???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tedebc.ufma.br/jspui/handle/tede/tede/2666
Tipo do documento: Dissertação
Título: EFEITO DO TREINAMENTO FÍSICO NA FADIGA E AUTOESTIMA EM MULHERES COM CÂNCER DE MAMA.
Título(s) alternativo(s): EFFECT OF PHYSICAL TRAINING IN FATIGUE AND SELF-ESTEEM IN WOMEN WITH BREAST CANCER.
Autor: LIMA, Franciléia Andrade 
Primeiro orientador: GARCIA, João Batista Santos
Primeiro membro da banca: GARCIA, João Batista Santos
Segundo membro da banca: NASCIMENTO, Maria Do Desterro Soares Brandão
Terceiro membro da banca: CARTÁGENES, Maria do Socorro
Quarto membro da banca: RODRIGUES, Thiago Alves
Quinto membro da banca: DIBAI FILHO, Almir Vieira
Resumo: Introdução. As neoplasias constituem a principal causa de morte entre as mulheres no Brasil e no mundo. O câncer de mama é a neoplasia de câncer mais comum e frequente entre as mulheres no Brasil. Fadiga e baixa autoestima são comuns entre elas. Objetivo. Avaliar o efeito do treinamento combinado na intensidade de fadiga e autoestima em mulheres com câncer. Materiais e Métodos. A amostra foi composta por 18 mulheres com câncer de mama, pós mastectomizadas em tratamento de quimioterapia, radioterapia, hormonioterapia ou em acompanhamento do Hospital do Câncer Aldenora Belo na Cidade de São Luís - MA. A amostra foi dividida em: grupo controle sem intervenção de exercício e grupo experimental submetido ao treinamento combinado de 12 semanas, com frequência de três vezes por semana e duração total de 70 minutos. O treinamento combinado consistiu em treino resistido e exercício aeróbico na mesma sessão. Resultado. Não foram observadas diferenças significativas nos níveis de fadiga e nem alteração na autoestima, no entanto observaram-se diferenças significativas na flexibilidade do ombro, nos movimentos de abdução lateral tanto do lado direito (p=0,0311) como esquerdo (p=0,297), abdução horizontal (p=0,0456) do grupo experimental. Houve aumento do VO2máx. (p=0,0059), diminuição significativa da relação cintura quadril (RCQ) (p=0,0442), e na medida de circunferência do tórax do grupo experimental (p=0,0392). Não foram observadas diferenças estatísticas nas demais variáveis como força, flexibilidade de tronco, intensidade da dor, qualidade de vida e depressão. Conclusão. Portanto, o treinamento combinado de 12 semanas foi capaz de otimizar a aptidão cardiorrespiratória, flexibilidade de ombro e reduziu a medida do tórax e os valores da relação cintura quadril em mulheres com câncer de mama, porém não foi capaz de melhorar os níveis de fadiga e autoestima das mulheres com câncer de mama.
Abstract: Introduction. Neoplasias are the leading cause of death among women in Brazil and worldwide. Breast cancer is the most common and frequent cancer in women in Brazil. Fatigue and low self-esteem are common among them. Objective. To evaluate the effect of combined training on the intensity of fatigue and self-esteem in women with cancer. Materials and methods. The sample consisted of 18 women with breast cancer, mastectomized masters in the treatment of chemotherapy, radiotherapy, hormone therapy or in the follow - up of the Aldenora Belo Cancer Hospital in the city of. The sample was divided into: control group without exercise intervention and experimental group submitted to combined training of 12 weeks, with frequency of three times a week and total duration of 70 minutes. The combined training consisted of resistance training and aerobic exercise in the same session. Result. No significant differences were observed in the flexibility of the shoulder, in lateral abduction movements on both the right (p = 0.0311) and left (p = 0.297) sides, , horizontal abduction (p = 0.0456) of the experimental group. There was an increase in VO2max. (p = 0.0059), a significant decrease in the waist circumference (WHR) (p = 0.0442), and in the chest circumference of the experimental group (p = 0.0392). No statistical differences were observed in the other variables, such as strength, trunk flexibility, pain intensity, quality of life and depression. Conclusion. Therefore, the combined 12-week training was able to optimize cardiorespiratory fitness, shoulder flexibility and reduced chest measurement and waist hip ratio values in women with breast cancer but was not able to improve fatigue levels and self-esteem of women with breast cancer.
Palavras-chave: Câncer de mama; Fadiga; Autoestima; Treinamento combinado
Breast cancer; Fatigue; Self esteem; Combined training
Área(s) do CNPq: Educação Física.
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal do Maranhão
Sigla da instituição: UFMA
Departamento: DEPARTAMENTO DE MEDICINA II/CCBS
Programa: PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM SAÚDE DO ADULTO E DA CRIANÇA/CCBS
Citação: LIMA, Franciléia Andrade. Efeito do treinamento físico na fadiga e autoestima em mulheres com Câncer de Mama. 2019. 71f. Dissertação (Programa de Pós-graduação em Saúde do Adulto e da Criança/CCBS) - Universidade Federal do Maranhão, São Luis.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tedebc.ufma.br/jspui/handle/tede/tede/2666
Data de defesa: 22-Mar-2019
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO DE MESTRADO - PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM SAÚDE DO ADULTO

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Franciléia Andrade Lima.pdfDissertação de Mestrado.1,73 MBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.