???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tedebc.ufma.br/jspui/handle/tede/tede/2471
Tipo do documento: Tese
Título: Estudo dos mecanismos associados aos efeitos da tioredoxina derivada de Escherichia coli na sepse
Título(s) alternativo(s): Study of mechanisms associated with the effects of thioredoxin derived from Escherichia coli in sepsis
Autor: MENDES, Saulo José Figueiredo 
Primeiro orientador: FERNANDES, Elizabeth Soares
Primeiro coorientador: SILVA, Luís Cláudio Nascimento da
Primeiro membro da banca: FERNANDES, Elizabeth Soares
Resumo: A tioredoxina (Trx) é uma proteína redox produzida por todas as espécies, desde bactérias a humanos. Seu papel como anti-oxidante é bem conhecido, embora suas ações reguladoras no hospedeiro não estejam bem elucidadas. Em sua forma reduzida, a Trx humana ativa o receptor de potencial transitório canônico 5 (TRPC5) durante a inflamação, mas até o momento, não existem relatos se este receptor pode mediar os efeitos da Trx bacteriana no hospedeiro. Ressalta-se que este receptor pode formar complexos com outros receptores da mesma família, como o TRPC4. Assim, este trabalho avaliou os efeitos da Trx bacteriana na sepse induzida por lipopolissacarídeo (LPS) em animais com (TRPC5KO) ou sem (WT) deleção gênica para o TRPC5 e tratados com ML204. A Trx derivada de E. coli induziu mortalidade em camundongos tratados com lipopolissacarídeo (LPS), acompanhada de redução do acúmulo de leucócitos, regulação da liberação de citocinas no peritônio e comprometimento da fagocitose mediada por macrófagos peritoneais. O bloqueio de TRPC4/TRPC5 pelo antagonista ML204 aumentou a mortalidade e a hipotermia em camundongos injetados com LPS e Trx, mas preservou a capacidade fagocítica dos macrófagos. A deleção do TRPC5 não alterou a temperatura corporal, mas promoveu acúmulo adicional de leucócitos peritoneais e liberação de mediadores inflamatórios em camundongos tratados com LPS e com Trx. Estes resultados sugerem que os efeitos bacterianos da Trx são mediados por TRPC4 e TRPC5, ajuda a esclarecer os mecanismos adicionais de virulência bacteriana e nos papéis fisiopatológicos desses receptores.
Abstract: Thioredoxin (Trx) is a redox protein produced by all species, from bacteria to humans. It role as an antioxidant molecule is well known; however, its regulatory actions in the host are less understood. Evidences suggest this protein may be part of the bacteria anti-virulence strategy to evade the host immune system. Reduced human Trx activates transient receptor potential canonical 5 (TRPC5) in inflammation, but there is no evidence of whether these receptors mediate bacterial Trx effects in the host. Importantly, TRPC5 can form functional complexes with other subunits such as TRPC4. Herein, E. coli-derived Trx induced mortality in lipopolysaccharide (LPS)-injected mice, accompanied by reduction of leukocyte accumulation, regulation of cytokine release into the peritoneum, and impairment of peritoneal macrophage-mediated phagocytosis. Dual TRPC4/TRPC5 blockade by ML204 increased mortality and hypothermia in Trx-treated LPS mice, but preserved macrophage´s ability to phagocytose. TRPC5 deletion did not alter body temperature, but promoted additional accumulation of peritoneal leukocytes and inflammatory mediator release in Trx-administered LPS mice. Trx diminished macrophage-mediated phagocytosis in wild type but not TRPC5 knockout animals. TRPC5 ablation did not affect LPS-induced responses. However, ML204 caused mortality associated with exacerbated hypothermia and decreased peritoneal leukocyte numbers and cytokines in LPS-injected mice. These results suggest that bacterial Trx effects under LPS stimuli are mediated by TRPC4 and TRPC5, shedding light on the additional mechanisms of bacterial virulence and on the pathophysiological roles of these recep
Palavras-chave: Tioredoxina bacteriana,
SIRS
LPS
Resposta imune
TRPC5
Bacterial thioredoxin, SIRS, LPS immune response, TRPC5.
Área(s) do CNPq: Química de Macromoléculas
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal do Maranhão
Sigla da instituição: UFMA
Departamento: DEPARTAMENTO DE BIOLOGIA/CCBS
Programa: PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM REDE - REDE DE BIODIVERSIDADE E BIOTECNOLOGIA DA AMAZÔNIA LEGAL/CCBS
Citação: MENDES, Saulo José Figueiredo. Estudo dos mecanismos associados aos efeitos da tioredoxina derivada de Escherichia coli na sepse. 2018. 87 f. Tese (Programa de Pós-Graduação em Rede - Rede de Biodiversidade e Biotecnologia da Amazônia Legal/CCBS) - Universidade Federal do Maranhão, São Luís.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tedebc.ufma.br/jspui/handle/tede/tede/2471
Data de defesa: 22-Nov-2018
Appears in Collections:TESE DE DOUTORADO - PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM REDE - REDE DE BIODIVERSIDADE E BIOTECNOLOGIA DA AMAZÔNIA LEGAL/CCBS

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
SauloMendes.pdfTese de Doutorado3,73 MBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.