???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tedebc.ufma.br/jspui/handle/tede/tede/3760
Tipo do documento: Dissertação
Título: Prospecção da ação leishmanicida de inibidores de proteases extraídas de Bauhinia forficata Link
Título(s) alternativo(s): Prospecting the leishmanicidal action of protease inhibitors extracted from Bauhinia forficata Link
Autor: FIGUEREDO, Aline Santana 
Primeiro orientador: SILVA, Mayara Cristina Pinto da
Primeiro coorientador: LÓPES, Raquel Elisa da Silva
Primeiro membro da banca: SILVA, Mayara Cristina Pinto da
Segundo membro da banca: ANDRADE, Marcelo Souza de
Terceiro membro da banca: FREITAS, Dayanne da Silva
Quarto membro da banca: BATISTA, Marisa Cristina Aranha
Resumo: Introdução: As leishmanioses fazem parte do grupo de doenças negligenciadas, causadas por protozoários do gênero Leishmania, sendo endêmicas em 98 países. A terapêutica utilizada para esta enfermidade está associada a alta toxicidade, dificuldade de administração, altos custos e resistência parasitária. Logo, a busca por novas alternativas medicamentosas mais eficazes e menos tóxicas se faz necessária e os inibidores de proteases são moléculas cruciais, visto que as proteases de Leishmania estão envolvidas em diversos mecanismos fisiológicos e patológicos. Objetivo: Identificar os constituintes químicos do extrato de Bauhinia forficata Link, bem como o efeito citotóxico do extrato e da fração de inibidor de aspártico-proteases sobre Leishmania amazonensis (L.). Materiais e métodos: primeiramente foi realizado a preparação do extrato, seguida da dosagem de proteínas, através do método de Bradford, e em seguida essas proteínas foram identificadas através do método de eletroforese. Outro método realizado foi o estudo dos constituintes químicos presentes no extrato, em que foi utilizado o teste de triagem fitoquímica de Matos, seguido da cromatografia de camada delgada, e a identificação dos constituintes químicos foram determinados através da cromatografia líquida de alta eficiência. Após a caracterização química, foram realizados os testes de citotoxicidade in vitro utilizando eritrócitos de carneiro e células imortalizadas de linhagem RAW, e ensaios de toxicidade in vivo em larvas de Tenebrio molitor. Quanto a atividade leishmanicida em promastigota de Leishmania amazonensis, o ensaio foi através do método de MTT (3-(4,5-dimethyithiazol2-yl) -2,5-diphenyltetrazolium bromide), e a atividade antiamastigota foi realizada com ensaio de infecção de macrófagos RAW. Resultados e discussão: Derivados de quercetina e kaempferol foram os principais metabólitos encontrados no BF-CA. Após o isolamento do inibidor de aspártico protease (BFI) foi obtido 130,6 ± 29,94 μg de proteína, com um rendimento aproximadamente de 4,41 ± 0,77 %, ou seja, 4,41% das proteínas de BF-CA. O extrato e BFI não apresentaram citotoxicidades para eritrócitos de carneiro. Em células RAW, o extrato e o inibidor testados (BF-CA e BFI) apresentaram uma concentração citotóxica para 50% das células (CC50) de 166.5 μg/mL e 371,3 μg/mL, respectivamente, e a pentamidina com CC50 de 15,24 μg/mL. Ao analisar a concentração inibitória em 50% (IC50) dos extratos, sobre as formas promastigotas de Leishmania amazonensis, obtivemos IC50 de 54,9 μg/mL para o BF-CA e de 8,33 μg/mL para o BFI, que exibiu toxicidade em quase todas as concentrações testadas. Ao avaliarmos a inibição de proteases o BFI inibiu 44,66% da atividade da pepsina protease comercial e inibiu 40% da serino protease secretada por L. amazonensis, a LSP III. Conclusão: O BF-CA possui uma composição rica em flavonoides, com comprovada ação leishmanicida em formas promastigotas, também foi identificado atividades leishmanicida contra as formas amastigotas, evidenciadas pela diminuição da infecção. Quanto ao BFI, o mesmo inibiu a atividade da serino protease secretada por L. amazonensis (LSPIII), o tornando um potencial alvo terapêutico, uma vez que esta enzima está associada a virulência e/ou patogenicidade do parasito. Sendo assim, os inibidores de proteases despertam interesse, uma vez que são capazes de inibir proteases específicas, interferindo no curso das leishmanioses.
Abstract: Introduction: Leishmaniasis is part of the group of neglected diseases, caused by protozoa of the genus Leishmania, being endemic in 98 countries. The therapy used for this disease is associated with high toxicity, difficult administration, high costs and parasitic resistance. Therefore, the search for new drug alternatives, more effective and less toxic is necessary and protease inhibitors are crucial molecules, since Leishmania proteases are involved in several physiological and pathological mechanisms. Aim: To identify the chemical constituents of the Bauhinia forficata Link extract, as well as the cytotoxic effect of the extract and the aspartic protease inhibitor fraction on Leishmania (L.) amazonensis. Materials and methods: firstly, the preparation of the extract was carried out, followed by the dosage of proteins, through the Bradford method, and then these proteins were identified through the electrophoresis method. Another method performed was the study of the chemical constituents present in the extract, in which the Matos phytochemical screening test was used, followed by thin layer chromatography, and the flavonoid contents were determined by high performance liquid chromatography. After chemical characterization, in vitro cytotoxicity tests were performed using sheep erythrocytes and immortalized cells of the RAW lineage, and in vivo toxicity tests in Tenebrio molitor larvae. As for the leishmanicidal activity in Leishmania amazonensis promastigotes, the assay was performed using the MTT method (3-(4,5-dimethyithiazol2-yl) -2,5- diphenyltetrazolium bromide), and the antiamastigote activity was performed with RAW cells. Results and discussion: Derivatives of quercetin and kaempferol were the main metabolites found in BF-CA. After isolation of the inhibitor of aspartic profease (BFI), 130.6 ± 29.94 μg of protein was obtained, with a yield of approximately 4.41 ± 0.77 %, that is, 4.41% of the proteins of BF-CA. The extract and BFI did not show cytotoxicity to sheep erythrocytes. In RAW cells, the extract and the inhibitor tested (BF-CA and BFI) showed a cytotoxic concentration for 50% of the cells (CC50) of 166.5 μg/mL and 371.3 μg/mL, respectively, and for pentamidine with CC50 of 15.24 μg/ml. By analyzing the inhibitory concentration in 50% (IC50) of the extracts on the promastigote forms of Leishmania amazonensis, we obtained an IC50 of 54.9 μg/mL for BF-CA and 8.33 μg/mL for BFI, which exhibited toxicity at almost all concentrations tested. When evaluating the inhibition of proteases, BFI inhibited 44.66% of the activity of commercial pepsin protease and inhibited 40% of the serine protease secreted by L. amazonensis, LSP III. Conclusion: Therefore, BF-CA has a composition rich in flavonoids, with proven leishmanicidal action in promastigote and amastigote forms, evidenced by the reduction of infection. As for BFI, it inhibited the activity of the serine protease secreted by L. amazonensis (LSPIII), making it a potential therapeutic target, as it is capable of interfering in the pathophysiology of leishmaniasis
Palavras-chave: anti-Leishmania.
flavonoides;
inibidores de proteases;
serino protease.
anti-leishmania;
flavonoids;
protease inhibitors;
serino protease.
Área(s) do CNPq: Doenças Infecciosas e Parasitárias
Ciências da Saúde
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal do Maranhão
Sigla da instituição: UFMA
Departamento: DEPARTAMENTO DE MEDICINA II/CCBS
Programa: PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM SAÚDE DO ADULTO
Citação: FIGUEREDO, Aline Santana. Prospecção da ação leishmanicida de inibidores de proteases extraídas de Bauhinia forficata Link. 2021. 105 f. Dissertação (Programa de Pós-Graduação em Saúde do Adulto) - Universidade Federal do Maranhão, São Luís, 2021.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tedebc.ufma.br/jspui/handle/tede/tede/3760
Data de defesa: 13-Oct-2021
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO DE MESTRADO - PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM SAÚDE DO ADULTO

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ALINESANTANAFIGUEREDO.pdfDissertação de Mestrado2,94 MBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.