???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tedebc.ufma.br/jspui/handle/tede/tede/4271
Tipo do documento: Dissertação
Título: Estudo de prevenção e controle da COVID-19: percepção e práticas no cotidiano das orientações médico-científicas pela população de um território de abrangência da Atenção Primária à Saúde no município de São Luís, Maranhão
Título(s) alternativo(s): Study of prevention and control of COVID-19: perception and practices in the daily life of medical-scientific orientations by the population of a territory covered by Primary Health Care in the municipality of São Luís, Maranhão
Autor: MELO, Joana Carolyne de Oliveira Felix Portela 
Primeiro orientador: SANTANA, Ivone Lima
Primeiro coorientador: COSTA, Maria do Rosário da Silva Ramos
Primeiro membro da banca: SANTANA, Ivone Lima
Segundo membro da banca: BARBOSA, Maria do Carmo Lacerda
Terceiro membro da banca: COUTINHO, Nair Portela Silva
Quarto membro da banca: MOUCHREK, Monique Maria Melo
Quinto membro da banca: MELO, Emanuella Silva Joventino
Resumo: Introdução: O contexto global de emergência em saúde pública causada pela pandemia da COVID-19 desafia os diversos países a pensar em estratégias para prevenção e controle da infecção pelo Sars-CoV-2. Nesse contexto, a Atenção Primária à Saúde é espaço estratégico para a oferta do cuidado de forma integral. Objetivo: Analisar como a população dos territórios de abrangência da APS percebe e traduz práticas do cotidiano nos âmbitos individual, familiar e coletivo quanto as medidas de prevenção e controle da COVID-19. Metodologia: fez-se uso de uma pesquisa quanti-qualitativa, descritiva e transversal. O estudo foi realizado nos territórios de abrangência da Atenção Primária do Centro de Saúde Amar - São Luís - MA. Para instrumento de pesquisa optou-se pela modalidade de entrevista estruturada. Os instrumentos foram aplicados na primeira etapa por meio de questionário on-line semiestruturado, e na segunda etapa foram aplicadas entrevistas dialogadas presenciais. Resultados: A amostra do estudo foi composta por pessoas de 18 a 82 anos, com predominância de 18 a 30 anos, mulheres, casadas, estudo médio completo, de cor autodeclarada parda, famílias compostas de 1 a 3 pessoas por domicílio, residências com 3 cômodos, água encanada e apenas 1 banheiro. Na análise qualitativa, a Classificação Hierárquica Descendente identificou cinco classes que gerou duas categorias: Educação em Saúde durante a Pandemia do Coronavírus; Estratégias de enfrentamento ao Coronavírus. A Análise Fatorial de Correspondência realizou cruzamento entre as variáveis do texto e suas classes, sendo possível identificar por Similitude que a Televisão foi a fonte mais acessada, com bom nível de confiança e ótimo nível de sentimento de informação. E que embora os profissionais de saúde tenham sido acessados por uma minoria dos entrevistados, não houve impacto negativo para os bons níveis de confiança e sentimento de informação que despertou na população. Observa-se ainda o grau de importância e credibilidade dado ao isolamento social, contudo o perfil de baixa renda das famílias impediu a adoção integral desta medida, devido à necessidade contínua de sair para trabalhar. Conclusão: Infere-se que estudos sobre percepções e práticas, em um período pandêmico, possibilitam conhecer melhor a experiência vivida de forma única e singular de cada sujeito, com intuito de planejar ações educativas e informativas para a população, reduzindo consequentemente seus possíveis impactos.
Abstract: Introduction: The global context of public health emergency caused by the COVID-19 pandemic challenges different countries to think about strategies for the prevention and control of infection by Sars-CoV-2. In this context, Primary Health Care is a strategic space for the provision of comprehensive care. Objective: To analyze how the population of the territories covered by the PHC perceive and translate everyday practices in the individual, family and collective spheres regarding the prevention and control measures of COVID-19. Methodology: a quantitative-qualitative, descriptive and transversal research was used. The study was carried out in the territories covered by the Primary Care of the Amar Health Center - São Luís - MA. For the research instrument, the structured interview modality was chosen. The instruments were applied in the first stage through a semi-structured online questionnaire, and in the second stage, face-to-face dialogue interviews were applied. Results: The study sample consisted of people aged between 18 and 82 years, with a predominance of 18 to 30 years old, women, married, complete medium education, self-declared brown, families composed of 1 to 3 people per household, households with 3 rooms, running water and only 1 bathroom. In the qualitative analysis, the Descending Hierarchical Classification identified five classes that generated two categories: Health Education during the Coronavirus Pandemic; Strategies to fight the Coronavirus. The Correspondence Factor Analysis performed a cross between the text variables and their classes, making it possible to identify by Similitude that Television was the most accessed source, with a good level of trust and an excellent level of information feeling. And that although health professionals were accessed by a minority of respondents, there was no negative impact on the good levels of trust and feeling of information that aroused in the population. The degree of importance and credibility given to social isolation is also observed, however the low-income profile of the families prevented the full adoption of this measure, due to the continuous need to go out to work. Conclusion: It is inferred that studies on perceptions and practices, in a pandemic period, make it possible to better understand the experience lived in a unique and singular way of each subject, in order to plan educational and informational actions for the population, consequently reducing their possible impacts.
Palavras-chave: Atenção Primária à Saúde;
pandemia Covid-19;
prevenção;
Territorialização da Atenção Primária.
Primary Health Care;
COVID-19 pandemic;
prevention;
Territorialization of Primary Care.
Área(s) do CNPq: Ciências da Saúde
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal do Maranhão
Sigla da instituição: UFMA
Departamento: DEPARTAMENTO DE ODONTOLOGIA I/CCBS
Programa: PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM REDE EM SAÚDE DA FAMÍLIA/CCBS
Citação: MELO, Joana Carolyne de Oliveira Felix Portela. Estudo de prevenção e controle da COVID-19: percepção e práticas no cotidiano das orientações médico-científicas pela população de um território de abrangência da Atenção Primária à Saúde no município de São Luís, Maranhão. 2022. 95 f. Dissertação (Programa de Pós-Graduação em Rede em Saúde da Família/CCBS) - Universidade Federal do Maranhão, São Luís, 2022.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tedebc.ufma.br/jspui/handle/tede/tede/4271
Data de defesa: 8-Aug-2022
Appears in Collections:DISSERTAÇÕES DE MESTRADO - PROGRAMA EM REDE EM SAÚDE DA FAMILIA

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
JOANACAROLYNEDEOLIVEIRAFELIXPORTELAMELO.pdfDissertação de Mestrado4,03 MBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.