???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tedebc.ufma.br/jspui/handle/tede/tede/3643
Tipo do documento: Dissertação
Título: EFEITO DE Vismia guianensis (Aubl.) Chosy EM MODELO DE SEPSE LETAL INDUZIDA POR Candida albicans.
Título(s) alternativo(s): EFFECT OF Vismia guianensis (Aubl.) Chosy IN A LETHAL SEPSIS MODEL induced by Candida albicans.
Autor: COSTA, Arthur André Castro da 
Primeiro orientador: GUERRA, Rosane Nassar Meireles
Primeiro membro da banca: SILVA, Luís Cláudio Nascimento da
Segundo membro da banca: MACIEL, Marcia Cristina Goncalves
Terceiro membro da banca: SILVA, Mayara Cristina Pinto
Quarto membro da banca: GUERRA, Rosane Nassar Meireles
Resumo: Candida albicans é um fungo oportunista responsável por infecções locais ou sistêmica como a sepse. O principal tratamento para sepse fúngica inclui o uso de Fluconazol ou da Anfotericina B, no entanto, a resistência e as reações adversas a esses medicamentos servem como argumento para a busca por tratamentos alternativos, sendo, dentre um destes, a base de espécies vegetais. Neste contexto, Vismia guianensis (Aubl.) Chosy, planta conhecida popularmente por pau-de- lacre, apresenta ação antifúngica já comprovada em ensaios in vitro, mas a avaliação do seu efeito in vivo ainda é pouco explorada. Assim, o objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito anti- Candida de V. guianensis em infecção letal induzida por Candida albicans. Neste estudo foi utilizado o extrato hidroetanólico das folhas de V. guianensis (EHVG) e Antraquinona (um dos compostos majoritários do EHVG) para avaliar a ação anti-Candida em larvas de Tenebrio molitor e camundongos Swiss. Nos ensaios com T. molitor, as larvas foram divididas em 4 grupos: Controle, ANFO B, EHVG e Antraquinona para avaliação da toxicidade aguda (via injeção intracelômica), avaliação de sobrevida em infecção letal por Candida albicans (inóculo 5x103 CFU por larva) e avaliação de CFU em infecção sub-letal (5x102 CFU por larva). Nos ensaios em camundongos, os animais foram imunossuprimidos com ciclofosfamida [50mg/kg, via intraperitoneal (ip.)], 48 horas antes da infecção. Para a infecção letal foram utilizados blastoconídeos de C. albicans (6x107 CFU) e a avaliação de sobrevida ocorreu durante 7 dias. O inóculo sub-letal 2x107, via ip., foi utilizado para avaliação imunológica. Os animais foram distribuídos conforme o tratamento nos grupos: CONTROLE: Infectado e não tratado; ANFO B: animais infectados e tratados com Anfotericina B, via ip. (600μg/Kg) e EHVG: infectado e tratados com o extrato, via oral (5mg/Kg) e SHAM: não infectado e não tratado. visando determinar a dose a ser utilizada na infecção letal em camundongos. Os resultados mostraram que EHVG na maior dose (100mg/kg) apresentou toxicidade para 60% nas larvas. Em modelo infecção letal o tratamento com EHVG (5mg/kg) resultou em aumento de sobrevida das larvas de T. molitor com efeito semelhante a Anfotericina B. Por outro lado, o tratamento com antraquinona foi menos efetivo que o EHVG. Na infecção sub-letal o tratamento com EHVG (5mg/Kg) reduziu a infecção, indicando que o extrato apresenta ação anti-Candida associada ação conjunta de metabólitos secundários. Na avaliação imunológica, 24h após a infecção, considerando a contagem total e diferencial e o número de unidades formadoras de colônias (CFU) de células sanguíneas e do lavado peritoneal (LP). O tratamento com EHVG aumentou a sobrevida (60%) e a expectativa de vida dos camundongos, possivelmente porque reduziu o número de CFU no sangue e no peritônio. O tratamento com EHVG também aumentou a celularidade total no sangue, e o número de neutrófilos. No peritônio o tratamento modulou a população celular, aumentando o recrutamento de macrófagos para a cavidade peritoneal. Estes resultados indicam que o EHVG apresenta ação antifúngica e efeito imunomodulador do capaz de prolongar a sobrevida de animais invertebrados ou vertebrados infectados com C. albicans. Sugerimos que os efeitos benéficos do EHVG na sepse letal estejam relacionados a presença de um fitocomplexo formado por compostos presentes no extrato possivelmente relacionados a presença de Vismiona D, Antraquinona, Catequina e Kaempferol.
Abstract: Candida albicans is an opportunistic fungus responsible for local or systemic infections such as sepsis. The main treatment for fungal sepsis includes the use of Fluconazole or Amphotericin B. However, resistance and adverse reactions to these drugs serve as an argument for the search for alternative treatments, including, among them, the plant species. In this context, Vismia guianensis (Aubl.) Chosy, a plant popularly known as “pau-de-lacre”, has antifungal action already proven in vitro, but its in vivo effect is still little explored. Thus, this work aimed to evaluate the effect of V. guianensis on lethal infection induced by Candida albicans. The anti- Candida effect of the hydroethanolic extract of the V. guianensis leaves (EHVG) and Anthraquione (one of the major compounds of EHVG) was evaluate in Tenebrio molitor larvae and Swiss mice. The T. molitor larvae were divided into 4 groups: Control, ANFO B, EHVG and Anthraquione for evaluation of acute toxicity and to determine the dose to be used in lethal infection in mice. Treatments and infection occurred by intracellomic route. To determine the EHVG effect on T. molitor survival the larvae were lethally infected with C. albicans (5x105 CFU/mL) and just after treated according the following groups: Control: infected and untreated, ANFO B: Infected and treated with Amphotericin; EHVG: infected and treated with the extract, and Anthraquione: infected and treated with this chemical compound. For other evaluations the T. molitor larvae distributed in the same groups of received a sublethal inoculum (5x104 CFU/mL). For mouse trials, the animals were immunosuppressed with cyclophosphamide [50mg/kg, intraperitoneally (ip.)], 48 hours before infection, and the for the lethal infection they received blastoconids of C. albicans (6x107 CFU, via ip.) and evaluated for 7 days. The immunological evaluation occurred in groups infected with a sublethal inoculum (2x107 CFU, via ip.) For the evaluations male Swiss mice were distributed in the following groups: CONTROL: Infected and untreated; ANFO B: animals infected and treated with Amphotericin B (600μg/Kg, via ip.) and EHVG: infected and treated with the extract, (5mg/Kg, orally), and SHAM: uninfected and untreated. The results showed that EHVG at the highest dose (100mg/kg) was toxic to 60% in larvae, but the treatment with low doses of EHVG (5mg/kg) increased survival of T. molitor larvae with an effect like Amphoterecin B. In this assay treatment with Anthraquione was less effective than EHVG. The treatment with EHVG reduced the sub-lethal infection confirming the antifungal effect of this extract as previously described in vitro. This antifungal effect may be due to the presence of more than one compound present in the extract. Treatment with EHVG also increased survival (60%) and the life expectancy in mice, possibly because it reduced the number of CFU in the blood and peritoneum. Treatment with EHVG also increased total number of blood leukocytes, mainly neutrophils. In the peritoneum the treatment EHVG increased the recruitment of macrophages. Altogether these results indicate that EHVG presents antifungal action and immunomodulatory effect able to improve the survival of invertebrate or vertebrate animals infected with C. albicans. The beneficial effects of EHVG on lethal sepsis are related to the presence of a phytocomplex formed by compounds present in the extract possibly related to the presence of Anthraquinone in association with Vismione, Catechin and Kaempferol.
Palavras-chave: Vismia guianensis;
Sepse;
Tenebrio molitor;
Candida albicans;
Antifúngico;
Neutrófilos
Vismia guianensis;
Sepse;
Tenebrio molitor;
Candida albicans;
antifungal;
Neutrophils
Área(s) do CNPq: Análise e Controle e Medicamentos.
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal do Maranhão
Sigla da instituição: UFMA
Departamento: DEPARTAMENTO DE SAÚDE PÚBLICA/CCBS
Programa: PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS DA SAÚDE/CCBS
Citação: COSTA, Arthur André Castro da. Efeito de Vismia guianensis (Aubl.) Chosy em Modelo de Sepse Letal induzida por Candida albicans.. 2021. 9 f. Dissertação( Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde/CCBS) - Universidade Federal do Maranhão, São Luis, 2021.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tedebc.ufma.br/jspui/handle/tede/tede/3643
Data de defesa: 2-Jul-2021
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO DE MESTRADO - PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS DA SAÚDE

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação- Arthur André.pdfDissertação de Mestrado273,87 kBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.