???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tedebc.ufma.br/jspui/handle/tede/tede/4501
Tipo do documento: Dissertação
(Documento sob sigilo. Prazo provável para disponibilização total: 1 ano a contar de 27/09/2022.  Motivo do sigilo: o trabalho está sendo submetido à publicação).
Título: Platonia insignis Mart: Caracterização Química e efeito antimicrobiano em bactérias causadoras de sepse. 
Título(s) alternativo(s): Platonia insignis Mart: Chemical Characterization and antimicrobial effect on bacteria sepsis causes.
Autor: FRANCO, Danielle Cristine Gomes 
Primeiro orientador: GUERRA, Rosane Nassar Meireles
Primeiro membro da banca: MACIEL, Marcia Cristina Gonçalves
Segundo membro da banca: CARVALHO, Rafael Cardoso
Terceiro membro da banca: MOTTA, Elizângela Araújo Pestana
Quarto membro da banca: SILVA, Mayara Cristina Pinto da
Quinto membro da banca: GUERRA, Rosane Nassar Meireles Guerra
Resumo: A sepse é um problema de saúde pública, pois ocasiona anormalidades fisiológicas, patológicas e bioquímicas que são provocadas pela infecção associada à inflamação sistêmica não controlada. Dessa forma, a busca por novos tratamentos é sempre necessária, sendo os produtos naturais uma das alternativas mais promissoras, a exemplo, a espécie vegetal Platonia insignis Mart. As várias partes de P. insignis apresentam atividades biológicas diversas, porém existem poucos estudos utilizando as folhas. Assim, o objetivo deste trabalho foi caracterizar quimicamente o extrato hidroetanólico das folhas de P. insignis Mart (EHPI) e avaliar sua toxicidade e efeito antibacteriano do in vitro e in vivo. O EHPI foi caracterizado quimicamente por (CLAE-DAD) e (LC ESI/MS). A toxicidade foi avaliada in vitro utilizando-se eritrócitos de carneiro e in vivo em larvas Tenebrio molitor. O perfil de sensibilidade antibacteriana do extrato, foi determinado a partir da Concentração Inibitória Mínima (CIM) e Concentração bactericida mínima (CBM), em amostras padrão de bactérias Gram-positivas [Staphylococcus aureus (ATCC 25923), Enterococcus faecalis (ATCC 29212), S. pneumoniae (ATCC 49619)] e Gram-negativas [Escherichia coli (ATCC 35218), Pseudomonas aeruginosa (ATCC 27853), Klebsiella pneumoniae (ATCC 700603)]. A partir dos resultados dos CIM/CBM, foram realizados ensaios de curva de crescimento, viabilidade do biofilme e avaliação do efeitos do EHPI na infecção letal em larvas de Tenebrio molitor com Enterococcus faecalis ou Escherichia coli (1,5 x 108 UFC/ mL). Avaliamos também os efeitos do EHPI in vivo em camundongos submetidos a sepse polimicrobiana pelo método de perfuração e ligação cecal (CLP). A caracterização química identificou a presença de Ácido quínico, Vitexina, Orientina, Ononina, Fukugentina, Dímero de Fukugentina e Dímero de Procianidina como compostos majoritários. A atividade hemolítica para eritrócitos de carneiro foi inferior a 3% para as três menores concentrações de (1 mg/mL: 0,257% e 5 mg/mL: 2,079% e 10 mg/mL: 2,075%) e foi de 11% para a concentração de 50 mg/mL indicando baixa toxicidade. A baixa toxicidade do extrato nas mesmas doses foi também confirmada in vivo em larvas de T. Molitor. Somente a maior concentração (50mg/kg) foi tóxica para as larvas. O extrato apresentou atividade antimicrobiana in vitro para todas as cepas testadas, sendo mais efetivo para E. faecalis (0.19 ± 0.17) e E. coli (0.25 ± 0.11). Além disso o EHPI reduziu a curva de crescimento e diminuiu a viabilidade do biofilme de E. faecalis (ATCC 29212) e E. coli (ATCC 35218). Na avaliação in vivo as larvas infectadas e não tratadas morreram em até 72h, já o tratamento com EHPI prolongou a sobrevida de todos os animais letalmente infectados com E. faecalis (ATCC 29212) ou E. coli (ATCC 35218), de forma dose dependente e com eficácia semelhante ao Meropenem. No ensaio de sobrevida realizado com camundongos, o EHPI apresentou melhor resultado em relação aos outros grupos. Concluímos que o aumento da sobrevida dos animais está associado à presença de compostos bioativos com atividade antimicrobiana, com atuação direta sobre o crescimento bacteriano, o que permite classificar o EHPI como importante alvo na bioprospecção de produtos com atividade antibacteriana.
Abstract: Sepsis is a public health problem, as it causes physiological, pathological, and biochemical abnormalities as a result of an association between the infection and the uncontrolled systemic inflammation. Thus, the search for new treatments is always necessary, and the natural products are the most promising alternatives, including, the plant species Platonia insignis Mart. The various parts of P. insignis have different biological activities, but there are few studies using the leaves. Thus, our aim was to chemically characterize the hydroethanolic extract of P. insignis Mart leaves (EHPI) and to evaluate its toxicity and its antibacterial effect in vitro and in vivo. The EHPI was chemically characterized by (HPLC-DAD) and (LC-ESI/MS). Toxicity was evaluated in vitro using sheep erythrocytes and in vivo on Tenebrio molitor larvae. The antibacterial sensitivity profile was determined by Minimum Inhibitory Concentration (MIC) and Minimum Bactericidal Concentration (MBC), using standard samples of Gram-positive bacteria [Staphylococcus aureus (ATCC 25923), Enterococcus faecalis (ATCC 29212), S. pneumoniae (ATCC 49619)] and Gram-negative [Escherichia coli (ATCC 35218), Pseudomonas aeruginosa (ATCC 27853), Klebsiella pneumoniae (ATCC 700603)]. The EHPI in vivo action was determined in Tenebrio molitor larvae lethally infected with Enterococcus faecalis or Escherichia coli (1.5 × 108 CFU/ mL) and in mice to a polymicrobial sepsis cecal perforation and ligation (CLP) method. The major compounds identified were Quinic Acid, Vitexin, Orientin, Ononine, Fukugentin, Fukugentin Dimer and Procyanidin Dimer. Hemolytic activity for sheep erythrocytes was less than 3% for the three lowest concentrations (1 mg/mL: 0.257% and 5 mg/mL: 2.079% and 10 mg/mL: 2.075%) and was 11% for the highest concentration (50 mg/kg). The low toxicity of the extract was also confirmed in vivo after treatment of T. molitor larvae with the same doses, but in this assay the highest concentration (50mg/mL) was toxic to the larvae. The extract showed in vitro antimicrobial activity for all strains tested, but was more effective for E. faecalis (0.19 ± 0.17) and E. coli (0.25 ± 0.11). The treatment with EHPI reduced the growth curve and decreased the viability of E. faecalis (ATCC 29212) or E. coli (ATCC 35218) biofilms. The infected and untreated larvae died within 72 hours, while the treatment with EHPI prolonged the survival of all animals lethally infected with E. faecalis (ATCC 29212) or E. coli (ATCC 35218), in a dose-dependent manner. and with similar efficacy to Meropenem. EHPI was also able to improve the survival mice submitted to lethal Sepsis by CLP, when compared to the other groups. In conclusion EHPI improved the survival during experimental sepsis due to the presence of bioactive compounds with antimicrobial activity, and direct action on bacterial growth, which allows classifying the EHPI as an important target in the bioprospecting of products with antibacterial activity.
Palavras-chave: sepse;
antibacteriano;
platonia insignis;
escherichia coli;
enterococcus faecalis;
tenebrio molitor;
sepsis;
antibacterial;
platonia insignis;
escherichia coli;
enterecoccus faecalis;
tenebrio molitor.
Área(s) do CNPq: Ciências da Saúde
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal do Maranhão
Sigla da instituição: UFMA
Departamento: DEPARTAMENTO DE BIOLOGIA/CCBS
Programa: PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS DA SAÚDE/CCBS
Citação: FRANCO, Danielle Cristine Gomes. Platonia insignis Mart: Caracterização Química e efeito antimicrobiano em bactérias causadoras de sepse. 2022. 81 f. Dissertação (Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde/CCBS) - Universidade Federal do Maranhão, São Luís, 2022.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tedebc.ufma.br/jspui/handle/tede/tede/4501
Data de defesa: 27-Jan-2022
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO DE MESTRADO - PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS DA SAÚDE

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DANIELLECRISTINEGOMESFRANCO.pdfDissertação de Mestrado250,26 kBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.