???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tedebc.ufma.br/jspui/handle/tede/tede/2853
Tipo do documento: Dissertação
Título: RESISTÊNCIA INSULÍNICA E RISCO CARDIOVASCULAR ASSOCIADOS ÀS DOENÇAS PERIODONTAIS EM ADOLESCENTES.
Título(s) alternativo(s): Insulin resistance and cardiovascular risk associated with periodontal diseases in adolescents,
Autor: LADEIRA, Lorena Lúcia Costa 
Primeiro orientador: ALMEIDA, Cecília Cláudia Costa Ribeiro de
Primeiro membro da banca: ALMEIDA, Cecília Cláudia Costa Ribeiro de
Segundo membro da banca: CARMO, Cadidja Dayane Sousa do
Terceiro membro da banca: LOPES, Fernanda Ferreira
Resumo: Introdução: As doenças periodontais (DP) vêm sendo consistentemente associadas à resistência insulínica e às doenças cardiovasculares em adultos e, considerando que pouco se conhece sobre os mecanismos subjacentes que ligam essas alterações, o presente estudo teve como objetivo estimar a associação entre parâmetros de resistência insulínica e risco cardiovascular em adolescentes, através da modelagem de equações estruturais. Método: Estudo observacional transversal realizado em São Luís, Maranhão, Brasil, no período de janeiro de 2014 a julho de 2016, com amostragem aleatória complexa, representativa de escolares matriculados na rede pública estadual de São Luís, sendo aplicada em três estágios: 1ºestágio- escola; 2º estágio- turma e 3º estágio – aluno. A amostra foi formada por 405 adolescentes de 17 e 18 anos de idade. A coleta de dados foi composta por aplicação de questionário sociodemográfico, avaliação antropométrica, exames sanguíneos e exame odontológico. Os dados foram analisados por modelagem de equações estruturais, com a construção de variáveis latentes com base nas cargas fatoriais convergentes que formaram cada variável latente em análise fatorial exploratória (AFE). Posteriormente foram validadas por meio de análise fatorial confirmatória (AFC), utilizando-se o software Mplus versão 7.0. Resultados: Adolescentes com maior extensão das DP apresentaram maiores níveis de resistina (CP=0.152; p=0.024) e da razão triglicérides/HDL (CP=0.141; p=0.022). Conclusão: A construção das variáveis latentes permitiu a observação das relações propostas nos modelos teóricos do presente estudo. Os bons construtos formados foram capazes de demonstrar algumas associações esperadas, considerando ainda a possibilidade de redução do erro de mensuração na definição das variáveis e a menor probabilidade de erro do tipo II (falso negativo), devido à análise de modelagem de equações estruturais realizada no presente estudo. Níveis mais elevados de resistina sérica e de TG/HDL-C foram associados à DP em adolescentes, atuando como indicadores de risco futuro à resistência insulínica e às doenças cardiovasculares. Essas doenças e as DP possuem fatores de risco metabólicos comuns em fases precoces do ciclo vital.
Abstract: Introduction: Periodontal disease (PD) is again consistently associated with insulin resistance and cardiovascular and adult disease, when it is associated with progesterone syndrome. The cardiovascular risk in adolescents, using modeling of architectural equations. Method: Cross-sectional observational study carried out in São Luís, Maranhão, Brazil, in January 2014, July 2016. The random series is representative of students enrolled in the public network of São Luís, being applied in three stages: 1st stage - school; 2nd stage - class and 3rd stage - student. The date was formed by 405 adolescents of 17 and 18 years of age. Data were collected through a sociodemographic, nutritional (anthropometry), blood test, adipokine reading and dental examination questionnaire. The data were found to model equations as, with a latent variable construction based on the convergent factorial variables that form each latent variable in the exploratory factorial analysis (AFE). Later, they were validated by means of confirmatory factorial analysis (AFC), using software Mplus version 7.0. Results: Adolescents with greater extension of periodontal diseases have higher levels of resistance (PC = 0.152, p = 0.024) and triglycerides / HDL (CP = 0.141; p = 0.022). Conclusion: Topics of teaching models of the present study. The good constructs formed were able to secure some expected debts, although they continue to have a chance of error, with modeling analysis of non-study prospective equations. Levels more resistant to the disease and TG/HDL were denominated PD in adolescents, acting as responsible for the future risk to insulin resistance and cardiovascular diseases. These diseases and PDs have common metabolic risk parameters in the early stages of the life cycle.
Palavras-chave: Doença periodontal;
Resistência Insulínica;
Risco cardiovascular;
Adolescentes
Periodontal disease;
Insulin resistance;
Cardiovascular risk;
Teenagers
Área(s) do CNPq: Odontologia Social e Preventiva.
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal do Maranhão
Sigla da instituição: UFMA
Departamento: DEPARTAMENTO DE ODONTOLOGIA II/CCBS
Programa: PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ODONTOLOGIA/CCBS
Citação: LADEIRA, Lorena Lúcia Costa. Resistência insulínica e risco cardiovascular associados às doenças periodontais em adolescentes.. 2018. 103 folhas. Dissertação( Programa de Pós-Graduação em Odontologia/CCBS) - Universidade Federal do Maranhão, São Luís.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tedebc.ufma.br/jspui/handle/tede/tede/2853
Data de defesa: 14-Nov-2018
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO DE MESTRADO - PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ODONTOLOGIA

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Lorena Lúcia.pdf1,23 MBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.