???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tedebc.ufma.br/jspui/handle/tede/tede/4541
Tipo do documento: Dissertação
Título: Efeito antinociceptivo e anti-inflamatório do carvacrol em modelo experimental de osteoartrite em ratas  
Título(s) alternativo(s): Antinociceptive and anti-inflammatory effect of carvacrol in a model experimental osteoarthritis in rats
Autor: ATAIDE, Ana Caroline Santos 
Primeiro orientador: CARVALHO, Rafael Cardoso
Primeiro coorientador: CARTÁGENES, Maria do Socorro de Sousa
Primeiro membro da banca: RIBEIRO, Rachel Melo
Segundo membro da banca: FRANÇA, Lucas Martins
Terceiro membro da banca: OLIVEIRA, Renata Mondego de
Quarto membro da banca: CARVALHO, Rafael Cardoso
Resumo: RESUMO A osteoartrite (OA) é uma doença osteoarticular crônico-degenerativa, caracterizada por degradação progressiva da cartilagem articular, associada a inadequada reparação tecidual e inflamação. O tratamento com os fármacos padrões é bastante oneroso, e associado aos efeitos adversos em virtude do uso prolongado destes medicamentos aumenta a necessidade pela busca por novas opções terapêuticas, e entre elas, compostos químicos extraídos de plantas apresentam-se como alternativa promissora. Dentre estes componentes, destaca-se o carvacrol, que possui inúmeras propriedades biológicas já descritas na literatura. O objetivo deste trabalho foi avaliar a atividade antinociceptiva e anti-inflamatória do carvacrol em modelo experimental de osteoartrite em ratas. Para execução deste estudo foram utilizadas 35 ratas da espécie Rattus norvegicus (variedade albinus) da linhagem Wistar, adultas (60 dias de idade), as quais foram distribuídas em sete grupos, a saber: Grupo Saudável; Grupo Sham; Grupo Controle Negativo: com indução da OA e sem tratamento; Grupo carvacrol 20mg: com indução da OA e tratados com carvacarol 20 mg/kg, 1x ao dia; Grupo carvacrol 40mg: com indução da OA e tratados com carvacarol 40 mg/kg, 1x ao dia; Grupo Associação: com indução da OA e tratados com associação de carvacrol 10 mg/kg + indometacina 1,25 mg/kg; Grupo Indometacina (Controle Positivo): com indução da OA animais e tratados com Indometacina 2,5 mg/kg, 1x ao dia. Para avaliações clínicas e comportamentais foram utilizados os parâmetros de atividade motora/deambulação forçada, quantificação de dor espontânea e avaliação da alodinia mecânica e análise da incapacitância/ distribuição do peso nas patas traseiras e hiperalgesia mecânica, que foram realizados nos dias 4, 7, 14, 21 e 28 após a indução de OA e tratamento. Além disso, exames radiológicos foram realizados no 21° dia de tratamento. Os animais foram tratados por gavagem e, ao final do período experimental de 28 dias, após eutanásia, o sangue periférico foi coletado para análises hematológicas e bioquímicas. Os resultados demonstraram que o carvacrol na dose de 40 mg/kg e sua associação com a indometacina nos testes realizados, apresentaram efeito antinociceptivo. A atividade pró-inflamatória com TNF-α atenuou a produção do nível TNF-α nos grupos carvacrol 40 mg/kg e associação. Na análise IL-10 o grupo indometacina, quando comparado com os grupos carvacrol 40 mg/kg e ao grupo associação não demonstrou significância estatística, o que nesta análise, pode evidenciar eficiência semelhante ao tratamento padrão utilizado. Desta forma, conclui-se que o os grupos carvacrol 40 mg/kg e associação evidenciaram uma atividade analgésica e anti-inflamatória em modelo experimental proposto.
Abstract: ABSTRACT Osteoarthritis (OA) is a chronic degenerative osteoarticular disease characterized by progressive degradation of joint cartilage, associated with inadequate tissue repair and inflammation. Treatment with standard drugs is quite expensive and associated with adverse effects due to the prolonged use of these drugs, it increases the need to search for new therapeutic options, and among them, chemical compounds extracted from plants are a promising alternative. Among these components, carvacrol stands out, which has numerous biological properties already described in the literature. This work aimed to evaluate the antinociceptive and anti-inflammatory activity of carvacrol in an experimental model of osteoarthritis in rats. To perform this study, 35 rats of the Rattus norvegicus species (Albinus variety), Wistar lineage, adult (60 days old) used up, divided into seven groups, namely: Healthy Group; Sham Group; Negative Control Group: OA induction and without treatment; Carvacrol 20mg group: with OA induction and treated with carvacarol 20 mg/kg, 1x a day; Carvacrol 40mg group: with OA induction and treated with carvacarol 40 mg/kg, 1x a day; Association Group: with OA induction and treated with a combination of carvacrol 10 mg/kg + indomethacin 1.25 mg/kg; Indomethacin Group (Positive Control): animals with OA induction and treated with Indomethacin 2.5 mg/kg, 1x a day. On days 4, 7, 14, 21 and 28 after OA induction and treatment, clinical and behavioral evaluations (motor activity/forced walking, quantification of spontaneous pain and evaluation of mechanical allodynia, and analysis of disability/weight distribution in the hind legs and mechanical hyperalgesia) were performed. In addition, radiological examinations on the 21st day of treatment held up. The animals were treated by gavage and, at the end of the 28-day experimental period, after euthanasia, peripheral blood was collected for hematological and biochemical analysis. The results showed that carvacrol at a dose of 40 mg/kg and its association with indomethacin in the tests carried out had an antinociceptive effect. The pro-inflammatory activity with TNF-α attenuated the production of the TNF-α level in the carvacrol 40 mg/kg and combination groups. In the IL-10 analysis, the indomethacin group, compared with the carvacrol 40 mg/kg groups and the association group, did not show statistical significance, which in this analysis may show similar efficiency to the standard treatment used. In conclusion, the carvacrol 40 mg/kg and association groups showed analgesic and anti-inflammatory activity in the proposed experimental model.
Palavras-chave: inflamação;
cartilagem articular;
monoterpeno;
inflammation;
articular cartilage;
monoterpene.
Área(s) do CNPq: Ciências da Saúde
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal do Maranhão
Sigla da instituição: UFMA
Departamento: DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS E AMBIENTAIS - DCAA
Programa: PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS DA SAÚDE/CCBS
Citação: ATAIDE, Ana Caroline Santos. Efeito antinociceptivo e anti-inflamatório do carvacrol em modelo experimental de osteoartrite em ratas. 2022. 57 f. Dissertação (Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde/CCBS) - Universidade Federal do Maranhão, São Luís, 2022.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tedebc.ufma.br/jspui/handle/tede/tede/4541
Data de defesa: 12-Nov-2022
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO DE MESTRADO - PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS DA SAÚDE

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
AnaCarolineSantosAtaide.pdfDissertação de Mestrado1,55 MBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.