???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tedebc.ufma.br/jspui/handle/tede/tede/3062
Tipo do documento: Tese
Título: Telessaúde: uma ferramenta de educação permanente em saúde para os profissionais da atenção básica do Estado do Maranhão
Título(s) alternativo(s): Telehealth: a permanent health education tool for primary care professionals in the State of Maranhão
Autor: NEVES, Ariane Cristina Ferreira Bernardes 
Primeiro orientador: COIMBRA, Liberata Campos
Primeiro membro da banca: COIMBRA, Liberata Campos
Segundo membro da banca: HADDAD, Ana Estela
Terceiro membro da banca: PACHECO , Marcos Antonio Barbosa
Quarto membro da banca: SIMÕES, Vanda Maria Ferreira
Quinto membro da banca: LAMY, Zeni Carvalho
Resumo: O estudo buscou avaliar o Telessaúde como ferramenta de Educação Permanente em Saúde (EPS) para os profissionais da Atenção Básica (AB) do Estado do Maranhão. Trata-se de uma pesquisa do tipo avaliativa com abordagem quantitativa e qualitativa. No artigo 1 foram avaliados indicadores de utilização dos serviços ofertados pelo Núcleo Estadual de Telessaúde do HUUFMA, na sua relação com a EPS, por meio de dados secundários da Plataforma Nacional de Telessaúde do Brasil, referente aos anos de 2015 e 2016. Foram calculadas a taxa de utilização mensal do sistema e a média mensal de solicitações por município e unidade básica de saúde. As teleconsultorias foram descritas quanto ao profissional solicitante, assuntos mais solicitados, satisfação e resolutividade das respostas. No período do estudo foram realizadas 13.976 teleconsultorias oriundas de 47 municípios, a maioria de pequeno porte e com baixo Índice de Desenvolvimento Humano Municipal. A média de utilização geral das teleconsultorias e a taxa de utilização mensal por município e unidade de saúde foram superiores às encontradas na literatura. Os enfermeiros e os agentes comunitários de saúde foram os profissionais mais ativos e informaram ter suas dúvidas atendidas. No artigo 2 foi realizado a análise da percepção de profissionais de saúde da AB do Estado do Maranhão sobre o uso do Telessaúde como uma ferramenta de EPS. A coleta foi realizada no município de Caxias-MA, em junho de 2018. A amostra foi intencional, sendo composta por 21 profissionais de saúde das equipes da AB. Os dados foram coletados mediante entrevista aberta individual e analisados por meio da Análise de Conteúdo, que revelou três categorias temáticas: renovando conhecimento com responsabilidade, segurança e baseada em evidências científicas; compartilhando conhecimento e diminuindo o isolamento profissional na AB e; barreiras para o uso dos serviços do Telessaúde e para a implementação da EPS. Os resultados retrataram a contribuição do Telessaúde na melhoria do atendimento, com mudanças nas práticas de trabalho, orientação de casos clínicos funcionando com uma segunda-opinião e na evitação de encaminhamentos a outros especialistas. Reflete ainda o apoio no processo de EPS das equipes, entretanto existem barreiras para a sua utilização. Concluiu-se com os indicadores de utilização do Núcleo de Telessaúde do HUUFMA que o serviço é sustentável, com potencial para apoiar a AB e ser utilizado como ferramenta de EPS. Recomenda-se a sensibilização e capacitação dos profissionais e, em especial, dos gestores municipais, a fim de tornar o Telessaúde de uso multiprofissional, diário e contínuo na sua totalidade.
Abstract: The study aimed to evaluate Telehealth as a tool for Permanent Health Education (EPS) for Primary Care (AB) workers from the State of Maranhão. This is an evaluative research with quantitative and qualitative approach. In article 1 the indicators of utilization of the services offered by the State Program of Telehealth of HUUFMA, in its relation with EPS, were evaluated through secondary data from the Brazilian National Telehealth Platform for the years 2015 and 2016. The monthly system usage rate and the mean monthly request rate per municipality and primary health care unit were calculated. Teleconsultations were described regarding the requester’s profession, most frequent topics, satisfaction with the response provided, and resolvability of responses. During the study period, 13 976 teleconsultations from 47 municipalities were small and had low Municipal Human Development Index. The mean overall usage rate and the monthly usage rate by municipality and unit were higher than those reported in the literature. Nurses and Community Health Workers were the most active professionals and reported having their question was answered. In article 2, the analysis of the health professionals' perception of PHC in the State of Maranhão on the use of telehealth as an EPS tool was performed. The collection was held in the city of Caxias-MA, in June 2018. The sample was intentional, being composed of 21 health professionals from the AB teams. Data were collected through individual open interviews and analyzed through Content Analysis, which revealed three thematic categories: renewing knowledge responsibly, safely and based on scientific evidence; sharing knowledge and reducing professional isolation in AB and; barriers to the use of telehealth services and the implementation of EPS. The results portrayed the contribution of Telehealth in improving care, with changes in working practices, clinical case guidance working with a second opinion, and avoiding referrals to other specialists. As well as support in the teams' EPS process, however, there are barriers to its use. It was concluded with the use indicators of the HUUFMA Telehealth Program that the service is sustainable, with the potential to support AB and to be used as an EPS tool. Sensitization and training of professionals and, in particular, municipal managers is recommended, in order to make Telehealth multi-professional, daily and continuous in its entirety.
Palavras-chave: Telemedicina
Educação continuada
Educação a distância
Atenção primária à saúde
Telemedicine
Education Continuing
Education Distance
Primary health care
Área(s) do CNPq: Educação Permanente
Saúde Coletiva
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal do Maranhão
Sigla da instituição: UFMA
Departamento: DEPARTAMENTO DE ENFERMAGEM/CCBS
Programa: PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM SAÚDE COLETIVA/CCBS
Citação: NEVES, Ariane Cristina Ferreira Bernardes. Telessaúde: uma ferramenta de educação permanente em saúde para os profissionais da atenção básica do Estado do Maranhão. 2019. 108 f. Tese (Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva/CCBS) - Universidade Federal do Maranhão, São Luís, 2019.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tedebc.ufma.br/jspui/handle/tede/tede/3062
Data de defesa: 18-Dec-2019
Appears in Collections:TESE DE DOUTORADO - PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM SAÚDE COLETIVA

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ArianeNeves.pdfTese de Doutorado11,87 MBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.