???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tedebc.ufma.br/jspui/handle/tede/tede/2165
Tipo do documento: Dissertação
Título: Adição de compostos bioativos em materiais odontológicos à base de cimento ionômero de vidro modificado por resina: liberação de íons cálcio, fluoreto e fosfato
Título(s) alternativo(s): Addition of bioactive compounds in dental materials based on resin-modified glass ionomer cement: release of calcium, fluoride and phosphate ions
Autor: MORAES, Jaciara Ferreira 
Primeiro orientador: NUNES, Gilvanda Silva
Primeiro membro da banca: BAUER, José Roberto de Oliveira
Segundo membro da banca: TANAKA, Auro Atsushi
Resumo: O objetivo deste estudo foi avaliar e comparar o efeito da adição de dois vidros bioativos à estrutura de cimentos de ionômeros de vidro modificados com resina (CIVMR), em relação à liberação de íons fluoreto, cálcio e fosfato. Foram utilizados dois CIVMR comerciais: Resiglass F (ou Res) e Vitro Fil LC (ou VF) e dois vidros bioativos: Niobiofosfato (NbG) e Bioglass (45S5). Estes foram adicionados à composição do CIVMR nas concentrações de 5, 10 e 20% em peso (%), sendo que o material sem vidro bioativo foi utilizado como controle. Após a incorporação, o material foi manipulado de acordo com as recomendações do fabricante e inserido em uma matriz cilíndrica de aço inoxidável para obter amostras de 12 mm de diâmetro e 2 mm de altura. Foram preparadas soluções com diferentes pH (4 e 7), nas quais os discos foram imersos. A cada 24 h, os discos eram removidos e inseridos em novas soluções com pH inicial de 4 e 7, isto foi repetido durante 7 dias. A cada retirada dos discos, as soluções eram levadas para as análises dos íons F, Ca2+ e PO4 3- . Os grupos que contêm os vidros comerciais (45S5) e experimentais (NbG) liberaram significativamente (p < 0,5) mais íons Ca2+ e PO4 3- em relação aos grupos sem vidros bioativos. Em geral, os grupos de controle VF e Res e os grupos modificados desses mesmos materiais apresentaram maior liberação iônica a pH ácido. Para F, o grupo de controle VF apresentou maior valor de liberação desse íon em relação ao controle Res. O VF modificado com 20% de 45S5 foi o que apresentou maior liberação de Fseguido do VF modificada com 20% de NbG. Em relação aos íons Ca2+ e PO4 3- , o grupo controle Res liberou mais do que o VF. Para Ca2+ , Res e VF com 10% de 45S5 apresentaram maior liberação iónica, enquanto que para o íon PO4 3- , os materiais mais eficientes foram o VF com 20% e 10% de 45S5. Os resultados mostram alta aplicabilidade desses materiais para uso em procedimentos dentários.
Abstract: The objective of this study was to evaluate and compare the effect of the addition of two bioactive glasses to the structure of resin modified glass ionomer cements (CIVMR) in relation to the release of fluoride, calcium and phosphate ions. Two commercial CIVMRs were used: Resiglass F (or Res) and Vitro Fil LC (or VF) and two bioactive glasses: Niobiophosphate (NbG) and Bioglass (45S5). These were added to the composition of the CIVMR at concentrations of 5, 10 and 20% by weight (%), and the material without bioactive glass was used as a control. After incorporation, the material was handled according to the manufacturer's recommendations and inserted into a cylindrical stainless steel die to obtain samples of 12 mm in diameter and 2 mm in height. Solutions with different pH (4 and 7) were prepared, in which the disks were immersed. At 24 h the discs were removed and inserted into new solutions with initial pH of 4 and 7, this was repeated for 7 days. At each disc removal, the solutions were taken for analysis of the F, Ca2+ and PO4 3- ions. The groups containing the commercial (45S5) and experimental (NbG) glasses released significantly (p < 0.5) more Ca2+ and PO4 3- ions compared to the groups without bioactive glasses. In general, the VF and Res control groups and the modified groups of these same materials showed higher ionic release at acidic pH. For F-, the VF control group had a higher release value of this ion in relation to the Res control. The modified VF with 20% of 45S5 presented the highest F- release followed by the modified VF with 20% of NbG. In relation to the Ca2+ and PO4 3- ions, the Res control group released more than the VF. For Ca2+, Res and VF with 10% of 45S5 presented higher ionic release, whereas for the PO4 3- ion, the most efficient materials were VF with 20% and 10% of 45S5. The results show high applicability of these materials for use in dental procedures.
Palavras-chave: Cimento ionômero de vidro modificado por resina
Vidro bioativo
Liberação de íons
Bioatividade
Biocompatibilidade
Cement resin-modified glass ionomer
Bioactive glass
Release of ions
Bioactivity
Bioactivity
Área(s) do CNPq: Química Analítica
Materiais Odontológicos
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal do Maranhão
Sigla da instituição: UFMA
Departamento: DEPARTAMENTO DE QUÍMICA/CCET
Programa: PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM QUÍMICA/CCET
Citação: MORAES, Jaciara Ferreira. Adição de compostos bioativos em materiais odontológicos à base de cimento ionômero de vidro modificado por resina: liberação de íons cálcio, fluoreto e fosfato. 2018. 62 f. Dissertação (Mestrado em Química) - Universidade Federal do Maranhão, São Luís, 2018.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tedebc.ufma.br/jspui/handle/tede/tede/2165
Data de defesa: 2-Mar-2018
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO DE MESTRADO - PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM QUIMICA

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
JaciaraMoraes.pdfDissertação765,87 kBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.