???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tedebc.ufma.br/jspui/handle/tede/tede/2450
Tipo do documento: Tese
Título: EXCESSO DE PESO AO LONGO DO CICLO VITAL, CONSUMO DE BEBIDAS RICAS EM AÇÚCARES DE ADIÇÃO, FATORES DE RISCO METABÓLICOS E ASMA EM ADULTOS JOVENS: COORTE DE NASCIMENTO DE RIBEIRÃO PRETO – SP (1978-1979)
Título(s) alternativo(s): Overweight throughout the life cycle, consumption of sugarsweetened beverages, metabolic risk factors and asthma in young adults: Birth Cohort of Ribeirão Preto – SP (1978-1979)
Autor: PADILHA, Luana Lopes 
Primeiro orientador: RIBEIRO, Cecília Cláudia Costa
Primeiro coorientador: SILVA, Antônio Augusto Moura da
Primeiro membro da banca: RIBEIRO, Cecília Cláudia Costa
Segundo membro da banca: SILVA, Antônio Augusto Moura da
Terceiro membro da banca: BETTIOL, Heloísa
Quarto membro da banca: VIANNA, Elcio dos Santos Oliveira
Quinto membro da banca: FRANÇA, Ana Karina Teixeira da Cunha
Resumo: Estudos epidemiológicos vêm apresentando associações importantes envolvendo o excesso de peso, consumo de bebidas ricas em açúcares de adição (SSBs), fatores de risco metabólicos para doenças não transmissíveis e asma. No entanto, os mecanismos envolvidos nessas interrelações ainda não foram completamente elucidados. Dessa forma, ferramentas epidemiológicas como a modelagem com equações estruturais (SEM) e a ponderação pelo inverso da probabilidade em modelos estruturais marginais, até então não utilizadas na literatura científica na investigação destas relações, podem auxiliar na melhor exploração destas variáveis. O capítulo 1 desta tese foi o artigo original: “Excesso de peso ao longo do ciclo vital e sua associação com a asma do adulto: Coorte de Nascimento de Ribeirão Preto, São Paulo, Brasil, 1978/79”, que teve como objetivo estimar a associação do excesso de peso ao longo do ciclo vital com a asma em adultos na Coorte de Nascimento, de Ribeirão Preto, São Paulo, Brasil, 1978/79, usando modelagem com equações estruturais. Tratou-se de um estudo de coorte prospectivo envolvendo três seguimentos da Coorte (n=2063): nascimento (baseline) (1978/79), idade escolar aos 9/11 anos (1987/89) e idade adulta aos 23/25 anos (2002/04). Foi proposto um modelo teórico exploratório avaliado por meio da SEM para analisar os efeitos do excesso de peso ao longo do ciclo vital sobre a asma no adulto. O desfecho asma foi uma variável latente contínua, formada por três indicadores com cargas convergentes: diagnóstico médico de asma, presença de chiado nos últimos 12 meses e medida de hiper-responsividade brônquica. Como resultados, observou-se que a obesidade parental (CPtotal= 0.211; p<0.0001; CPdireto= 0.115; p=0.007) e o excesso de peso na idade escolar (CPtotal= 0.565; p<0.0001; CPdireto=0.565; p<0.0001) foram as variáveis ao longo do ciclo vital associadas com o excesso de peso na vida adulta. A obesidade parental (CPdireto=0.105; p=0.047) e a magreza ao nascer (CPtotal= - 0.124; p=0.009; CPdireto = -0.131; p=0.007) foram as variáveis associadas com a variável contínua asma do adulto. A maior “SES atual” protegeu tanto do excesso de peso (CPdireto = -0.171; p=0.016) quanto da variávelxviii contínua asma na vida adulta (CPtotal= -0.179; p=0.041; CPdireto= -0.182; p=0.039). O capítulo II desta tese foi o artigo original: “Associação entre as bebidas ricas em açúcares de adição com os fatores de risco metabólicos para doenças não transmissíveis e asma em adultos jovens: análise por modelos estruturais marginais”, que teve como objetivo analisar a associação do consumo de SSBs com os múltiplos fatores de risco metabólicos, obesidade, hipertensão e asma em adultos jovens, usando modelos estruturais marginais. Foi um estudo transversal, envolvendo o quarto seguimento da Coorte (n=2063). Usou-se ponderação pelo inverso da probabilidade em modelos estruturais marginais, com ajuste para indicadores de situação socioeconômica, tabagismo e prática de atividade física, para avaliar a associação dos tercis e quartis da frequência de consumo habitual de SSBs com a resistência insulínica, relação cintura-estatura, colesterol total, HDL colesterol, LDL colesterol, triglicerídeos, hipertensão arterial e asma, segundo sexo. Observou-se nos homens que os maiores tercis de frequência de consumo das bebidas ricas em açúcares foram associados à maior resistência insulínica (Tercil de refrigerantes: RP=1.40, IC 95%: 1.00-1.95; p=0.046; Quartil de refrigerantes: RP=1.62, IC 95%: 1.16-2.26; p=0.005), à relação cintura-estatura elevada (Tercil de SSBs: RP=1.23, IC 95%: 1.05-1.43; p=0.009) e aos níveis baixos de HDL-c (Tercil de SSBs: RP=1.20, IC 95%: 1.01-1.40; p=0.034; Quartil de SSBs: RP=1.20, IC 95%: 1.00- 1.43; p=0.049); e os maiores tercis de consumo das bebidas foram marginalmente associados à asma (Tercil de refrigerantes: RP=1.48, IC 95%: 0.99-2.20; p=0.050; Tercil de SSBs: RP=1.44, IC 95%: 0.97-1.12; p=0.067). Nas mulheres, a maior frequência de consumo das bebidas ricas em açúcares foi associada somente aos níveis baixos de HDL-c (Tercil de refrigerantes: RP=1.22, IC 95%: 1.04-1.43; p=0.017; Tercil de SSBs: RP=1.20, IC 95%: 1.02- 1.39; p=0.019; Quartil de SSBs: RP=1.31, IC 95%: 1.11-1.54, p=0.001). Deste modo, os resultados da presente tese sinalizaram que a obesidade parental foi ponto de partida dos caminhos do excesso de peso na infância e na vida adulta, com evidente efeito transgeracional. Excesso de peso do escolar estaria ligado ao excesso de peso no adulto. A obesidade parental e a magreza ao nascer foram riscos para a variável contínua asma na vida adulta. Além disso, a exposição frequente às SSBs mostrou efeito na maior resistência insulínica, obesidade abdominal, redução de HDL-c e asma em homens; e nas mulheres, com a redução de HDL-c. Evidenciou-se assim a importância de esforços coordenados para incentivar a redução do consumo destas bebidas e do excesso de peso, de modo a prevenir sequelas metabólicas ao longo da vida.
Abstract: Epidemiological studies have been presenting relevant associations involving overweight, consumption of sugar-sweetened beverages (SSBs), metabolic risk factors for nontransmittable diseases, and asthma. However, mechanisms involved in these interrelationships have not yet been elucidated. In this way, epidemiological tools such as structural equation modeling (SEM) and the inverse-weighting of probability in marginal structural models, that insofar have not been used in scientific literature to investigate these relationships, can aid on the exploration of these variables. Chapter one of this thesis was the original article: “Lifetime overweight and its association with adult asthma: 1978/79 Ribeirão Preto Birth Cohort, São Paulo, Brazil”, which had the objective of estimating the association between overweight throughout the life cycle and asthma in adults from the Birth Cohort of Ribeirão Preto, São Paulo, Brazil, 1978/79, using structural equation modeling. It was a prospective cohort study involving three segments of the Cohort (n = 2,603): birth (baseline) (1978/79), school age at 9/11 years of age (1987/89) and adulthood at 23/25 years of age (2002/04). We proposed a exploratory theoretical model assessed through SEM to analyze the effects of overweight throughout the life cycle on asthma in adults. The asthma outcome was a continuous latent variable, formed by three indicators with converging loads: medical diagnosis of asthma, presence of wheezing in the past 12 months and measurement of bronchial hyperresponsiveness. As results, we observed that parental obesity (CPtotal= 0.211; p<0.0001; CPdirect= 0.115; p=0.007) and overweight at school age (CPtotal= 0.565; p<0.0001; CPdirect=0.565; p<0.0001) were the variables throughout the life cycle associated with overweight in adult life. Parental obesity (CPdirect=0.105; p=0.047) and thinness at birth (CPtotal= - 0.124; p=0.009; CPdirect= -0.131; p=0.007) were the variables associated with the continuous variable of asthma in adults. The highest “current SES” protected from both overweight (CPdirect= -0.171; p=0.016) and the continuous variable asthma (CPtotal= -0.179; p=0.041; CPdirect= -0.182; p=0.039) in adult life. Chapter II of this thesis was the original article: “Association between sugar-sweetened beverages with metabolic risk factors forxx non-transmissible diseases and asthma in young adults: analysis using marginal structural models”, which aimed to analyze the association of consumption of SSBs with multiple metabolic risk factors, obesity, hypertension and asthma in young adults, using marginal structural models. It was a cross-sectional study involving the fourth follow-up of the cohort (n = 2,063). We used inverse probability weighting in marginal structural models, adjusted for indicators of socioeconomic status, smoking and physical activity practice, to evaluate the association of tertiles and quartiles with frequency of habitual consumption of SSBs with insulin resistance, waist-to-height ratio, total cholesterol, HDL cholesterol, LDL cholesterol, triglycerides, arterial hypertension and asthma, according to sex. It was observed in men that the higher tertiles of frequency of consumption of sugar-rich beverages were associated with higher insulin resistance (Tertile of soft drinks: RP=1.40, 95% CI: 1.00-1.95; p=0.046; Quartile of soft drinks: RP=1.62, 95% CI: 1.16-2.26; p=0.005), high waist-height ratio (Tertile of SSBs: RP=1.23, 95% CI: 1.05-1.43; p=0.009) and low HDL-c levels (Tertile of SSBs: RP=1.20, 95% CI: 1.01-1.40; p=0.034; Quartile of SSBs: RP=1.20, 95% CI: 1.00- 1.43; p=0.049); and the higher tertiles of beverage consumption were marginally associated with asthma (Tertile of soft drinks: RP=1.48, 95% CI: 0.99 - 2.20; p=0.050; Tertile of SSBs: RP=1.44, 95% CI: 0.97-1.12; p=0.067). In women, the higher frequency of consumption of sugar-rich beverages was only associated with low levels of HDL-c (Tertile of soft drinks: RP=1.22, 95% CI: 1.04-1.43; p=0.017; Tertile of SSBs: RP=1.20, 95% CI: 1.02-1.39; p=0.019; Quartile of SSBs: RP=1.31, 95% CI: 1.11-1.54, p=0.001). Thus, the results of this thesis showed that parental obesity was the starting point for overweight pathways in childhood and adulthood, with an evident transgenerational effect. Overweight in scholars may be linked to overweight in the adult. Parental obesity and thinness at birth were risks for the continuous variable asthma in adult life. In addition, frequent exposure to SSBs showed an effect on increased insulin resistance, abdominal obesity, reduction of HDL-c, and asthma in men; and in women, on the reduced HDL-c. The importance of coordinated efforts to encourage the reduction of the consumption of these beverages and of the excess weight in order to prevent metabolic damage throughout the life was evidenced.
Palavras-chave: Sobrepeso; Bebidas ricas em açúcares de adição; Asma; Doenças Não Transmissíveis; Modelagem com Equações Estruturais
Área(s) do CNPq: Saúde pública
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal do Maranhão
Sigla da instituição: UFMA
Departamento: DEPARTAMENTO DE SAÚDE PÚBLICA/CCBS
Programa: PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM SAÚDE COLETIVA/CCBS
Citação: PADILHA, Luana Lopes. Excesso de peso ao longo do ciclo vital, consumo de bebidas ricas em açucares de adição, fatores de risco metabólicos e asma em adultos jovens: Coorte de nascimento de Ribeirão Preto - SP (1978-1979). 2018. 222 f.. Tese (Programa de Pós- Graduação em Saúde Coletiva/CCBS) - Universidade Federal do Maranhão,São Luís .
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tedebc.ufma.br/jspui/handle/tede/tede/2450
Data de defesa: 17-Aug-2018
Appears in Collections:TESE DE DOUTORADO - PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM SAÚDE COLETIVA

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
luana padilha.pdfTese de Doutorado.2,15 MBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.