO/CCBS
Citação: SILVA, Tonicley Alexandre da. ANACARDIUM OCCIDENTALE L .: action on the enzyme inhibition, blood glucose and insulin production in diabetes. 2015. 98 f. Tese (Doutorado em Fertilização) - Universidade Federal do Maranhão, São Luís, 2015.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede2:8080/tede/handle/tede/69
Data de defesa: 26-Jun-2015
Aparece nas coleções:TESE DE DOUTORADO - PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM BIOTECNOLOGIA/RENORBIO

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
TESE_TONICLEY ALEXANDRE DA SILVA.pdf1,24 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.