???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tedebc.ufma.br/jspui/handle/tede/tede/34
Tipo do documento: Dissertação
Título: PRESSUPOSTOS FILOSÓFICOS DA CRÍTICA HISTÓRICO-PSICOLÓGICA: um comentário à teoria das emoções de Vigotski
Título(s) alternativo(s): PHILOSOPHICAL ASSUMPTIONS OF CRITICAL HISTORY-PSYCHOLOGICAL: a review theory of emotions of Vygotsky
Autor: Freitas, Flávio Luiz de Castro 
Primeiro orientador: MANZKE, José Fernando
Resumo: Investigação sobre os pressupostos filosóficos presentes na hipótese formulada por Vigotski no trabalho intitulado Teoría de las emociones: estudio histórico-psicológico: a filosofia de Espinosa não foi antecessora da teoria organicista das emoções de James-Lange. Para tanto, identificou-se o problema, as hipóteses, a metodologia e a linha argumentativa apresentada por Vigotski no referido texto. Em seguida, tentou-se explicitar a crítica de cunho experimental que o mesmo realiza em relação à teoria de James-Lange, no momento seguinte descreveu-se o argumento de Vigotski acerca dos limites na sustentação teórica dessa teoria. Nesse ponto, buscou-se compreender as razões argumentadas por Vigotski para sustentar que não existe espinosismo na teoria de James-Lange. Por fim, apresentou-se e argumentou-se que Vigotski formula duas hipóteses: uma negativa e outra positiva. Na hipótese negativa, ocorre uma articulação entre As paixões da alma de Descartes, Breve tratado de Deus, do homem e de seu bem-estar e a Ética demonstrada à maneira dos geômetras de Espinosa. Na hipótese positiva, é trabalhada a relação entre Descartes e Malenbrache.
Abstract: Research on the philosophical assumptions of the hypothesis formulated by Vigotski at work entitled Theory of them emociones: studio-historical psychology: the philosophy of Espinosa was not the predecessor of organicist theory of emotion James-Lange. To do so, we identified the problem, hypotheses, methodology and line of argument presented by Vigotski in that text. Then we tried to explain the experimental nature of criticism that it performs in relation to the James-Lange theory, described in the next moment the argument about the limits of Vigotski's theory in support of this theory. At this point, we sought to understand the reasons argued by Vigotski to argue that there espinosism in the James-Lange theory. Finally, appeared and argued that Vigotski formulates two hypotheses: one negative and one positive. Assuming positive, there is a link between the passions of the soul of Descartes, Short Treatise of God, man and his welfare and ethics - demonstrated the manner of geometers of Espinosa. In the upside case is crafted relationship between Descartes and Malenbrache.
Palavras-chave: Emoções
Vigotski
Psicologia
Filosofia
Emotions
Vigotski
Psychology
Philosophy
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::FILOSOFIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade Federal do Maranhão
Sigla da instituição: UFMA
Departamento: Cultura e Sociedade
Programa: PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CULTURA E SOCIEDADE/CCH
Citação: FREITAS, Flávio Luiz de Castro. PHILOSOPHICAL ASSUMPTIONS OF CRITICAL HISTORY-PSYCHOLOGICAL: a review theory of emotions of Vygotsky. 2013. 137 f. Dissertação (Mestrado em Cultura e Sociedade) - Universidade Federal do Maranhão, São Luís, 2013.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tedebc.ufma.br:8080/jspui/handle/tede/34
Data de defesa: 25-Jan-2013
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO DE MESTRADO - PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CULTURA E SOCIEDADE (PGCULT) MESTRADO INTERDISCIPLINAR

Files in This Item:
File SizeFormat 
Dissertacao Flavio.pdf931,56 kBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.