???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tedebc.ufma.br/jspui/handle/tede/tede/2395
Tipo do documento: Dissertação
Título: DIVERSIDADE DE PEIXES DE ÁGUA DOCE DO PARQUE NACIONAL DOS LENÇÓIS MARANHENSES.
Título(s) alternativo(s): DIVERSITY OF SWEET WATER FISH FROM LENÇÕES MARANHENSES NATIONAL PARK.
Autor: FERREIRA, Beldo Rywllon Abreu 
Primeiro orientador: PIORSKI, Nivaldo Magalhães
Primeiro coorientador: OTTONI, Felipe Polivanov
Primeiro membro da banca: PIORSKI, Nivaldo Magalhães
Segundo membro da banca: SHIBATTA, Oscar Akio
Terceiro membro da banca: NUNES, Jorge Luiz Silva
Resumo: Unidades de Conservação (UC) correspondem a uma das alternativas para a proteção de habitats e preservação do patrimônio genético natural. Muitas dessas áreas resguardam importantes corpos d´água. O Parque Nacional (PARNA) dos Lençóis Maranhenses, gerenciado pelo governo federal, é caracterizado pela ocorrência de dunas e lagoas, conferindo um grande atrativo cênico. No entanto, mesmo sendo uma importante área de proteção, 22 anos após o marco de sua criação ainda é escasso o conhecimento acerca da biodiversidade e das ameaças existentes nesta UC. Uma das lacunas de conhecimento está relacionada à ictiofauna. Desde a elaboração do seu Plano de Manejo, há mais de 15 anos, não há nenhuma referência atualizada sobre a diversidade das espécies de peixes nos diferentes ambientes aquáticos que podem ser encontrados no interior e nas imediações do Parque. Apesar de ser uma área de proteção integral os ambientes contidos no PARNA dos Lençóis Maranhense vem sofrendo grandes pressões, principalmente àquelas relacionadas ao turismo e a colonização, cada vez mais crescente nessa região. Dessa forma, o objetivo do presente estudo é realizar um inventário da ictiofauna de água doce do Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses. A maior parte do material disponível para estudo é procedente da Coleção de Peixes da Universidade Federal do Maranhão (CPUFMA), abrangendo 20 locais distribuídos dentro e fora dos limites do PARNA dos Lençóis Maranhenses. O material da CPUFMA, obtido em duas campanhas no ano 2000, foi complementado por uma terceira expedição, realizada em junho de 2017. Foram listadas 46 espécies de peixes de água doce para as drenagens costeiras das bacias do Preguiças e Periá, pertencentes a 24 famílias e 10 ordens. As ordens Characiformes e Cichliformes foram as mais representativas. Pelo menos seis espécies sabidamente endêmicas para região do Parnaíba ocorrem no Parque, demonstrando a importâncias de unidades de conservação para a manutenção da fauna ameaçada. O registro de espécies endêmicas, associado a possíveis novas espécies, torna-se importante para a área, pois sua ocorrência pode ser utilizada como subsídio na definição de estratégias de conservação para a área.
Abstract: Conservation units (CU) correspond to one of the alternatives for the protection of habitats and preservation of the natural genetic heritage. Many of these areas safeguard important bodies of water. The National Park (PARNA) of Lençóis Maranhenses, managed by the federal government, is characterized by the occurrence of dunes and lagoons, conferring a great scenic attraction. However, even though it is an important area of protection, 22 years after its creation, there is still scarce knowledge about the biodiversity and the threats that exist in this CU. One of the knowledge gaps is related to ichthyofauna. Since the elaboration of its Management Plan, more than 15 years ago, there is no updated reference on the diversity of fish species in the different aquatic environments that can be found in and around the Park. Despite being an integral protection area, the environments contained in the Lençóis Maranhense PARNA have been under great pressure, especially those related to tourism and colonization, which is growing in this region. Thus, the objective of the present study is to carry out an inventory of freshwater fish in the Lençóis Maranhenses National Park. Most of the material available for study comes from the Fish Collection of the Federal University of Maranhão (CPUFMA), covering 20 sites distributed within and outside the limits of the Lençóis Maranhenses PARNA. The CPUFMA material, obtained in two campaigns in the year 2000, was complemented by a third expedition, held in June 2017. 46 species of freshwater fish were listed for the coastal drainage of the Preguiças and Periá basins belonging to 24 families and 10 orders. The orders Characiformes and Cichliformes were the most representative. At least six species known to be endemic to the Parnaíba region occur in the Park, demonstrating the importance of conservation units for the maintenance of endangered fauna. The record of endemic species, associated with possible new species, becomes important for the area, since its occurrence can be used as a subsidy in the definition of conservation strategies for the area.
Palavras-chave: Bacias costeiras; Dunas; Unidades de Conservação; PARNA; Biodiversidade
Coastal basins; Dunes; Conservation Units; PARNA; Biodiversity
Área(s) do CNPq: Ecologia de Ecossistemas.
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal do Maranhão
Sigla da instituição: UFMA
Departamento: DEPARTAMENTO DE BIOLOGIA/CCBS
Programa: PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM BIODIVERSIDADE CONSERVAÇÃO/CCBS
Citação: FERREIRA, Beldo Rywllon Abreu. Diversidade de peixes de água doce do Parque Nacional dos Lençois Maranhenses.. 2018. 108 folhas. Dissertação( Programa de Pós-Graduação em Biodiversidade de Conservação/CCBS) - Universidade Federal do Maranhão, São Luís.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tedebc.ufma.br/jspui/handle/tede/tede/2395
Data de defesa: 22-Mar-2018
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO DE MESTRADO - PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM BIODIVERSIDADE E CONSERVAÇÃO

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Beldo Rywllon.pdfDissertação de Mestrado.4,88 MBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.