???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tedebc.ufma.br/jspui/handle/tede/tede/2143
Tipo do documento: Dissertação
Título: Morcegos de ambientes degradados numa área da Amazônia Maranhense
Título(s) alternativo(s): Bats from degraded environments in an area of the Amazon Maranhense
Autor: COSTA, Mirella Nascimento Giusti da 
Primeiro orientador: MARTÍNEZ RUIZ, Carlos
Primeiro membro da banca: FERNANDES, Fernanda Rodrigues
Segundo membro da banca: OLIVEIRA, Tadeu Gomes de
Resumo: Foi estudada a composição da quiropterofauna em ambientes degradados numa área da Amazônia Maranhense, Bom Jardim – MA, assim como as diversidades e similaridades dos quatro habitats sistematicamente amostrados, largura e sobreposição dos nichos espaciais das espécies mais abundantes, durante os meses de julho de 2008 a junho de 2010. Foram realizadas capturas quinzenais com a utilização de redes de neblina de 12m x 2,5m cada, armadas à altura do solo e permanecendo abertas das 18h00min às 00h00min, sendo vistoriadas a cada hora. Foram registradas espécies de morcegos, pertencentes a três famílias, sendo que a família Phyllostomidae apresentou o maior número de indivíduos. As espécies mais abundantes foram: Carollia perspicillata (166); Phyllostomus discolor (72); Phyllostomus hastatus (70); Artibeus lituratus (70); Sturnira lilium (43); Artibeus obscurus (42) e Glossophaga soricina (20). As diversidades dos habitats não apresentaram diferenças significantes. Porém, o hábitat capão de mangueiras em matriz de pastagem (CM) apresentou o maior índice de diversidade (1,98±0,17). Os baixos níveis de similaridade de espécies de morcegos apresentados pelo habitat roça de banana em matriz peridomiciliar (RB) em relação aos demais apontam para a existência de duas comunidades parcialmente diferenciadas de morcegos na área de estudo (Phyllostomus discolor e Phyllostomus hastatus bem como Glossophaga soricina e Sturnira lilium). As duas espécies de Phyllostomus apresentaram um nicho espacial mais estreito, enquanto Carollia perspicillata e Artibeus lituratus apresentaram uma largura de nicho espacial elevada. Os valores de sobreposição do nicho espacial, assim como o padrão de associação apresentados pelas espécies mais abundantes, demonstram uma forte evidência de segregação espacial entre as espécies de mesmo gênero. Porém, é notório que ainda existe uma grande necessidade de aprofundar o conhecimento sobre a composição da quiropterofauna do Maranhão.
Abstract: The composition of bats in degraded environment in an area of the Amazonian from Maranhão, Bom Jardim - MA, as well as the diversity and similarity between four habitats systematically sampled, the width and overlap of spatial niches of the commonest were measured, during the months of July of 2008 to June of 2010. Animals were captured every fifteen days by using mist nets of 12m x 2,5m each, opened at the ground level from 06:00pm to 12:00 pm, being inspected every hour. Individuals of 15 species of bats belonging to three families were captured. The family Phyllostomidae presented the highest number of species. The most abundant species were Carollia perspicillata (166); Phyllostomus discolor (72); Phyllostomus hastatus (70); Artibeus lituratus (70); Sturnira lilium (43); Artibeus obscurus (42) and Glossophaga soricina (20). The diversity indices of habitats didn't show significant differences. However, the habitat capão de mangueira em matriz de pastagem (CM) it presented the highest index of diversity (1,98±0,17). The low levels of similarity of species of bats presented by the habitat roça de banana em matriz peridomiciliar (RB) and the remaining habitats seemed to identity two well-defined assemblies of bats in the sampled area (Phyllostomus discolor and Phyllostomus hastatus and Glossophaga soricina and Sturnira lilium). The two species of Phyllostomus showed a narrower spatial niche, while Carollia perspicillata and Artibeus lituratus presented a width of space niche elevated. The levels of spatial niche overlaps, as well as the similarity pattern showed by the most abundant species, pointed to the existence of a partial spatial segregation among species belonging to the same genus. However, it is well known that a great need still exists of deepening the knowledge on the composition of the quiropterofauna of Maranhão.
Palavras-chave: Quiropterofauna
Amazônia Maranhense
Phyllostomidae
Carollia perspicillata
Phyllostomus discolor
Phyllostomus hastatus
Artibeus lituratus
Sturnira lilium
Artibeus obscurus
Glossophaga soricina
Amazonian from Maranhão
Bats
Área(s) do CNPq: Ecologia de Ecossistemas
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal do Maranhão
Sigla da instituição: UFMA
Departamento: DEPARTAMENTO DE BIOLOGIA/CCBS
Programa: PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM BIODIVERSIDADE CONSERVAÇÃO/CCBS
Citação: COSTA, Mirella Nascimento Giusti da. Morcegos de ambientes degradados numa área da Amazônia Maranhense. 2011. 27 f. Dissertação (Mestrado em Biodiversidade e Conservação) - Universidade Federal do Maranhão, São Luís, 2011
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tedebc.ufma.br/jspui/handle/tede/tede/2143
Data de defesa: 31-Aug-2011
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO DE MESTRADO - PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM BIODIVERSIDADE E CONSERVAÇÃO

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
MirellaCosta.pdfTexto2,15 MBAdobe PDFDownload/Open Preview
MirellaCosta-CAPAS DISSERTAÇÃO.pdfCapa134,5 kBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.