???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tedebc.ufma.br/jspui/handle/tede/tede/4160
Tipo do documento: Dissertação
Título: CARACTERIZAÇÃO DE ADULTAS COM LOMBALGIA CRÔNICA PRIMÁRIA NÃO PRATICANTES DE EXERCÍCIOS FÍSICOS EM SÃO LUÍS - MA
Título(s) alternativo(s): CHARACTERIZATION OF ADULTS WITH CHRONIC PRIMARY LUMBALGIA NOT PRACTICING PHYSICAL EXERCISES IN SÃO LUÍS - MA
Autor: PRAZERES, Jaidilene de Jesus Soares 
Primeiro orientador: WALTER, Cinthya
Primeiro coorientador: BIANCO, Carina Helena W. F.
Primeiro membro da banca: WALTER, Cinthya
Segundo membro da banca: BIANCO, Carina Helena Wasem Fraga
Terceiro membro da banca: CASTRO, Marcela Rodrigues de
Quarto membro da banca: DIBAI FILHO, Almir Vieira
Quinto membro da banca: REIS, Andréa Dias
Resumo: Introdução: A lombalgia crônica primária (LCP) representa até 90% dos casos de dor lombar. É definida como dor ou desconforto localizado abaixo da margem costal e acima das pregas glúteas inferiores, sem etiologia definida. Objetivo: Caracterizar adultas com LCP não praticantes de exercícios físicos em São Luís, Maranhão. Materiais e Métodos: Critérios de inclusão: mulheres; entre 20 e 50 anos; LCP autorrelatada; sem atividade física regular por no mínimo três meses; sem neuropatias ou fibromialgia. A amostra foi composta por 35 adultas com média de 32,91 anos (desvio padrão ± 7,88). Foram realizadas as seguintes avaliações: a) dados antropométricos (balança, massa corporal e estadiômetro, estatura) e escolaridade; b) escala visual analógica (intensidade da dor); c) escala Tampa (cinesiofobia); d) questionário de Roland Morris (incapacidade funcional); e) goniometria (flexibilidade da coluna lombar e do quadril); f) teste parada da cegonha (equilíbrio estático). Na análise descritiva foram apresentados valores absolutos, média, desvio padrão e distribuição de frequência; na inferencial foi realizada uma matriz de correlação de Spearman entre: idade, IMC, intensidade da dor, cinesiofobia, incapacidade funcional e equilíbrio. Resultados: No IMC (27,61 ± 17,35) a maior parte da amostra foi classificada com peso normal (n = 13), seguido por obesidade grau 1 (11), sobrepeso (8), obesidade grau 2 (2) e grau 3 (1). Na escolaridade a maioria possuía ensino superior (13) e ensino médio completo (12), seguido de ensino superior incompleto (6), ensino médio incompleto (2) e mestrado incompleto (2). Na intensidade da dor (52,71 ± 18,95 milímetros) a maior parte apresentou dor moderada (17), seguida de forte (13) e suave (5). A maioria das mulheres (29) não apresentou incapacidade funcional (9,77 ± 5,02). Na cinesiofobia (38,49 ± 7,52) grande parte apresentou grau moderado (24), seguido de leve (10) e grave (1). Na amplitude de movimento (ADM) de coluna e quadril, todas as voluntárias estavam com as angulações abaixo dos valores de referência: coluna; flexão (8,79 ± 9,04), extensão (24,52 ± 6,78), flexão lateral para direita (25,32 ± 5,51) e esquerda (24,76 ± 5,01); quadril; flexão (59,80 ± 19,85), extensão (7,56 ± 2,54), rotação interna (26,13 ± 7,95) e externa (24,89 ± 8,05). No equilíbrio estático (4,57 ± 5,6 segundos) a maioria foi classificada como iniciante (17), seguida de iniciante avançado (15), intermediário (2) e avançado (1). Houve correlação significante entre cinesiofobia e incapacidade funcional (ρ = 0,60, p < 0,05) e entre IMC e intensidade da dor (ρ = 0,55, p < 0,05). Conclusão: A maioria das mulheres com LCP não praticantes de exercícios físicos: foi classificada com peso normal, seguido por obesidade grau 1 e sobrepeso; possuía ensino superior e ensino médio completo; dor moderada seguida de forte, sem incapacidade funcional, cinesiofobia moderada, equilíbrio em níveis iniciais e flexibilidade da coluna e do quadril abaixo das indicadas. As correlações significantes suportam parte do modelo medo-evitação, em que maior medo do movimento leva a maior incapacidade e podem ressaltar a importância da prática de exercícios físicos para melhora da composição corporal, além de outros efeitos positivos no manejo da LCP.
Abstract: Introduction: Primary chronic low back pain (PCL) represents up to 90% of low back pain cases. It is defined as pain or discomfort located below the costal margin and above the inferior gluteal folds, with no defined etiology. Objective: To characterize adults with PCL who do not practice physical exercises in São Luís, Maranhão. Materials and Methods: Inclusion criteria: women; between 20 and 50 years; self-reported PCL; without regular physical activity for at least three months; no neuropathies or fibromyalgia. The sample consisted of 35 adults with a mean age of 32.91 years (standard deviation ± 7.88). The following assessments were performed: a)anthropometric data (scale, body mass and stadiometer, height) and education level; b)visual analogue scale (pain intensity); c)Tampa scale (kinesiophobia); d)Roland Morris questionnaire (functional disability); e)goniometry (flexibility of the lumbar spine and hip); f)stork stall test (static equilibrium). In the descriptive analysis, absolute values, mean, standard deviation and frequency distribution were presented; in the inferential, a Spearman correlation matrix was performed between: age,BMI, pain intensity, kinesiophobia, functional disability and balance. Results: In BMI (27.61 ± 17.35) most of the sample was classified as normal weight (n = 13), followed by grade 1 obesity (11), overweight (8), grade 2 obesity (2) and grade 3 (1). In terms of schooling, most had higher education (13) and complete high school (12), followed by incomplete higher education (6), incomplete high school (2) and incomplete master's degree (2). In terms of pain intensity (52.71 ± 18.95 millimeters) the majority had moderate pain (17), followed by strong (13) and mild (5). Most women (29) did not present functional disability (9.77 ± 5.02). In terms of kinesiophobia (38.49 ± 7.52), most of them had a moderate degree (24), followed by mild (10) and severe (1). In the range of motion (ROM) of the spine and hip, all the volunteers had the angles below the reference values: spine; flexion (8.79 ± 9.04), extension (24.52 ± 6.78), lateral flexion to the right (25.32 ± 5.51) and left (24.76 ± 5.01); hip; flexion (59.80 ± 19.85), extension (7.56 ± 2.54), internal (26.13 ± 7.95) and external (24.89 ± 8.05) rotation. In static balance (4.57 ± 5.6 seconds) most were classified as beginner (17), followed by advanced beginner (15), intermediate (2) and advanced (1). There was a significant correlation between kinesiophobia and functional disability (ρ = 0.60, p < 0.05) and between BMI and pain intensity (ρ = 0.55, p < 0.05). Conclusion: Most women with PCL who did not practice physical exercises: were classified as having normal weight, followed by grade 1 obesity and overweight; had higher education and completed high school; moderate pain followed by severe, without functional disability, moderate kinesiophobia, balance at initial levels and flexibility of the spine and hip below those indicated. The significant correlations support part of the fear- avoidance model, in which greater fear of movement leads to greater disability and may emphasize the importance of physical exercise to improve body composition, in addition to other positive effects in the management of PCL.
Palavras-chave: Índice de massa corporal;
Dor;
Incapacidade;
Cinesiofobia;
Flexibilidade;
Equilíbrio
Body mass index;
Pain;
Inability;
Kinesiophobia;
Flexibility;
Balance
Área(s) do CNPq: Educação Física
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal do Maranhão
Sigla da instituição: UFMA
Departamento: DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO FÍSICA/CCBS
Programa: PROGRAMA DE PÓS-GRADUACAO EM EDUCAÇÃO FÍSICA
Citação: PRAZERES, Jaidilene de Jesus Soares. Caracterização de adultas com lombalgia crônica primária não praticantes de exercícios físicos em São Luís - Ma. 2022. 83 f. Dissertação( Programa de Pós-graduação em Educação Física) - Universidade Federal do Maranhão, São Luís, 2022.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tedebc.ufma.br/jspui/handle/tede/tede/4160
Data de defesa: 29-Aug-2022
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO DE MESTRADO - PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO FÍSICA

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Jaidilene de Jesus.pdfDissertação de Mestrado19,44 MBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.