???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tedebc.ufma.br/jspui/handle/tede/tede/2151
Tipo do documento: Tese
Título: Padrões fenológicos e atributos reprodutivos de espécies lenhosas no cerrado do Estado do Maranhão, Brasil
Título(s) alternativo(s): Phenological patterns and reproductive attributes of species in the cerrado of the State of Maranhão, Brazil
Autor: LACERDA, Dinnie Michelle Assunção 
Primeiro orientador: ALMEIRA JÚNIOR, Eduardo Bezerra de
Primeiro coorientador: NOVAES, Éville Karina Delgado Maciel Ribeiro
Primeiro membro da banca: ALMEIDA JÚNIOR, Eduardo Bezerra de
Segundo membro da banca: MUNIZ, Francisca Helena
Terceiro membro da banca: ROCHA, Ariadne Enes
Quarto membro da banca: SANTOS FILHO, Francisco Soares
Quinto membro da banca: AGUIAR, Alana Chagas
Resumo: Estudos fenológicos em nível de comunidade em áreas com escassas informações podem contribuir para o entendimento mais abrangente acerca da dinâmica das comunidades vegetais, possibilitando o foco em grupos de espécies que podem trazer importantes avanços para linhas mais específicas de conhecimento sobre fenologia. Assim, o presente estudo teve como objetivo geral determinar o padrão fenológico de comunidades vegetais lenhosas em duas áreas de cerrado no Estado do Maranhão. As áreas de coleta, inseridas no cerrado stricto sensu, estão localizadas no município de Barreirinhas e no Parque Estadual de Mirador (PEM), Maranhão. Os dados referentes à produção e queda de folhas, floração e frutificação foram estimados mensalmente durante 24 meses, em indivíduos com circunferência do tronco ao nível do solo 10 cm. Foram marcados 1418 indivíduos, sendo 706 indivíduos em Barreirinhas, correspondendo a 43 espécies, e 712 no PEM, representados por 65 espécies. Os testes estatísticos utilizadas incluem análises circulares de Rayleigh, de Watson Williams, testes de diferenças de medianas (Mann-Whitney) e de comparações de distribuições (Teste G). O capítulo I (a ser submetido à revista Brazilian Journal of Botany) trata da caracterização e comparação das duas comunidades, cujos resultados mostram uma maior concentração dos eventos foliares de queda e dos eventos de produção (de folhas e flores) durante o período de seca para as duas áreas, podendo se estender até o período chuvoso (produção de folhas novas e frutificação). As síndromes de dispersão mostram estreita relação com as respostas encontradas para a frutificação, predominando a zoocoria nas duas áreas. O capítulo II (pulicado na revista Flora) avaliou cinco populações com ampla ocorrência em áreas de cerrado e presentes nas duas áreas, buscando investigar se as respostas nas populações diferem entre as áreas e se apresentam comportamento semelhante ao das comunidades em que estão inseridas, excluindo, assim, possíveis efeitos ligados às diferenças na composição de espécies entre as áreas. As respostas encontradas nos dois capítulos são semelhantes, com comunidades ou populações conespecíficas mostrando ajustes às variáveis locais, ligadas principalmente à temperatura e ao fotoperíodo, associadas à diferenças no período de ocorrência da seca em cada área. As fenofases ocorrem ou se intensificam antecipadamente no PEM, evidenciando os ajustes às condições climáticas locais e contribuindo com informações sobre a plasticidade das espécies submetidas a diferentes condições abióticas. O capitulo III (submetido à revista Acta Botanica Brasilica) avalia a relação entre a fenologia reprodutiva de espécies sempre verdes (SV) e decíduas (DEC) no PEM. Foram encontradas diferenças em atributos reprodutivos entre os grupos (SV e DEC) em relação à floração, indicando a ocorrência antecipada e maior duraçãovi dos eventos fenológicos nas SV em relação às DEC. Para a frutificação, as principais diferenças entre DEC e SV foram relacionadas à distribuição diferente dos percentuais de atividade entre os grupos e sua maior intensidade nas SV. Essas respostas refletem diferentes estratégias de uso da água por esses grupos. Portanto, este estudo fornece dados ecológicos antes inexistentes nessa região e pouco abordadas em área de cerrado, contribuindo para o entendimento das respostas fenológicas e suas associações com o clima.
Abstract: Phenological studies at the community level in areas with scarce information may contribute to a more comprehensive understanding of the dynamics of plant communities. Such studies also allow the focus on groups of species that can bring important advances to lines more specifics of knowledge regarding phenology. Thus, with the overall objective to determine the phenological pattern of woody plant communities in two cerrado areas in the State of Maranhão, it was conducted the present study. The collection areas, in cerrado stricto sensu, are located in the Barreirinhas and at Mirador State Park (MSP), Maranhão State. It were estimated visually the percentage data regarding leaf production, leaf fall, flowering and fruiting during 24 months, monthly, in individuals with trunk circumference at the soil level >10 cm. It was marked 1418 individuals, being 706 in Barreirinhas, beloging to 43 species, and 712 at MSP, represented by 65 species. Statistical tests used included Rayleigh and Watson Williams analyses, median differences (Mann-Whitney) and distributions (G-tests). The Chapter I (to be submitted to the Brazilian Journal of Botany) deals with the characterization and comparison of the two communities, whose results show a higher concentration of leaf fall events and production events (leaf and flower) during the dry season for both areas. At the beginning of the rainy season, the production of new leaves and fruiting, which increase since the end of the dry period, remain intense. The dispersion syndromes show a close relationship with the responses found for fruiting, predominating the zoocoria in both areas. The chapter II (accepted by Flora Journal) evaluates five populations with wide occurrence in cerrado areas, present in both areas, seeking to investigate whether responses at the populations differ between areas and show similar behavior to the communities in which they are inserted, thus excluding possible effects related to differences in species composition between areas. The responses found in the two chapters are similar, with conspecific communities or populations showing adjustments to local variables, mainly related to temperature and photoperiod, associated to differences in occurrence in the period of drought in each area. Phenophases occur or intensify earlier in the MSP, showing the adjustments to the local climatic conditions and contributing with information on the plasticity of the species in different abiotic conditions. The third article (submitted to the Acta Botanica Brasilica) evaluates the relationship between reproductive phenology of evergreen (EG) and deciduous (DEC) species in MSP. Were found differences in reproductive attributes between the EG and DEC groups in relation to flowering, indicating the early occurrence and longer duration of phenological events in EG in relation to DEC. For fruiting, the main differences between DEC and EG were related to the different distribution ofviii activity percentage between the groups and their greater intensity in the EG. These responses reflect different strategies of water use by these groups. Therefore, this study provides ecological information previously non-existent in this region and little addressed in the cerrado area, contributing to the understanding of phenological responses and their associations with climate.
Palavras-chave: Fenologia
Populações conespecíficas
Sazonalidade
Savana
Variações climáticas
Phenology
Conspecific population
Seasonality
Savanna
Climatic variations
Área(s) do CNPq: Botânica
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal do Maranhão
Sigla da instituição: UFMA
Departamento: DEPARTAMENTO DE BIOLOGIA/CCBS
Programa: PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM REDE - REDE DE BIODIVERSIDADE E BIOTECNOLOGIA DA AMAZÔNIA LEGAL/CCBS
Citação: LACERDA, Dinnie Michelle Assunção. Padrões fenológicos e atributos reprodutivos de espécies lenhosas no cerrado do Estado do Maranhão, Brasil. 2017. 146f. Tese (Doutorado em Biodiversidade e Biotecnologia da Rede BIONORTE/CCBS) - Universidade Federal do Maranhão, São Luís .
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tedebc.ufma.br/jspui/handle/tede/tede/2151
Data de defesa: 11-Dec-2017
Appears in Collections:TESE DE DOUTORADO - PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM REDE - REDE DE BIODIVERSIDADE E BIOTECNOLOGIA DA AMAZÔNIA LEGAL/CCBS

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DinnieMichelle.pdfTese de Doutorado4,68 MBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.