???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tedebc.ufma.br/jspui/handle/tede/tede/3657
Tipo do documento: Dissertação
Título: COMPORTAMENTO DA VARIABILIDADE DA FREQUÊNCIA CARDÍACA E TERMOGRAFIA INFRAVERMELHA NO DANO MUSCULAR INDUZIDO PELO EXERCÍCIO.
Título(s) alternativo(s): BEHAVIOR OF HEART RATE VARIABILITY AND INFRARED THERMOGRAPHY IN INDUCED MUSCLE DAMAGE BY EXERCISE.
Autor: MARQUES, Wanessa Karoline Brito 
Primeiro orientador: VENEROSO, Christiano Eduardo
Primeiro coorientador: CABIDO, Christian Emmanuel Torres
Primeiro membro da banca: VENEROSO, Christiano Eduardo
Segundo membro da banca: CABIDO, Christian Emmanuel Torres
Terceiro membro da banca: PIMENTA, Eduardo Mendonça
Quarto membro da banca: DIBAI FILHO, Almir Vieira
Quinto membro da banca: MOSTARDA, Cristiano Teixeira
Resumo: Objetivo: o objetivo deste estudo é investigar a relação entre a ativação nervosa autonômica e a termografia infravermelha após um protocolo de exercício excêntrico. Materiais e Métodos: A amostra foi composta por dez voluntários do sexo masculino, fisicamente ativos com faixa etária compreendendo dos 18 aos 30 anos. Os sujeitos foram alocados em um único grupo experimental. Foram realizadas no laboratório as seguintes coletas: variabilidade da frequência cardíaca (VFC), escalas subjetivas de dor e recuperação, avaliação termográfica e testes de saltos. O protocolo de exercícios para induzir dano muscular foi composto por saltos pliométricos. Todos os procedimentos supracitados foram repetidos nos momentos de recuperação de 24 horas, 48 horas e 72 horas. Resultados: Os resultados para EVA demonstraram aumento significativo nos momentos pós protocolo 24, 48 e 72h (p=0,000; p=0,000 e p=0,002) quando comparado ao basal, o mesmo foi verificado para os resultados de PSR, apresentando uma redução no momento 72h (p=0,003). Para a temperatura irradiada da pele, verificou-se aumentos significativos na distribuição de pixels para as regiões anterior de coxa nas zonas fria e neutra nos momentos 24h e 48h, respectivamente (p=0,001; p=0,035; p=0,035; p=0,001) e na região posterior nas zonas fria nos momentos basal, 24, 48h (p=0,034; p=0,000; p=0,017) e quente em todos os momentos (p=0,006; p=0,003; p=0,003; p=0,045). Já na região anterior de perna diferenças significativas encontradas nas zonas fria no momento 24h (p=0,000) e neutra no basal e 24h (p=0,039; p=0,000) e os valores na região posterior diferenças na zona fria no basal e 24h (p=0,027; p=0,002) e neutra no momento basal (p=0,038). Para os valores da VFC, a razão LF/HF houve diferenças significativa em todos os momentos de análise (p=0,000; p=0,011; p=0,002; p=0,013). Quando analisado índices separadamente em %HF houve diferença nos momentos 24h-48h e 48h-72h (p= 0,016; p=0,015) e %LF apresentou diferenças significativas em todos os momentos analisados. Conclusão: Ao descrever o comportamento da temperatura irradiada da pele pela TI, assim como a participação autonômica pela VFC no domínio da frequência, frente ao protocolo indutor de dano muscular. Com base nos achados, podemos predizer que estes métodos podem ser utilizados para avaliar os efeitos do exercício excêntrico sobre respostas fisiológicas de controle térmico da pele e da modulação autonômica simpática e parassimpática, como forma de monitoramento para possíveis lesões musculares.
Abstract: Objective: The aim of this study is to investigate the relationship between autonomic nerve activation and infrared thermography after an eccentric exercise protocol. Materials and Methods: The sample consisted of ten male volunteers, physically active, aged between 18 and 30 years. Subjects were allocated to a single experimental group. The following collections were performed in the laboratory: heart rate variability (HRV), subjective pain and recovery scales, thermographic evaluation and jumping tests. The exercise protocol to induce muscle damage consisted of plyometric jumps. All of the above procedures were repeated at the 24-hour, 48-hour and 72-hour recovery times. Results: The results for VAS showed a significant increase in the post-protocol moments 24, 48 and 72h (p=0.000; p=0.000 and p=0.002) when compared to baseline, the same was verified for the PSR results, showing a reduction at 72h (p=0.003). For the irradiated skin temperature, there were significant increases in the distribution of pixels for the anterior thigh regions in the cold and neutral zones at 24h and 48h, respectively (p=0.001; p=0.035; p=0.035; p=0.001) and in the posterior region in the cold zones at baseline, 24, 48h (p=0.034; p=0.000; p=0.017) and hot at all times (p=0.006; p=0.003; p=0.003; p=0.045). In the anterior region of the leg, significant differences found in the cold zone at 24h (p=0.000) and neutral at baseline and 24h (p=0,039; p=0,000) and the values in the posterior region differences in the cold zone at baseline and 24h (p=0.027; p=0.002) and neutral at baseline (p=0,038). For HRV values, the LF/HF ratio, there were significant differences at all times of analysis (p=0.000; p=0.011; p=0.002; p=0.013). When analyzed separately in %HF, there was a difference between 24h-48h and 48h- 72h (p=0.016; p=0.015) and %LF showed significant differences at all analyzed moments. Conclusion: By describing the behavior of the skin temperature irradiated by IT, as well as the autonomic participation by HRV in the frequency domain, against the muscle damage-inducing protocol. Based on the findings, we can predict that these methods can be used to assess the effects of eccentric exercise on physiological responses of skin thermal control and sympathetic and parasympathetic autonomic modulation, as a way of monitoring for possible muscle injuries.
Palavras-chave: exercício excêntrico;
termografia infravermelha;
variabilidade da frequência cardíaca
eccentric exercise;
infrared thermography;
heart rate variability
Área(s) do CNPq: Educação Física
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal do Maranhão
Sigla da instituição: UFMA
Departamento: DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO FÍSICA/CCBS
Programa: PROGRAMA DE PÓS-GRADUACAO EM EDUCAÇÃO FÍSICA
Citação: MARQUES, Wanessa Karoline Brito. Comportamento da variabilidade da frequência cardíaca e termografia infravermelha no dano muscular induzido pelo exercício. 2022. 87 f. Dissertação( Programa de Pós-Graduacao em Educação Física) - Universidade Federal do Maranhão, São Luis, 2022.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tedebc.ufma.br/jspui/handle/tede/tede/3657
Data de defesa: 6-May-2022
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO DE MESTRADO - PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO FÍSICA

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Wanessa.pdfDissertação de Mestrado915,89 kBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.