???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tedebc.ufma.br/jspui/handle/tede/tede/3323
Tipo do documento: Dissertação
Título: Padronização de extratos para a obtenção de produto fitoterápico antifúngico de Origanum vulgare L.
Título(s) alternativo(s): Standardization of extracts to obtain an antifungal herbal product from Origanum vulgare L.
Autor: BEZERRA , Samara Araújo 
Primeiro orientador: COUTINHO, Denise Fernandes
Primeiro membro da banca: COUTINHO, Denise Fernandes
Segundo membro da banca: NEIVA, Flávia Maria Mendonça do Amaral
Terceiro membro da banca: MESQUITA, Ludmilla Santos Silva de
Quarto membro da banca: MONTEIRO NETO, Valério Monteiro
Resumo: Dentre as principais doenças infecciosas, a candidíase é considerada oportunista, sendo a enfermidade mais comum ocasionada por fungos. A resistência às terapias antifúngicas é um problema de saúde pública e vem sendo ocasionado pela extensa prescrição desses fármacos associada à baixa adesão ao tratamento, além de terapia repetida ou prolongada. Visando a descoberta de alternativas terapêuticas eficazes, busca-se, nas plantas medicinais, compostos que possam ser empregados nesse contexto, explorando benefícios terapêuticos a partir da grande variedade de metabólitos biologicamente ativos. Este trabalho teve como objetivo padronizar o extrato das folhas da espécie Origanum vulgare L. (Lamiaceae – orégano), para subsidiar a elaboração de um produto de uso vaginal, contribuindo na obtenção de alternativas para o tratamento de candidíase vulvovaginal. Folhas secas de Origanum vulgare L. foram coletadas na Universidade Federal do Maranhão, cidade de São Luís, Maranhão e submetidas a três diferentes métodos de extração: maceração, percolação e soxhlet, utilizando para cada extração os hidromódulos: 1:8, 1:10 e 1:12. Os extratos obtidos foram avaliados qualitativamente empregando-se testes fitoquímicos, quanto ao teor de flavonoides e polifenóis e foram submetidos a avaliação de seu potencial antifúngico frente cepas de Candida. A extração por Sohxlet, hidromódulo 1:10 apresentou 41,11% de rendimento, enquanto a triagem fitoquímica evidenciou variações nos constituintes, presença de polifenóis e taninos em diferentes concentrações para os extratos testados, indicando também atividade antioxidante diferenciada que pode corroborar com o mecanismo antifúngico. A cromatografia líquida apontou nove principais picos, entre eles ácido rosmarínico, definido como marcador analítico. Todos os extratos apresentaram atividade fungistática. A partir dos resultados, com o objetivo de padronizar o processo de extração, foi escolhido extrato obtido por soxhlet 1:10, que apresentou melhores resultados fitoquímicos e antifúngicos, além de rendimento superior. Com o extrato padronizado foi elaborado bioproduto piloto, na forma farmacêutica de óvulos à 5%, tendo demonstrado boa estabilidade por 20 dias. Dessa forma, demonstrou-se o processo de obtenção de um extrato das folhas de Origanum vulgare além de formulações estáveis para uso terapêutico, portanto, uma alternativa promissora no tratamento de candidíase vulvovaginal.
Abstract: Among the main infectious diseases, candidiasis is considered opportunistic, being the most common disease caused by fungi. Resistance to antifungal therapies is a public health problem and has been caused by the extensive prescription of these drugs associated with low adherence to treatment, in addition to repeated or prolonged therapy. In order to discover effective therapeutic alternatives, medicinal plants are sought for compounds that can be used in this context, exploring therapeutic benefits from the wide variety of biologically active metabolites. This work aimed to standardize the extract of the leaves of the species Origanum vulgare L. (Lamiaceae - oregano), to subsidize the elaboration of a product for vaginal use, contributing to obtain alternatives for the treatment of vulvovaginal candidiasis. Dry leaves of Origanum vulgare L. were collected at the Federal University of Maranhão, city of São Luís, Maranhão and submitted to three different extraction methods: maceration, percolation and soxhlet, using hydromodules for each extraction: 1: 8, 1:10 and 1:12. The extracts obtained were evaluated qualitatively using phytochemical tests, regarding the content of flavonoids and polyphenols and were subjected to evaluation of their antifungal potential against strains of Candida. Extraction by Sohxlet, hydromodule 1:10 showed 41.11% yield, while phytochemical screening showed variations in constituents, presence of polyphenols and tannins in different concentrations for the tested extracts, also indicating differentiated antioxidant activity that may corroborate with the mechanism antifungal. Liquid chromatography showed nine main peaks, including rosmarinic acid, defined as an analytical marker. All extracts showed fungistatic activity. From the results, in order to standardize the extraction process, an extract obtained by soxhlet 1:10 was chosen, which presented better phytochemical and antifungal results, in addition to superior yield. With the standardized extract, a pilot bioproduct was prepared, in the pharmaceutical form of eggs at 5%, having demonstrated good stability for 20 days. Thus, it was demonstrated the process of obtaining an extract of the leaves of Origanum vulgare in addition to stable formulations for therapeutic use, therefore, a promising alternative in the treatment of vulvovaginal candidiasis.
Palavras-chave: Candidíase
Óvulo vaginal
Orégano
Antioxidante
Ácido rosmarínico
Candidiasis
Vaginal ovum
Oregano
Antioxidant
Rosmarinic acid
Área(s) do CNPq: Ciências da Saúde
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal do Maranhão
Sigla da instituição: UFMA
Departamento: DEPARTAMENTO DE FARMÁCIA/CCBS
Programa: PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS DA SAÚDE/CCBS
Citação: BEZERRA , Samara Araújo. Padronização de extratos para a obtenção de produto fitoterápico antifúngico de Origanum vulgare L.. 2021. 74 f. Dissertação (Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde/CCBS) - Universidade Federal do Maranhão, São Luís, 2021.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tedebc.ufma.br/jspui/handle/tede/tede/3323
Data de defesa: 28-Jan-2021
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO DE MESTRADO - PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS DA SAÚDE

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
SAMARA-BEZERRA.pdfDissertação de Mestrado1,48 MBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.