???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tedebc.ufma.br/jspui/handle/tede/tede/3043
Tipo do documento: Dissertação
Título: Relação neutrófilos/linfócitos e relação plaquetas/linfóticos como marcadores de inflamação em pacientes renais crônicos não dialíticos
Título(s) alternativo(s): Neutrophil / lymphocyte relationship and platelet / lymph relationship as markers of inflammation in chronic non-dialysis renal patients
Autor: BRITO, Gysllene de Melo Coêlho 
Primeiro orientador: SALGADO FILHO, Natalino
Primeiro coorientador: MONTEIRO, Sally Cristina Moutinho
Primeiro membro da banca: SALGADO FILHO, Natalino
Segundo membro da banca: MONTEIRO, Sally Cristina Moutinho
Terceiro membro da banca: LIMA , Renata Monteiro
Quarto membro da banca: FRANÇA, Ana Karina Teixeira da Cunha
Quinto membro da banca: FONTENELE, Andréa Martins Melo
Resumo: Introdução: A Relação Neutrófilo-Linfócito (RNL) e a Relação Plaqueta-Linfócito (RPL) são novos biomarcadores inflamatórios usados como fatores prognósticos em várias doenças, como câncer e doenças cardiovasculares, mas pouco estudados em doenças renais. Esse estudo objetivou avaliar a melhor sensibilidade e especificidade da RNL e RPL como marcadores da inflamação em pacientes com Doença Renal Crônica (DRC) em tratamento conservador. Métodos: Para implementar esta análise realizamos um estudo transversal prospectivo envolvendo 85 indivíduos com DRC em diferentes estágios da DRC realizado no Centro de Prevenção de Doenças Renais do Hospital Universitário da Universidade Federal do Maranhão entre setembro de 2016 a agosto de 2017. O estudo incluiu pacientes diagnosticados com DRC, não dialíticos, em tratamento conservador, com idade maior ou igual a 18 anos. Todos tiveram suas amostras de sangue coletadas para realização de exame de Proteína C Reativa ultrassensível (PCRus). Foram divididos em dois grupos: presença e ausência de inflamação baseado no valor de PCRus (<0,5mg/dL). Os cálculos para RNL e RPL foram realizados a partir do número absoluto de neutrófilos, linfócitos e plaquetas, e foram comparadas entre elas e com a Proteína C Reativa ultrassensível (método padrão-ouro). Resultados: Um total de 85 indivíduos foi incluído no estudo, entre os quais 60% tinham mais de 60 anos de idade e 55,29% eram do sexo feminino. A mediana da RNL foi de 2,11 (1,41 – 3.36) e da RPL foi de 121,95 (94.72 – 157,45). Os valores de RNL e a RPL tiveram diferença estatisticamente significativa entre pacientes com e sem inflamação (p= 0,045; p=0,004, respectivamente) entretanto em relação ao método padrão ouro, apenas a RPL mostrou correlação positiva significativa com o PCRus (p=0,015). O melhor ponto de corte da RNL para detectar inflamação foi 1,98 com 76,19% de sensibilidade e 48,44% de especificidade, e o melhor ponto de corte da RPL foi 116,07, com 85,71% de sensibilidade e 51,56% de especificidade. A área sob a curva da RPL foi melhor que a RNL (0,71 vs 0,64) para essa população. Conclusões: A RPL teve melhor correlação com o PCR e melhor sensibilidade e especificidade para detectar inflamação em pacientes renais crônicos em tratamento conservador.
Abstract: Introduction: Neutrophil-Lymphocyte Relationship (NLR) and Platelet-Lymphocyte Relationship (PLR) are surrogate marker of inflammation and has been widely studied in malignancies, hypertension, heart and vascular diseases. This study aimed to evaluate the better sensitivity and specificity of NLR and PLR as markers of inflammation in patients with Chronic Kidney Disease (CKD) under conservative treatment. Methods: To implement this analysis we carried out a prospective cross-sectional study involving 85 individuals with CKD in different stages of CKD accompanied at the Kidney Diseases Prevention Center of the University Hospital of the Federal University of Maranhão between September 2016 and August 2017. The study included patients diagnosed with non-dialysis CKD, conservative treatment, aged 18 years and over. Blood samples collected for the C-Reactive Protein. They were divided into two groups: presence and absence of inflammation based on CRPus value (<0.5mg/dL). The calculations for NLR and PLR were performed from the absolute number of neutrophils, lymphocytes and platelets, and were compared between them and with CRPus (gold standard method). Results: A total of 85 subjects were included in the study, of which 60% were over 60 years old and 55.29% were female. The median NLR was 2.11 (1.41 - 3.36) and the PLR was 121.95 (94.72 - 157.45). RNL and RPL values were statistically significant between patients with and without inflammation (p = 0.045; p = 0.004, respectively). However, in relation to the gold standard method, only the LPL showed a significant positive correlation with CRPus (p = 0.015). The best cut off point for NLR to detect inflammation was 1.98 with 76.19% sensitivity and 48.44% specificity, and the best cutoff point for PLR was 116.07, with 85.71% sensitivity and 51.56% specificity. The area under the PLR curve was better than the NLR (0.71 vs 0.64) for this population. Conclusion: PLR had a better correlation with CRPus and was better sensitivity and specificity to detect inflammation in chronic renal patients undergoing conservative treatment.
Palavras-chave: Doença renal crônica
Inflamação
Relação neutrófilo/linfócito
Relação plaquetas/linfócito
Chronic kidney disease
Inflammation
Neutrophil / lymphocyte ratio
Platelet / lymphocyte ratio
Área(s) do CNPq: Nefrologia
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal do Maranhão
Sigla da instituição: UFMA
Departamento: DEPARTAMENTO DE MEDICINA I/CCBS
Programa: PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM SAÚDE DO ADULTO E DA CRIANÇA/CCBS
Citação: BRITO, Gysllene de Melo Coêlho. Relação neutrófilos/linfócitos e relação plaquetas/linfóticos como marcadores de inflamação em pacientes renais crônicos não dialíticos. 2019. 66 f. Dissertação (Programa de Pós-Graduação em Saúde do Adulto e da Criança/CCBS) - Universidade Federal do Maranhão, São Luís, 2019.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tedebc.ufma.br/jspui/handle/tede/tede/3043
Data de defesa: 13-Sep-2019
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO DE MESTRADO - PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM SAÚDE DO ADULTO

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
GYSLLENEBRITO.pdfDissertação de Mestrado1,11 MBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.