???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tedebc.ufma.br/jspui/handle/tede/tede/2763
Tipo do documento: Dissertação
Título: DISTRIBUIÇÃO ESPAÇO – TEMPORAL DOS CASOS DE HANSENÍASE EM MENORES DE 15 ANOS, NO MUNICÍPIO DE SÃO LUÍS – MA NO PERÍODO DE 2014 A 2017.
Título(s) alternativo(s): Space-temporal distribution of cases of hanseníase under 15 years in the municipality of São Luís-MA in the period from 2014 to 2017.
Autor: CARDOSO, Luciane Sousa Pessoa 
Primeiro orientador: AQUINO, Dorlene Maria Cardoso de
Primeiro coorientador: RANGEL, Maurício Eduardo Salgado
Primeiro membro da banca: AQUINO, Dorlene Maria Cardoso de
Segundo membro da banca: RANGEL, Maurício Eduardo Salgado
Terceiro membro da banca: PAIVA, Maria de Fátima Lires
Quarto membro da banca: CORREA, Rita da Graça Carvalhal Frazão
Quinto membro da banca: PINHEIRO, Juarez Mota
Resumo: A hanseníase tem como agente etiológico o Mycobacterium leprae, e se constitui como problema de saúde pública em várias partes do mundo, inclusive no Brasil e no município de São Luís, MA. Os menores de 15 anos são mais susceptíveis a adquirir a infecção caso tenham contato com os sujeitos bacilíferos e por isso são considerados mais vulneráveis. A distribuição geográfica da doença é feita levando em consideração os agrupamentos espaciais, estendidos como aquelas áreas com maior risco, onde se encontra a maioria dos casos. Objetivo do estudo foi analisar a distribuição espaço-temporal dos casos de hanseníase em menores de 15 anos notificados como casos novos no município de São Luís, no período de 2014 a 2017. Estudo ecológico sobre tendências espaciais, observacional e descritivo com análise multitemporal e variáveis agregadas por Distritos Sanitários de São Luís, MA, com coleta de dados realizada entre os meses de janeiro a junho de 2018, a partir de prontuários, do livro de registro e das fichas do Sistema de Informação de Agravos de Notificação (SINAN) da vigilância sanitária. Os dados foram analisados por meio de detecção de agrupamentos espaciais e estimativa bayesiana empírica local. Foi detectado 1 agrupamento de risco alto (RR=3,37), a 10% da população de risco, sendo que apenas um agrupamento foi considerado como primário e de alto risco com um total de 52 casos em < 15 anos. O RR demonstrou que o DS da Cohab apresentouse com valor bastante elevado e superior a 1,0 (1,57 a 3,37) e para os aglomerados analisados, o risco variou de 0,21 a 3,37. Na avaliação da taxa bruta, foi detectado os DS’s hiperendêmicos, sendo eles, Centro e Cohab (2014); Centro, Cohab e Itaqui Bacanga (2015); Centro (2016) e Centro e Itaqui Bacanga (2017) com taxas >8,00/100.000hab. Quando analisado a distribuição das taxas suavizadas pelo estimador bayesiano empírico global, a Cohab (2014); Itaqui Bacanga, Centro e Cohab (2015); Centro (2016 e 2017) apresentaram-se como hiperendêmicos. Identificou-se um predomínio dos casos multibacilares, havendo uma maior predominância no DS do Itaqui Bacanga em 2016. Com relação a forma clínica, a dimorfa foi a com maior percentual (58,5%), seguida da tuberculóide, indeterminada e virchowiana. Conclui-se que os DS’s apresentam elevados números de casos novos em menores de 15 anos, muitos deles sendo classificados como hiperendêmicos, o que demonstra um potencial de transmissão recente da endemia no município.
Abstract: Mycobacterium leprae is the etiological agent of leprosy, and it is a public health problem in several parts of the world, including Brazil and the municipality of São Luís, MA. Children under 15 are more likely to get the infection if they have contact with the bacilliferous subjects and are therefore considered more vulnerable. he geographical distribution of the disease is made taking into account the spatial groupings, extended as those areas with greater risk, where the majority of the cases are found. The objective of this study was to analyze the spatial-temporal distribution of leprosy cases in children under 15 years of age reported as new cases in the municipality of São Luís, from 2014 to 2017. Ecological study on spatial trends, observational and descriptive with multitemporal analysis and variables aggregated by Sanitary Districts of São Luís, MA, with data collection performed from January to June of 2018, from medical records, log book and (SINAN) of sanitary surveillance. The data were analyzed through the detection of spatial groupings and local empirical Bayesian estimation. A high risk grouping (RR = 3.37) was detected, at 10% of the risk population, and only one group was considered primary and high risk with a total of 52 cases in <15 years. The RR showed that the Cohab DS presented a very high value and higher than 1.0 (1.57 to 3.37) and for the agglomerates analyzed ranged from 0.21 to 3.37. In the evaluation of the gross rate, hyperendemic SDs were detected, being in 2014 (Center and Cohab); 2015 (Centro, Cohab and Itaqui Bacanga); 2016 (Center) and 2017 (Center and Itaqui Bacanga) with rates> 8.00 / 100.000hab. When analyzing the distribution of smoothed rates by the Bayesian Empirical Global estimator, Cohab (2014); Itaqui Bacanga, Center and Cohab (2015); Center (2016 and 2017) presented as hyperendemic. A predominance of multibacillary cases was identified, with a higher prevalence in 2016 in the DS of Itaqui Bacanga. Regarding the clinical form, the dimorph was the one with the highest percentage (58.5%), followed by tuberculoid, indeterminate and virchowian. It is concluded that DSs present high numbers of new cases in children under 15 years, many of them being classified as hyperendemic, which shows a potential for the recent transmission of the endemic disease in the municipality.
Palavras-chave: Hanseníase;
Distribuição espaço-temporal;
Saúde coletiva
Área(s) do CNPq: Saúde Publica.
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal do Maranhão
Sigla da instituição: UFMA
Departamento: DEPARTAMENTO DE ENFERMAGEM/CCBS
Programa: PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM/CCBS
Citação: CARDOSO, Luciane Sousa Pessoa. Distribuição espaço – temporal dos casos de hanseníase em menores de 15 anos, no município de São Luís – MA no período de 2014 a 2017.. 2019. 70 folhas. Dissertação(Programa de Pós-Graduação em Enfermagem/CCBS) - Universidade Federal do Maranhão, São Luís.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tedebc.ufma.br/jspui/handle/tede/tede/2763
Data de defesa: 27-Feb-2019
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO DE MESTRADO - PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Luciane Sousa P.C..pdfDissertação de Mestrado.3,01 MBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.