???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tedebc.ufma.br/jspui/handle/tede/tede/3049
Tipo do documento: Tese
Título: Acidentes de trabalho com exposição a material biológico no Brasil: qualidade de informações, tendência temporal e distribuição espacial
Título(s) alternativo(s): Work accidents with exposure to biological material in the Brazil: quality of information, temporal trend and spatial distribution
Autor: GOMES, Sâmea Cristina Santos 
Primeiro orientador: CALDAS, Arlene de Jesus Mendes
Primeiro membro da banca: CALDAS, Arlene de Jesus Mendes
Segundo membro da banca: SILVA, Tereza Cristina
Terceiro membro da banca: SANTOS, Elisangela Milhomem dos
Quarto membro da banca: SANTOS, Alcione Miranda dos
Quinto membro da banca: OLIVEIRA, Bruno Luciano Carneiro Alves de
Resumo: Introdução: Os acidentes de trabalho com exposição a material biológico (ATEMB) são caracterizados como lesões corporais que envolvem o contato direto com sangue e fluidos orgânicos no ambiente de trabalho, afetando principalmente os profissionais de saúde. Objetivo: Analisar a qualidade de dados no sistema de informação, o perfil epidemiológico dos casos e a distribuição espaço-temporal dos ATEMB entre profissionais de saúde, ocorridos no Brasil. Métodos: Trata-se de um estudo ecológico realizado com todos os casos de ATEMB em profissionais de saúde notificados no Sistema de Informação de Agravos de Notificação (SINAN) no período de 2010-2016. Para o estudo da qualidade dos dados disponibilizados no SINAN sobre os ATEMB utilizou-se as dimensões da qualidade dos dados que incluíram a acessibilidade, a oportunidade e a completude. Para o estudo do perfil epidemiológico dos casos de ATEMB entre profissionais de saúde no Brasil, realizou-se uma análise descritiva dos dados, por meio de cálculos das frequências absolutas e percentuais para representar os casos de ATEMB entre profissionais de saúde. Para o estudo da análise temporal, as incidências foram calculadas para cada ano em três unidades de análise: o Brasil, as regiões e as Unidades Federativas (UF) sendo estas padronizadas pelo método direto. Utilizou-se o modelo de regressão linear generalizada de Prais-Winsten que permitiu avaliar as variações como crescentes, decrescentes ou estáveis, a partir da análise da medida de crescimento e do nível de significância (p < 0,05). Para o estudo de análise espacial, utilizou-se como unidade de análise os municípios e a incidência foi calculada para cada ano do estudo. As incidências brutas foram ajustadas pelo método bayesiano empírico local. Os Índices de Moran Global e Local foram calculados para observar a existência de autocorrelação espacial dos casos de ATEMB e para delimitação de aglomerados de alto e baixo risco. As análises estatísticas foram realizadas nos softwares Stata® versão 14.0 e GeoDa versão 1.10. Todos os mapas foram construídos no software QGIS 3.6.0. Resultados: Artigo 1: Foi constatado que as informações são acessíveis e oportunas, com defasagem do ano vigente em relação ao início do estudo. O SINAN-ATEMB apresentou elevado percentual de dados incompletos nas variáveis: escolaridade, tempo de trabalho na ocupação, material orgânico, status sorológico do acidentado e do paciente-fonte, condutas adotadas, evolução do caso e emissão da Comunicação de Acidente de Trabalho (CAT). Artigo 2: uma maior ocorrência desses acidentes foi observada na população feminina, na faixa etária entre 25-31 anos, com 12 anos ou mais de escolaridade. Os auxiliares e técnicos de enfermagem foram os mais acometidos (64,71%); As circunstâncias do acidente indicam que o sangue foi o material biológico mais envolvido nos acidentes (74,93%) por meio da via percutânea (75,33%), com a agulha sendo o principal agente causador (57,59%), 29,71% não utilizavam luvas no momento do acidente. As condutas adotadas pós-exposição foram de acordo com o recomendado pelo Ministério da Saúde, contudo, 1,12% recusaram a quimioprofilaxia indicada. Artigo 3: A maior taxa de incidência no país (16,84 acidentes por mil profissionais/ano) foi observada no ano 2014. Na análise por regiões do país, as maiores incidências ocorreram nas regiões Centro-Oeste, Sul e Sudeste. Na análise por UF, as maiores incidências foram encontradas em Roraima, Rio Grande do Norte, Alagoas, Goiás, Minas Gerais, São Paulo, Paraná e Santa Catarina. Observou-se tendência estável na taxa de incidência de ATEMB entre profissionais de saúde no país de modo geral. Artigo 4: Os ATEMB entre profissionais de saúde se distribuíram de forma heterogenea nos municipios brasileiros, sendo que esta distribuição não se deu de forma aleatória, existindo aglomerados de alto risco principalmente nas regiões Centro-Oeste, Sudeste e Sul do país e baixo risco de nas regiões Norte e Nordeste. Conclusões: Os ATEMB afetam desproporcionalmente os profissionais de saúde no Brasil, e a observação das desigualdades regionais, para o entendimento da ocorrência desses acidentes expõe a importância do espaço geográfico e da dinâmica social na definição de lugares com capacidade de manutenção desse agravo. Essa observação deve ser levada em conta na organização de ações estratégicas para redução do número de acidentes de trabalho, no planejamento da oferta de educação permanente em saúde, gerando impacto positivo no registro dos acidentes no sistema de informação, e diminuindo a subnotificação dos casos.
Abstract: Introduction: Accidents at work with exposure to biological material (ATEMB) are characterized as bodily injuries involving direct contact with blood and organic fluids in the work environment, affecting mainly health professionals. Objective: To analyze the data quality in the information system, the epidemiological profile of the cases, and the spatialtemporal distribution of the ATEMB among health professionals in Brazil. Methods: This is an ecological study carried out with all the cases of ATEMB in health professionals notified in the Notification of Injury Information System (SINAN) in the period 2010-2016. In order to study the quality of the data available in SINAN on the ATEMB, the data quality dimensions that included accessibility, timeliness and completeness were used. A descriptive analysis of the data was carried out in order to study the epidemiological profile of ATEMB cases among health professionals in Brazil, by means of calculations of absolute and percentage frequencies to represent the cases of ATEMB among health professionals. For the study of the temporal analysis, the incidences were calculated for each year in three units of analysis: Brazil, the regions and the Federative Units (UF) being these standardized by the direct method. The Prais- Winsten generalized linear regression model was used to evaluate the growth, decreasing or stable variations from the analysis of the growth measure and the level of significance (p <0.05). For the spatial analysis study, the municipalities were used as the unit of analysis and the incidence was calculated for each year of the study. Gross incidences were adjusted by the local empirical Bayesian model. The Moran Global and Local Indices were calculated to observe the existence of spatial autocorrelation of ATEMB cases and to delimit high and low risk clusters. Statistical analyzes were performed in Stata® software version 14.0 and GeoDa version 1.10. All maps were built in QGIS 3.6.0 software. Results: Article 1: It was verified that the information is accessible and opportune, with lag of the current year in relation to the beginning of the study. SINAN-ATEMB presented a high percentage of incomplete data in the variables: schooling, working time in the occupation, organic material, serological status of the injured and the source patient, adopted behaviors, evolution of the case and issue of the Work Accident Notice ). Article 2: a greater occurrence of these accidents was observed in the female population, in the age group between 25-31 years, with 12 years or more of schooling. Nursing assistants and technicians were the most affected (64.71%); Accident circumstances indicate that blood was the biological material most involved in accidents (74.93%) through the percutaneous route (75.33%), with the needle being the main causative agent (57.59%), 29 , 71% did not wear gloves at the time of the accident. The procedures adopted after the exposure were as recommended by the Ministry of Health, however, 1.12% refused the indicated chemoprophylaxis. Article 3: The highest incidence rate in the country (16.84 accidents per thousand professionals / year) was observed in 2014. In the analysis by region of the country, the highest incidence occurred in the Midwest, South and Southeast regions. In the UF analysis, the highest incidence was found in. There was a stable trend in the incidence rate of ATEMB among health professionals in the country in general. Article 4: ATEMB among health professionals were distributed in a heterogeneous way in the Brazilian municipalities, and this distribution was not random, with high-risk agglomerates mainly in the Center-West, Southeast and South regions of the country and low risk of in the North and Northeast regions. Conclusions: ATEMB disproportionately affects health professionals in Brazil, and the observation of regional inequalities, in order to understand the occurrence of these accidents, exposes the importance of geographic space and social dynamics in the definition of places with capacity to maintain this aggravation. This observation must be taken into account in the organization of strategic actions to reduce the number of work accidents, in the planning of the offer of permanent education in health, generating positive impact in the registry of accidents in the information system, and reducing underreporting of cases.
Palavras-chave: Acidentes de trabalho
Exposição a material biológico
Profissionais de saúde
Estudo de séries temporais
Análise espacial
Accidents at work
Exposure to biological material
Health professionals
Time series study
Spatial analysis
Área(s) do CNPq: Higiene e Segurança do Trabalho
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal do Maranhão
Sigla da instituição: UFMA
Departamento: DEPARTAMENTO DE ENFERMAGEM/CCBS
Programa: PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM SAÚDE COLETIVA/CCBS
Citação: GOMES, Sâmea Cristina Santos. Acidentes de trabalho com exposição a material biológico no Brasil: qualidade de informações, tendência temporal e distribuição espacial. 2019.158 f. Tese (PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM SAÚDE COLETIVA/CCBS) - Universidade Federal do Maranhão, São Luís, 2019.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tedebc.ufma.br/jspui/handle/tede/tede/3049
Data de defesa: 19-Dec-2019
Appears in Collections:TESE DE DOUTORADO - PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM SAÚDE COLETIVA

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
SâmeaGomes.pdfTese de Doutorado2,41 MBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.