???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tedebc.ufma.br/jspui/handle/tede/tede/4766
Tipo do documento: Tese
Título: Diversidade e valor de uso de plantas lenhosas na Baixada Maranhense, Amazonia Oriental, Brasil
Título(s) alternativo(s): Diversity and use value of woody plants in the Baixada Maranhense, Eastern Amazonia, Brazil
Autor: AMORIM, Ingrid Fabiana Fonseca 
Primeiro orientador: ALMEIDA JUNIOR, Eduardo Bezerra de
Primeiro coorientador: LUCENA, Reinaldo Farias Paiva de
Primeiro membro da banca: ALMEIDA JUNIOR, Eduardo Bezerra de
Segundo membro da banca: SANTOS FILHO, Francisco Soares
Terceiro membro da banca: ALBUQUERQUE, Patrícia Maia Correia de
Quarto membro da banca: ABREU, Maria Carolina de
Quinto membro da banca: MELO, Rafael Rodolfo de
Resumo: O Brasil possui uma grande diversidade vegetal que influencia o campo social e econômico, devido ao grande acervo de conhecimento popular que possuem, por influência das comunidades tradicionais que o habitam e tem acesso direto a natureza e às aplicações da biodiversidade. As florestas tropicais são de grande importância por abrigar uma imensa diversidade vegetal e animal, que são fontes de alimento e renda para as comunidades tradicionais que as habitam. O presente estudo realizou um levantamento etnobotânico na comunidade Quilombola de Pericumã situada na Baixada Maranhense, com o objetivo de conhecer o valor de uso (VU) e Importância Relativa (IR) da flora local e o status de conversação das espécies. O estudo foi realizado na comunidade quilombola de Pericumã, município de Bequimão, onde foram apresentadas descrições, citações de material examinado, nomes populares, descrições etnobotânicas, relacionando com o potencial do uso das espécies. A pesquisa foi explicada para os participantes, os quais foram convidados a assinar o Termo de Consentimento Livre e Esclarecido, o qual foi submetido e aprovado pelo Comitê de Ética e pesquisa da Universidade Federal do Maranhão- CEP-HUUFMA, (processo no 4.612.680) e submetido a secretaria de estado do meio ambiente e recursos naturais (SEMA), com processo no 2003260020. Foram realizadas 32 entrevistas do tipo senso das 42 residências existentes na comunidade de Pericumã, com chefes de família, sendo 12 homens com idades 35 a 90 anos e 20 mulheres 30 a 93 anos, a pesquisa ocorreu entre setembro 2019 a fevereiro de 2020. As entrevistas foram realizadas individualmente em horários diferentes, como sugerido por Phillips e Gentry (1993), buscando evitar interferência de terceiros. Nas análises etnobotânicas foram usados valor de uso das espécies (VU), curva de rarefação e Chao1, a fim de demostrar a suficiência amostral da pesquisa e realizadas análises quantitativas para verificar a importância relativa (IR) e valor de uso (VU) das espécies medicinais. Foram citados 144 nomes vernaculares de plantas, distribuídas em 136 espécies, 109 gêneros e 46 famílias. Foi realizado um levantamento quanto do status de conservação das plantas segundo a lista vermelha de espécies ameaçadas, IUCN e a CNCF, onde observamos que algumas espécies se encontram na categoria ameaçada devido ao uso madeireiro na região. Ainda foi possível através das entrevistas semiestruturadas fazer um breve histórico da comunidade, sua cultura e modo de vida dos moradores, o que é de extrema importância para a comunidade. As famílias mais representativas no estudo foram: Fabaceae com 16 espécies, Lamiaceae (11 spp), Arecaceae (9 spp), Anacardiaceae (7 spp), Rutaceae (6 spp), Myrtaceae e Rosaceae (5 spp, respectivamente), Rubiaceae, Sapotaceae e Annonaceae com 4 spp cada. As formas de uso mais citadas foram: Alimentação,Medicinal, Construção e tecnológico, onde as espécies que apresentaram maior VU foram Babaçu (Attalea speciosa Mart. Ex Spreng.) (VU = 3.68), Manga (Mangifera indica L.) (VU = 1.34), Caju (Anacardium occidentale L) (VU = 1.34). As plantas de uso medicinal apresentaram 77 nomes vernaculares, correspondendo a 77 espécies,distribuídas em distribuídas em 62 gêneros e 36 famílias. O maior valor de uso (VU) e Importância relativa (IR) foi apresentado pela espécie Babaçu (Attalea speciosa Mart. ex Spreng.) (VU=3,68; IR= 2), sendo a espécie mais versátil, seguida do Caju (Anacardium occidentale L) (VU= 1,34; IR=1), e o matruz (Dysphania ambrosioides (L.) Mosyakin & Clemants), apresentou baixo VU, no entanto foi à segunda espécie com maior importância relativa (IR=1,5). Quanto ao status de conservação, foram encontradas espécies em diferentes categorias de ameaça como :Vulneráveis (VU), menos preocupante (LC) e quase ameaçada (NT), demostrando a importância de estudos etnobotânicos e ecológicos na região. As espécies apresentaram alto Valor de Uso (VU) e importância relativa (IR) devido sua importância socioeconômica e cultural na Baixada Maranhense. A comunidade de Pericumã demostrou um vasto conhecimento sobre a vegetação local e suas formas de uso, principalmente para fins medicinais, demostrando a necessidade de mais estudos na comunidade que visem a conservação das espécies locais, devido à grande riqueza florística e cultural. Foi possível observar previamente através das categorias de uso mencionadas pelos entrevistados que a extração e o uso de plantas para diferentes fins ainda é algo muito forte no quilombo.
Abstract: Brazil has a great plant diversity that influences the social and economic field, due to the large collection of popular knowledge they have, influenced by the traditional communities that inhabit it and have direct access to nature and the applications of biodiversity. Tropical forests are of great importance for harboring an immense plant and animal diversity, which are sources of food and income for the traditional communities that inhabit them. The present study carried out an ethnobotanical survey in the Quilombola community of Pericumã located in the Baixada Maranhense, with the objective of knowing the use value (VU) and Relative Importance (RI) of the local flora and the conversational status of the species. The study was carried out in the quilombola community of Pericumã, municipality of Bequimão, where descriptions, citations of examined material, popular names, ethnobotanical descriptions were presented, relating to the potential use of the species. The research was explained to the participants, who were invited to sign the Free and Informed Consent Term, which was submitted and approved by the Research Ethics Committee of the Federal University of Maranhão- CEP-HUUFMA, (process no 4,612,680) and submitted to the Secretary of State for the Environment and Natural Resources (SEMA), with process no 2003260020. Thirty-two sense-type interviews were carried out in the 42 existing residences in the community of Pericumã, with heads of families, 12 of which were men aged 35 to 90 years old and 20 women 30 to 93 years old, the research took place between September 2019 and February 2020. The interviews were carried out individually at different times, as suggested by Phillips and Gentry (1993), seeking to avoid interference from third parties. In the ethnobotanical analyses, species use value (VU), rarefaction curve and Chao1 were used in order to demonstrate the sample sufficiency of the research and quantitative analyzes were carried out to verify the relative importance (RI) and use value (VU) of the species medicinal. A total of 136 vernacular plant names were cited, distributed in 109 genera and 46 families. A survey was carried out regarding the conservation status of plants according to the red list of threatened species, IUCN and CNCF, where we observed that some species are in the threatened category due to timber use in the region. It was still possible through semi-structured interviews to make a brief account of the history of the community, culture and way of life of the residents, which is extremely important for the community. The most representative families in the study were: Fabaceae with 16 species, Lamiaceae (11spp), Arecaceae (9 spp), Anacardiaceae (7spp), Rutaceae (6spp), Myrtaceae and Rosaceae (5 spp, respectively), Rubiaceae, Sapotaceae and Annonaceae with 4 spp each. The most cited forms of use were: Food, Medicinal, Construction and Technological, where the species that presented the highest VU were Babaçu (Attalea speciosa Mart. Ex Spreng.) (VU = 3.68), Manga (Mangifera indica L.) (VU = 1.34), Cashew (Anacardium occidentale L) (VU = 1.34). The plants of medicinal use had 77 vernacular names, distributed in 69 genera and 36 families. The highest Value in Use (VU) and Relative Importance (RI) was presented by the species Babaçu (Attalea speciosa Mart. ex Spreng.) (VU=3.68; RI= 2), being the most versatile species, followed by Cashew (Anacardium occidentale L) (VU= 1.34; RI=1), and the matruz (Dysphania ambrosioides (L.) Mosyakin & Clemants), which presented low VU, however it was the second species with the highest relative importance (RI=1.5). Regarding the conservation status, species were found in different threat categories such as: Vulnerable (VU), Least Concern (LC) and Near Threatened (NT), demonstrating the importance of ethnobotanical and ecological studies in the region. The species presented high Use Value (VU) and relative importance (RI) due to their socioeconomic and cultural importance in the Baixada Maranhense. The community of Pericumã demonstrated a vast knowledge about the local vegetation and its forms of use, demonstrating the need for more studies in the community aimed at the conservation of local species, due to the great floristic and cultural wealth. The community demonstrated a vast knowledge about medicinal plants and their various uses, as it is the first ethnobotanical record in the community, it is necessary to carry out more studies because the area has a great floristic and cultural wealth. It was possible to previously observe through the use categories mentioned by the interviewees that the extraction and use of plants for different purposes is still something very strong in the quilombo.
Palavras-chave: etnobotânica;
quilombo;
conhecimento popular;
plantas medicinais;
conservação.
ethnobotany;
quilombo;
popular knowledge;
conservation.
Área(s) do CNPq: Ciências Biológicas
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal do Maranhão
Sigla da instituição: UFMA
Departamento: DEPARTAMENTO DE BIOLOGIA/CCBS
Programa: PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM REDE - REDE DE BIODIVERSIDADE E BIOTECNOLOGIA DA AMAZÔNIA LEGAL/CCBS
Citação: AMORIM, Ingrid Fabiana Fonseca. Diversidade e valor de uso de plantas lenhosas na Baixada Maranhense, Amazonia Oriental, Brasil. 2022. 122 f. Tese (Programa de Pós-Graduação em Rede - Rede de Biodiversidade e Biotecnologia da Amazônia Legal/CCBS) - Universidade Federal do Maranhão, São Luís, 2022.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tedebc.ufma.br/jspui/handle/tede/tede/4766
Data de defesa: 14-Sep-2022
Appears in Collections:TESE DE DOUTORADO - PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM REDE - REDE DE BIODIVERSIDADE E BIOTECNOLOGIA DA AMAZÔNIA LEGAL/CCBS

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
INGRIDFABIANAFONSECAAMORIM.pdfTese de Doutorado3,93 MBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.