???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tedebc.ufma.br/jspui/handle/tede/tede/4612
Tipo do documento: Dissertação
Título: Do cinema para TV: uma análise cultural do documentário de Eduardo Coutinho na televisão dos anos 1970
Título(s) alternativo(s): From cinema to TV: a cultural analysis of Eduardo Coutinho's documentary on television in the 1970s
Autor: SILVA, Valério Amós Dos Santos 
Primeiro orientador: FERREIRA JÚNIOR, José Ribamar
Primeiro membro da banca: FERREIRA JÚNIOR, José Ribamar
Segundo membro da banca: FREITAS, Flávio Luiz de Castro
Terceiro membro da banca: ASSIS, Ingrid Pereira de
Resumo: Este trabalho busca fazer uma análise cultural dos documentários: Seis Dias de Ouricuri (1976) e Theodorico, o imperador do sertão (1978), de Eduardo Coutinho, exibidos pelo programa Globo Repórter da TV Globo, em sua primeira fase (1973 - 1981), quando a equipe de produção era formada por cineastas e jornalistas. Nosso objetivo é entender as contradições, dos temários em pauta que tensionavam os limites entre cinema e televisão. A pesquisa é de natureza bibliográfica e, também, documental. Desenvolveu-se um percurso teórico e metodológico interdisciplinar. A ênfase conceitual tem suporte em elaborações teóricas acerca da estética, da complexidade metodológica e da disputa por hegemonia, destacando-se nesta sequência: Walter Benjamin (1978), Edgar Morin (2003) e Antonio Gramsci (1975). Trabalha-se com a ideia de Estado ampliado gramsciana, na qual a sociedade política e a sociedade civil estabelecem as forma de hegemonia e a liderança cultural- ideológica de uma classe sobre as outras. O trabalho é dividido em três partes: primeiro, apresenta-se o conceito de hegemonia e a complexa correlação de forças que constroem a sociedade moderna. Em seguida, é feito um levantamento sobre a relação televisão e cinema, situando-a no recorte histórico dos anos 1970. Posteriormente, apresenta-se uma análise dos dois filmes documenários televisivos a partir de suas contradições, observando-se o lugar onde os sentidos estão sendo disputados. Expressa-se, na sequência, a natureza conflituosa das relações sociais. É possível observer, a partir deles, como são estabelecidas as interações entre grupos sociais: as negociações e os conflitos em torno do poder.
Abstract: This study seeks to make a cultural analysis of the documentaries: Seis Dias de Ouricuri (1976) and Theodorico, o Imperador do sertão (1978), by Eduardo Coutinho, shown by the Globo Repórter program on TV Globo, in its first phase (1973 - 1981), when the production team consisted of filmmakers and journalists. Our goal is to understand the contradictions of the topics on the agenda that stretched the boundaries between cinema and television. The research is of a bibliographic and documentary nature. An interdisciplinary theoretical and methodological path was developed. The conceptual emphasis is supported by theoretical elaborations about aesthetics, methodological complexity and the dispute for hegemony, standing out in this sequence: Walter Benjamin (1978), Edgar Morin (2003) and Antonio Gramsci (1975). We work with the idea of an expanded Gramscian State, in which political society and civil society establish the forms of hegemony and the cultural-ideological leadership of one class over the others. The work is divided into three parts: first, the concept of hegemony and the complex correlation of forces that build modern society are presented. Next, a survey is carried out on the relationship between television and cinema, placing it in the historical context of the 1970s. Subsequently, an analysis of the two television documentary films is presented based on their contradictions, observing the place where the meanings are being disputed. Next, the conflicting nature of social relations is revealed. It is possible to observe, from them, how interactions between social groups are established: negotiations and conflicts around power.
Palavras-chave: Cinema e televisão;
Eduardo Coutinho;
hegemonia;
ditadura;
documentário.
cinema and television;
Eduardo Coutinho;
hgemony;
dictatorship;
documentary.
Área(s) do CNPq: Televisão
Comunicação
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal do Maranhão
Sigla da instituição: UFMA
Departamento: DEPARTAMENTO DE ARTES/CCH
Programa: PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CULTURA E SOCIEDADE/CCH
Citação: SILVA, Valério Amós Dos Santos. Do cinema para TV: uma análise cultural do documentário de Eduardo Coutinho na televisão dos anos 1970. 2023. 79 f. Dissertação (Programa de Pós-Graduação em Cultura e Sociedade/CCH) - Universidade Federal do Maranhão, São Luís, 2023.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tedebc.ufma.br/jspui/handle/tede/tede/4612
Data de defesa: 12-Jan-2023
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO DE MESTRADO - PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CULTURA E SOCIEDADE (PGCULT) MESTRADO INTERDISCIPLINAR

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
VALÉRIOAMÓSDOSSANTOSSILVA.pdfDissertação de Mestrado1,3 MBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.