???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tedebc.ufma.br/jspui/handle/tede/tede/4959
Tipo do documento: Tese
Título: Tratamento da endometriose experimental: a talidomida produz efeito antivasogênico satisfatório?
Título(s) alternativo(s): Treatment of experimental endometriosis: does thalidomide produce a satisfactory antivasogenic effect?
Autor: LIMA, Rafael de Abreu 
Primeiro orientador: GARCIA, João Batista Santos
Primeiro coorientador: CARVALHO, Rafael Cardoso
Primeiro membro da banca: GARCIA, João Batista Santos
Segundo membro da banca: CARTÁGENES, Maria do Socorro Sousa
Terceiro membro da banca: SOUSA, Joicy Cortez de Sá
Quarto membro da banca: SOUSA, Eduardo Martins de
Quinto membro da banca: OLIVEIRA, Renata Mondego de
Resumo: A endometriose é uma doença crônica e debilitante associada a dor pélvica e infertilidade acometendo mulheres em fase reprodutiva. Além do diagnóstico ser tardio na maioria das vezes, os tratamentos clínicos não são tão eficazes, pois não tratam definitivamente. A patogênese da endometriose é semelhante à de tumores, o processo de angiogênese é bem evidente, principalmente com a presença de proteínas que estimulam a proliferação de células endoteriais como, o fator de crescimento endotelial vascular (VEGF) e o fator de crescimento de fibroblastos (FCFβ). Novas estratégias de tratamento têm sido pesquisadas, porém, contestadas. Neste contexto, a talidomida, ressurge como modalidade de tratamento farmacológico e pode- se hipotetizar que em doses ajustadas, possa produzir um efeito terapêutico. O objetivo desse trabalho foi avaliar os efeitos antivasogênico e cicatrizantes da talidomida no modelo experimental de endometriose em ratas. Foram utilizadas 36 ratas da linhagem Wistar, as quais foram submetidas ao protocolo experimental de autotransplante de endométrio. Após diagnóstico da endometriose os animais foram divididos em 6 grupos: Grupo A: sham, Grupo B: controle negativo, Grupos tratados com talidomida em diferentes doses (C: 25mg/kg, D: 50mg/kg e E: 100mg/kg) e Grupo F: tratado com leuprolida (1mg/kg). Após 21 dias de tratamento os animais foram eutanasiados e o fígado, rim e os cornos uterinos foram coletados, para avaliação imunohistoquímica (Anti-VEGF) e histológica (fibroblastos e toxicidade). Os resultados demonstram que as ratas tratadas com talidomida dos grupos D (pvalor 0,014) e E (pvalor 0,017) e leuprolida (pvalor 0,001) tiveram os volumes dos implantes endometrióticos inibidos, quando comparados aos demais grupos. Histologicamente houve diminuições na expressão do VEGF e FCFβ nos grupos D, E e F. Ficou evidenciado ainda, alterações morfológicas no parênquima hepático do grupo D, E e F. Conclui-se que, para o modelo proposto nesta pesquisa, a talidomida proporciona uma recuperação volumétrica e histopatológica em implantes, principalmente nos grupos tratados com doses de 50 e 100 mg/kg produzindo efeito antivasogênico e cicatrizante satisfatório, contudo, há indícios de lesões no parênquima hepático destes grupos. Sugere-se então, que a talidomida possa ser eficaz no tratamento da endometriose.
Abstract: Endometriosis is a chronic and debilitating disease associated with pelvic pain and infertility affecting women in the reproductive phase. In addition to the diagnosis being delayed in most cases, clinical treatments are not as effective, as they do not definitively treat. The pathogenesis of endometriosis is similar to that of tumors, the process of angiogenesis is quite evident, mainly with the presence of proteins that stimulate the proliferation of endothelial cells, such as vascular endothelial growth factor (VEGF) and fibroblast growth factor (FCFβ). New treatment strategies have been researched, however, contested. In this context, thalidomide reappears as a pharmacological treatment modality and it can be hypothesized that in adjusted doses, it can produce a therapeutic effect. The objective of this work was to evaluate the antivasogenic and healing effects of thalidomide in the experimental model of endometriosis in rats. Thirty-six female Wistar rats were used, which were submitted to the experimental protocol of endometrial autotransplantation. After diagnosis of endometriosis, the animals were divided into 6 groups: Group A: sham, Group B: negative control, Groups treated with thalidomide at different doses (C: 25mg/kg, D: 50mg/kg and E: 100mg/kg) and Group F: treated with leuprolide (1mg/kg). After 21 days of treatment, the animals were euthanized and the liver, kidney and uterine horns were collected for immunohistochemical (Anti-VEGF) and histological (fibroblasts and toxicity) evaluation. The results demonstrate that the rats treated with thalidomide in groups D (pvalue 0.014) and E (pvalue 0.017) and leuprolide (pvalue 0.001) had the volumes of the endometriotic implants inhibited, when compared to the other groups. Histologically, there were decreases in VEGF and FCFβ expression in groups D, E and F. It was also evidenced, morphological alterations in the hepatic parenchyma of the groups D, E and F. It is concluted, for the model proposed in this research, that thalidomide provides volumetric and histopathological recovery in implants, especially in groups treated with doses of 50 and 100 mg/kg, producing a satisfactory antivasogenic and healing effect, however, there are indications of lesions in the hepatic parenchyma of these groups. It is suggested that thalidomide may be effective in the treatment of endometriosis.
Palavras-chave: endometriose;
tratamento;
talidomida;
Fator de Crescimento Endotelial Vasogênico (VEGF);
ratas.
endometriosis;
treatment;
thalidomide;
Vasogenic Endothelial Growth Factor (VEGF);
rats.
Área(s) do CNPq: Ciências da Saúde
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal do Maranhão
Sigla da instituição: UFMA
Departamento: DEPARTAMENTO DE MEDICINA II/CCBS
Programa: PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS DA SAÚDE/CCBS
Citação: LIMA, Rafael de Abreu. Tratamento da endometriose experimental: a talidomida produz efeito antivasogênico satisfatório?. 2023. 72 f. Tese (Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde/CCBS) - Universidade Federal do Maranhão, São Luís, 2023.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tedebc.ufma.br/jspui/handle/tede/tede/4959
Data de defesa: 1-Sep-2023
Appears in Collections:TESE DE DOUTORADO - PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS DA SAÚDE

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
RAFAELDEABREULIMA.pdfTese de Doutorado2,98 MBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.