???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tedebc.ufma.br/jspui/handle/tede/tede/2194
Tipo do documento: Dissertação
Título: Estrutura de comunidade de culicídeos (Diptera, Nematocera) em fragmentos de mata no município de São José de Ribamar, Maranhão, Brasil.
Título(s) alternativo(s): Culicidae community structure (Diptera, Nematocera) in fragments of forest in the municipality of São José de Ribamar, Maranhão, Brazil.
Autor: COSTA, Aldiléia Lima 
Primeiro orientador: REBÊLO, José Manuel Macário
Primeiro membro da banca: REBÊLO, José Manuel Macário
Segundo membro da banca: PINHEIRO, Valéria Cristina Soares
Terceiro membro da banca: ALBUQUERQUE, Patrícia Maia
Resumo: Os culicídeos são insetos que despertam grande atenção dos especialistas, tanto em seu aspecto epidemiológico quanto ecológico, posto que devido ao hábito hematófago realizado pelas fêmeas adultas, agem como vetores potenciais de diversos agentes patogênicos. Quando se considera o aspecto ecológico, estes mosquitos atuam como bioindicadores de alterações ambientais. No mundo, existem cerca de 40 gêneros e 3490 espécies de Culicidae formalmente descritas, esse número cresce aproximadamente 5% por década. No Brasil são reconhecidas cerca de 450 espécies e para o Maranhão, embora estudos sejam escassos, atualmente são reconhecidos para o Estado 14 gêneros e 64 espécies. Até o presente não existe nenhum estudo sobre a estratificação vertical de culicídeos realizado no Maranhão. Diante do exposto o estudo teve como objetivo conhecer a culicidofauna no nível do solo e a estratificação vertical dos culicídeos nos fragmentos de mata da Ilha do Maranhão, uma vez que tais resultados podem ser utilizados para avaliar o grau de alterações ocorridas nestas coberturas vegetais, bem como, os aspectos relacionados com a ecologia e epidemiologia desses insetos. Este estudo resultou em dois artigos: O primeiro teve por objetivo conhecer a riqueza, abundância e a frequência mensal das espécies de culicídeos em mata primária no município de são José de Ribamar, estado do Maranhão. Os mosquitos foram capturados com auxílio de uma barraca de Shannon, sendo esta auxiliada por capturador manual tipo Castro. No período das 18:00 hs às 22:00 hs, uma vez por mês, durante doze meses. No total foram capturados 1.108 mosquitos, distribuídos em 35 espécies. As mais abundantes foram Coquillettidia arribalzagae (20,40%), Coquillettidia lynch (11,73%) e Coquillettidia sp. (11,01%), enquanto Ochlerotatus argyrothorax, Ae. mediovittatus, Anopheles sp., Ps. cyanescens e Ps. lineata ocorreram em baixa densidade (0,18%). Na estação chuvosa observou-se a maior riqueza (33 espécies) e abundância de indivíduos (77,3%). Este estudo mostrou a existência de uma fauna diversificada de culicídeos, com espécies que alternam ao longo do ano, com predomínio durante a estação chuvosa. O segundo artigo analisou distribuição vertical de culicídeos presente em fragmentos de mata do Sítio Aguahy, nos estratos copa e próximo ao solo. Os mosquitos foram capturados em cinco fragmentos de mata. Duas armadilhas CDC modelo HP foram instaladas em cada fragmento, sendo a primeira a 1,5m 30 de altura do solo e a segunda a 10 m de altura. No total foram capturados 2.118 mosquitos, distribuídos em 41 espécies. Verificou-se maior riqueza e abundância no estrato próximo ao solo (S=39; 73,7%), quando comparado com a copa (S=19; 26,3%). As espécies Culex 33 (Culex) bidens Dyar 1922 e Culex sp. foram encontradas exclusivamente em armadilhas instaladas em copa de árvores, já as demais que habitavam aquele estrato foram capturadas também no estrato próximo ao solo. Houve maior similaridade entre as armadilhas de um mesmo estrato do que fragmento. Os culicídeos foram mais abundantes na estação chuvosa (60,43%). Oito espécies foram consideradas constantes, 29 acessórias e as demais acidentais. Em síntese esse estudo mostrou a existência de uma fauna de culicídeos diversificada, com capacidade em explorar diferentes ambientes dentro da mesma floresta, ao longo do ano e das estações.
Abstract: Culicids are insects that arouse great attention from specialists, both in epidemiologic aspects as ecological, whereas due its hematophagous habit made by adults females, behave as potential vectors of various pathogens. When the ecological aspect is considered, these mosquitoes act as bioindicator of environmental change. Worldwide, there are about 40 genus and 3490 species of Culicidae formally described, this number increase about 5% for decade. In Brazil there are about 450 recognized species and to Maranhão, although studies are scarce, actually are recognized to State, 14 genus and 64 species. Until this, there is no study of vertical stratification of mosquitoes realized in Maranhão. Given the above, the study aimed to know the Culicidae fauna at the ground level and vertical stratification in the forest fragments of Maranhão’s Island, since such results can be used to estimate the change rate of vegetation cover, as well as, aspects of the ecology and epidemiology of these insects. This study resulted in two articles: the first aimed to know the richness, abundance and monthly frequency of species of culicids in primary forest in São José de Ribamar city, Maranhão. Mosquitoes were collected with a Shannon’s trap, being supported by manual Castro type collector. In the period from 18:00 pm to 22:00 pm, once a month, for twelve months. Totally, 1108 mosquitoes were captured and distributed in 35 species. The most abundant were Coquillettidia arribalzagae (20,40%), Coquillettidia lynch (11,73%) e Coquillettidia sp. (11,01%), while Ochlerotatus argyrothorax, Ae. mediovittatus, Anopheles sp, Ps. cyanescens e Ps. Lineata occurred in low density (0,18%). In the rainy season, was observed the highest species richness (33 species) and abundance (77.3%). This study showed the existence of a culicids diverse fauna, with species that alternate throughout the year, predominantly during the rainy season. The second article analyzed the vertical distribution of culicids present in forest fragments of Sítio Aguahy, on the canopy and near the ground strata. Mosquitoes were collected in five forest fragments. Two CDC traps of HP model was installed in each fragment, the first being 1.5 m above ground level and the second at 10 m. Totally, 2118 mosquitoes was collected, distributed in 41 species. A higher richness and abundance was found near the soil (S = 39, 73.7%) compared with the canopy (S = 19, 26.3%). The species Culex (Culex) bidens Dyar 1922 and Culex sp. were found exclusively in traps installed in the canopy, other was collected in both strata, near the soil and in canopy. There was greater similarity between the traps of the same stratum than the fragment. The culicids were more abundant in the rainy season (60,43%). Eight species were considered constant, 29 accessories and other incidental. In summary, this study showed the existence of a diverse fauna of culicids, with the ability to explore different environments within the same forest, throughout the year and the seasons.
Palavras-chave: Mosquito; Diversidade; Estratificação vertical; Mata Ombrófila
Mosquitoes; Diversity; Vertical Stratification; Ombrophylous forest
Área(s) do CNPq: Ecologia Aplicada.
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal do Maranhão
Sigla da instituição: UFMA
Departamento: DEPARTAMENTO DE BIOLOGIA/CCBS
Programa: PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM BIODIVERSIDADE CONSERVAÇÃO/CCBS
Citação: Costa, Aldiléia Lima. Estrutura de comunidade de culicídeos (Diptera, Nematocera) em fragmentos de mata no município de São José de Ribamar, Maranhão, Brasil.. 2013. 81 folhas. Dissertação( PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM BIODIVERSIDADE CONSERVAÇÃO/CCBS) - Universidade Federal do Maranhão, São Luís.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tedebc.ufma.br/jspui/handle/tede/tede/2194
Data de defesa: 20-Nov-2013
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO DE MESTRADO - PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM BIODIVERSIDADE E CONSERVAÇÃO

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Aldiléia Lima Costa.pdfDissertação de Mestrado754,24 kBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.