???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tedebc.ufma.br/jspui/handle/tede/tede/1538
Tipo do documento: Dissertação
Título: A "Ilha Rebelde" de novo?: lutas sociais nas manifestações de junho de 2013 em São Luís-MA
Título(s) alternativo(s): THE "REBEL ISLAND" AGAIN? Social Struggles and State in the Manifestations of June 2013 in São Luís - MA
Autor: Vieira, Andressa Brito 
Primeiro orientador: SILVA, Ilse Gomes
Resumo: A pesquisa analisa os aspectos políticos das Manifestações de Junho de 2013 na cidade de São Luís, a partir do contexto da recente crise econômica de 2008 e na relação com a ação política das classes sociais e com o papel do Estado enquanto fator de coesão dos interesses das classes dominantes. Destaca-se o processo de organização, as ações e reações dos diversos grupos/movimentos sociais participantes das Manifestações de Junho de 2013 e as respostas do Estado às reivindicações presentes nessas manifestações. Nessa pesquisa foram utilizadas diversas técnicas de investigação como pesquisa documental em fontes originais ou de “primeira mão” (Leis, Projetos de Lei, Decretos, pronunciamentos de gestores, parlamentares e ativista, jornais e registros policiais), entrevistas com militantes e análise do conteúdo dos sites que convocavam os protestos. A fundamentação teórica teve como eixo de análise as categorias de movimentos sociais, lutas sociais, Estado, classes sociais e crise econômica. Considero que as crises econômicas são inerentes ao sistema capitalista e, diante delas, as lutas sociais acirram-se, exigindo que a classe trabalhadora se organize em grupos ou movimentos sociais para realizar protestos de resistência a esse cenário adverso. Desse modo, as recentes manifestações globais e as Manifestações de Junho de 2013 devem ser compreendidas como expressões das lutas sociais que se atualizam e se redefinem constantemente, tanto que no caso das manifestações analisadas devido à correlação de forças seus resultados caminharam para uma polarização ideológica. Em São Luís, por exemplo, as ações políticas que deram continuidade às Manifestações de Junho e tentaram garantir uma pauta mais progressista, aos poucos foram cessando. Igualmente problemático foi o fato de alguns militantes desse período se transformarem em sustentação para movimentos sociais de perspectiva ideológica conservadora ou reacionária, promovidos pela força da propaganda dos meios de comunicação, intensamente ativos em todo o processo. Assim, percebe-se que não se trata de um panorama político exclusivamente local ou nacional, mas de um processo que se desenvolve internacionalmente evidenciando que as recentes manifestações globais e brasileiras são lutas sociais estruturais que se atualizam constantemente.
Abstract: The research analyzes the political aspects of the June 2013 manifestations in São Luís city, from the recent economic crisis of 2008 context and in relation to the social classes political action and the state's role as the ruling classes interest cohesive factor. Noteworthy is the organization process, the various groups / social movements participating in the June 2013 manifestations actions and reactions, and the State's responses to these manifestations claims. This research used several research techniques, such as documentary research in original sources or "first hand" (Laws, Bills, Decrees, pronouncements of managers, parliamentarians and activist, newspapers and police reports), militants interviews and content analysis from websites that summoned the protests. The theoretical analysis was based on the categories of social movements, social struggles, state, social classes and economic crisis. I believe that economic crises are inherent to the capitalist system, therefore, the social struggles intensify, demanding the working class organize itself into groups or social movements to perform resistance protests to this adverse scenario. Thus, the recent global events and the June 2013 manifestations should be understood as social struggles expressions that are constantly updated and redefined, so that, in the analyzed events case, due to the correlation of forces, the results walked towards an ideological polarization. In São Luis city, for example, the political actions that fallowed the June Manifestations which tried to ensure a more progressive agenda, were gradually ceasing. Equally problematic was the fact that some militants from that period turned into support for conservative or reactionary social movements ideological perspective, promoted by the media propaganda, intensely active throughout the process. Thus, it is clear that this politic scenario is not purely local or national, but a process developed internationally which demonstrates that recent global and Brazilian manifestations are structural social struggles updated constantly.
Palavras-chave: June 2013 manifestations
Classes Sociais
Lutas Sociais
Estado
Manifestações de Junho de 2013
State
Social Struggles
Social Classes
Área(s) do CNPq: Classes Sociais e Grupos de Interesse
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal do Maranhão
Sigla da instituição: UFMA
Departamento: DEPARTAMENTO DE SERVIÇO SOCIAL/CCSO
Programa: PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM POLÍTICAS PÚBLICAS/CCSO
Citação: VIEIRA, Andressa Brito. A "Ilha Rebelde" de novo?: lutas sociais nas manifestações de junho de 2013 em São Luís-MA. 2016. 206 f. Dissertação (Programa de Pós-Graduação em Políticas Públicas) - Universidade Federal do Maranhão, São Luís, 2016.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tedebc.ufma.br:8080/jspui/handle/tede/1538
Data de defesa: 7-Nov-2016
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO DE MESTRADO - PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM POLÍTICAS PÚBLICAS

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
AndressaVieira.pdfDissertação4,8 MBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.