???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tedebc.ufma.br/jspui/handle/tede/tede/2158
Tipo do documento: Dissertação
Título: Impactos dos Transtornos do Sono na Qualidade de Vida de Médicos Plantonistas de Serviços de Urgência e Emergência no município de São Luís
Título(s) alternativo(s): Impacts of Sleep Disorders on the Quality of Life of Emergency and Emergency Physicians in the Municipality of São Luís
Autor: SILVA, Juliana Noronha da 
Primeiro orientador: CONTI, Cristiane Fiquene
Primeiro coorientador: OLIVEIRA, Márcio Moysés de
Resumo: INTRODUÇÃO: Dormir é um comportamento natural e imprescindível, durante o sono ocorrem vários processos metabólicos que, se alterados, podem afetar o equilíbrio de todo o organismo a curto, médio e, mesmo, em longo prazo. A fadiga produzida por muitas horas de trabalho, associada à privação ou redução significativa das horas de sono, são os principais fatores que influenciam o desempenho do indivíduo. O objetivo deste estudo é investigar a associação entre transtornos do sono e qualidade de vida de médicos plantonistas de serviços de urgência e emergência no município de São Luís. MÉTODO: estudo de campo, transversal, quantitativo e não experimental, cuja amostra foi composta por 207 médicos plantonistas que trabalham no setor de Urgência e Emergência de hospitais da rede Estadual, Municipal e Privada no município de São Luís. Para a caracterização da amostra utilizou-se um questionário Sociodemográfico, com o objetivo de verificar o perfil dos profissionais, em relação a dados pessoais, estilo de vida e aspectos profissionais. Para avaliar a Qualidade de Vida, utilizou-se Whoqol-bref e para avaliar a qualidade do sono, o Índice de Qualidade do sono de Pittsburg (PSQI) e a escala de sonolência de Epworth. RESULTADOS: Dos 207 médicos incluídos, verificou-se que mais de 90% da amostra apresentaram alterações no sono. Á sonolência diurna foi observada em 57,14% (ESE 11- 16), sendo que destes 17,6% foram considerados casos graves. (ESE>16). Os componentes que mais contribuíram para a avaliação geral da qualidade do sono foram, latência do sono (R² = 0,39), disfunção durante o dia (R² = 0,38) e distúrbios do sono (R² = 0,37). O maior comprometimento da disfunção do sono durante o dia, estava estatisticamente correlacionado com menores pontuações para todos os aspectos de qualidade de vida. CONCLUSÃO: Foi observada uma alta prevalência de alterações do sono na população estudada, havendo grande relação entre qualidade ruim de sono e níveis de qualidade de vida. Os fatores relacionados a longas jornadas de trabalho e ausência de atividades físicas parecem ter influencia nesta má qualidade de sono. Intervenções educativas ou de higiene do sono podem ser um meio, para abordar estes problemas.
Abstract: INTRODUCTION: Sleeping is a natural and essential behavior, during sleep several metabolic processes occur which, if altered, can affect the balance of the whole organism in the short, medium and even long term. The fatigue produced by many hours of work, associated to the deprivation or significant reduction of the hours of sleep, are the main factors that influence the performance of the individual. The objective of this study is to investigate the association between sleep disorders and quality of life of emergency and emergency services nurses in the municipality of São Luís. METHODS: a cross-sectional, quantitative and non-experimental field study was carried out. The sample consisted of 207 attending physicians working in the emergency and emergency department of the State, Municipal and Private hospitals in the city of São Luís. a Sociodemographic questionnaire was used to verify the profile of professionals in relation to personal data, lifestyle and professional aspects. To assess Quality of Life, we used Whoqol-bref and to assess sleep quality, the Pittsburg Sleep Quality Index (PSQI) and the Epworth Sleepiness Scale. RESULTS: Of the 207 physicians included, it was verified that more than 90% of the sample presented alterations in sleep. Daytime somnolence was observed in 57.14% (ESS 11-16), of which 17.6% were considered as severe cases. (ESE> 16). The components that contributed most to the overall assessment of sleep quality were sleep latency (R² = 0.39), daytime dysfunction (R² = 0.38) and sleep disturbance (R² = 0.37). The greater impairment of daytime sleep dysfunction was statistically correlated with lower scores for all aspects of quality of life. CONCLUSION: A high prevalence of sleep disorders was observed in the study population, with a high correlation between poor sleep quality and quality of life. Factors related to long working hours and lack of physical activity seem to influence this poor quality of sleep. Educational or sleep hygiene interventions can be a means, to address these problems.
Palavras-chave: Transtornos do Sono
Médicos Plantonistas
Qualidade de Vida
Sleep Disorders
Physiotherapists
Quality of life
Área(s) do CNPq: Ciências da Saúde
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal do Maranhão
Sigla da instituição: UFMA
Departamento: DEPARTAMENTO DE MEDICINA I/CCBS
Programa: PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS DA SAÚDE/CCBS
Citação: SILVA, Juliana Noronha da. Impactos dos Transtornos do Sono na Qualidade de Vida de Médicos Plantonistas de Serviços de Urgência e Emergência no município de São Luís. 2018. 96 f. Dissertação (Mestrado em Ciências da Saúde) - Universidade Federal do Maranhão, São Luís, 2018.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tedebc.ufma.br/jspui/handle/tede/tede/2158
Data de defesa: 22-Jan-2018
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO DE MESTRADO - PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS DA SAÚDE

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
JulianaSilva.pdfDissertação1,36 MBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.