???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tedebc.ufma.br/jspui/handle/tede/tede/2025
Tipo do documento: Tese
Título: ÍNDICE INFLAMATÓRIO DA DIETA E SUA ASSOCIAÇÃO COM SÍNDROME METABÓLICA E RESISTÊNCIA INSULÍNICA EM ADULTOS JOVENS.
Título(s) alternativo(s): Dietary inflammatory index and its association with metabolic syndrome and insulin resistance in young adults.
Autor: CARVALHO, Carolina Abreu de 
Primeiro orientador: SILVA, Antonio Augusto Moura da
Primeiro coorientador: ASSUNÇÃO, Maria Cecília Formoso
Primeiro membro da banca: SILVA, Antônio Augusto Moura da
Segundo membro da banca: GIGANTE, Denise Petrucci
Terceiro membro da banca: FROTA, Maria Tereza Borges Araújo
Quarto membro da banca: FRANÇA, Ana Karina Teixeira da Cunha
Quinto membro da banca: SIMÕES, Vanda Maria Ferreira
Resumo: Introdução: Diversos estudos têm documentado a associação entre inflamação e desfechos metabólicos. O Índice Inflamatório da Dieta (IID) é uma ferramenta para avaliação do potencial inflamatório da dieta. Trabalhos associando o IID à síndrome metabólica ou resistência insulínica ainda controversos. Objetivo: avaliar a associação do IID com resistência insulínica (RI) ou síndrome metabólica (SM). Materiais e Métodos: Trata-se de um estudo transversal, realizado com 2017 adultos de 23 a 25 anos, em Ribeirão Preto, Brasil. O consumo alimentar foi avaliado a partir de um Questionário de Frequência Alimentar validado. O IID foi calculado a partir de 35 parâmetros alimentares. A RI foi avaliada a partir da classificação de valores de HOMA-IR (≥2,7 uU mL-1). Para diagnosticar SM foi considerado o critério do Joint Interim Statement (JIS). A associação do IID com RI ou SM foi avaliada por análise de regressão de Poisson com estimativa robusta da variância. As variáveis incluídas no modelo multivariado foram selecionadas a partir de gráficos acíclicos direcionados (Directed Acyclic Graph – DAG). Resultados: A dieta dos adultos jovens estudados apresentou elevado potencial inflamatório, com média de IID de 1,10, variando de -4,69 a +5,28. A prevalência de SM foi de 12,2% e de RI 12,3%, ambas maiores no sexo masculino. Na análise ajustada, o IID não se associou com RI ou SM em ambos os sexos. Conclusão: Apesar da associação não ter sido encontrada nesta amostra de adultos jovens, o estudo evidencia que a dieta dos jovens estudados tem um elevado potencial inflamatório, o que pode aumentar o risco para o desenvolvimento de doenças e agravos não-transmissíveis no futuro.
Abstract: Introduction: Several studies have documented the association between inflammation and metabolic outcomes. The Dietary Inflammatory Index (DII) is a tool to evaluate the inflammatory potential of the diet. Studies associating the DII with the metabolic syndrome or insulin resistance still controversial. Purpose: to assess the association of the DII with insulin resistance (IR) or metabolic syndrome (MS). Methods: A cross-sectional study was conducted on 2017 adults aged 23 to 25 years in Ribeirão Preto, Brazil. Food consumption was assessed using a validated Food Frequency Questionnaire. The DII was calculated from 35 available food parameters. IR was determined from the classification of HOMA-IR values (≥2.7uU mL-1). MS was diagnosed based on the Joint Interim Statement (JIS) criterion. The association of DII score with IR or MS was determined by Poisson regression analysis with robust estimation of variance. The variables included in the multivariable model were selected from Directed Acyclic Graphs (DAG). Results: The diet of the young adults studied showed a high inflammatory potential, with a mean DII of 1.10 (range: -4.69 to +5.28). The prevalence of MS was 12.2% and of IR was 12.3%, both greater in males. In adjusted analysis, the DII was not associated with IR or MS in either sex. Conclusions: Although this association was not detected in this sample of young adults, the study demonstrated that their diet had a high inflammatory potential, a fact that may increase the risk for the development of non-communicable diseases in the future.
Palavras-chave: Índice Inflamatório da Dieta; Síndrome Metabólica; Resistência Insulínica; Adultos Jovens
Dietary Inflammatory Index; Metabolic Syndrome; Insulin Resistance; Young Adults
Área(s) do CNPq: Saúde Publica.
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal do Maranhão
Sigla da instituição: UFMA
Departamento: DEPARTAMENTO DE MEDICINA I/CCBS
Programa: PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM SAÚDE COLETIVA/CCBS
Citação: CARVALHO, Carolina Abreu de. ÍNDICE INFLAMATÓRIO DA DIETA E SUA ASSOCIAÇÃO COM SÍNDROME METABÓLICA E RESISTÊNCIA INSULÍNICA EM ADULTOS JOVENS.. 2017. [143 folhas]. Tese( PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM SAÚDE COLETIVA/CCBS) - Universidade Federal do Maranhão, [São Luís] .
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tedebc.ufma.br/jspui/handle/tede/tede/2025
Data de defesa: 17-Oct-2017
Appears in Collections:TESE DE DOUTORADO - PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM SAÚDE COLETIVA

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Carolina Abreu de Carvalho.pdfTese de Doutorado1,78 MBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.