???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tedebc.ufma.br/jspui/handle/tede/tede/1429
Tipo do documento: Dissertação
Título: Prevalência de polifarmácia em pacientes hipertensos e/ou diabéticos em São Luís
Título(s) alternativo(s): Prevalence of polypharmacy in hypertensive and / or diabetic patients in São Luís
Autor: Barros, Clemilson da Silva 
Primeiro orientador: MONTEIRO, Sally Cristina Moutinho
Resumo: Introdução: A Hipertensão Arterial Sistêmica (HAS) e o Diabetes Mellitus (DM) estão entre as doenças crônicas mais prevalentes no Brasil e são considerados importante problema de saúde pública e motivadores de fortes despesas para o país, devido ao elevado consumo de medicamentos e de internações hospitalares. Objetivo: Caracterizar o uso de polifarmácia e seus fatores associados em hipertensos e diabéticos, assistidos pela Estratégia de Saúde da Família. Metodologia: O estudo é do tipo transversal, focado em atingir resultados terapêuticos mais custo-efetivos para a saúde dos participantes. A amostra foi não probabilística e composta por 171 pacientes, de ambos os sexos, maiores de 18 anos e portadores de HA e/ou DM, vinculados a uma Unidade Básica de Saúde de São Luís. Resultados: O estudo mostrou predominância do sexo feminino (69,59%), cor auto declarada parda (56,14%), média de idade de 60,53 (± 11,41) anos, tendo como faixa etária mais prevalente de 61 a 70 anos (34,50%), ensino fundamental incompleto (47,37%), renda familiar baixa de ½ a 1 salário mínimo (44,44%) e casados (38,59%). Ocorreu, também, prevalência de risco cardiovascular para ambos os sexos. Obteve-se, ainda, uma relação de 85 medicamentos em uso, com média de 5,31(± 11,56), onde a maioria da população faz uso de 1 a 4 medicamentos (88,88%), com quantidade de tomada/dia de 1 a 4 vezes/dia 84,79%, a maioria compra o medicamento 49,12%. Os medicamentos mais prevalentes foram: a Losartana 74,11%, a metformina 67,05%, hidroclorotiazida 55,65% e Glibenclamida 44,18%.O estudo contou ainda com 19(11,11%) de usuários polimedicados,destes,11(9,6%) não são aderentes, 10(33,33%) tomam de 5 a 8 medicamentos por dia e 14(16,1%) não se consideram saudáveis. O índice de massa corporal (IMC) mais expressivo nesse estudo foi de 18-25 kg/m² com 11(14,5%). Discussão: O conhecimento das características sociodemográficas e de saúde, dos indicadores de saúde da comunidade e sua necessidades prioritárias são importantes para traçar medidas de ação em saúde que torne seguro e custo efetivo o tratamento em pacientes em polifarmácia. Conclusão: Conhecer o perfil desses usuários é fundamental para ajustar os serviços oferecidos e desenvolver medidas custo-efetivas que respondam positivamente às necessidades majoritárias deles, melhorando o atendimento a população, diminuindo as taxas de morbimortalidade e aumentando a qualidade de vida.
Abstract: Introduction: Systemic arterial hypertension (SAH) and diabetes mellitus (DM) are among the most prevalent chronic diseases in Brazil and are considered important public health problem and are responsible for heavy costs for countries, due to the high consumption of medicines and hospital admissions. The objective of this study is to Characterize the use of polypharmacy and associated factors in hypertensive and diabetic, assisted by the Health Strategy of the Family. Methodology: The study was a cross-sectional, descriptive, focused on achieving more cost-effective therapeutic results for the health of participants. The sample was not probabilistic and comprised 171 patients, both genders, above 18 years and patients with hypertension and /or DM, linked to a Basic Health Unit of São Luís, BR. Results: The study showed a female predominance (69.59%), self-declared brown color (56.14%), average age of 60.53 (± 11.41) years, with the most prevalent age group of 61-70 years (34.50%), incomplete primary education (47.37%), household income of ½ to 1 minimum wage salary (44.44%) and married (38.59%) and also indicated increased prevalence of cardiovascular risk. It was also produced a list of 85 drugs in use, with an average of 5.31 (± 11.56), where most of the population uses 1-4 drugs 88.88% with daily intaking of 1 to 4 times (84.79%), most of them purchase the product (49.12%). The most prevalent drugs were: Losartan 74.11%, 67.05% metformin, glibenclamide HCTZ 55.65% and 44.18%. The study also included 19 (11.11%) polymedicated, of these, 11 (9.6%) are non-adherent and 10 (33.33%) take 5-8 medications per day, and 14 (16.1%) do not consider themselves healthy. The most significant IMC in this study was 18-25 kg / m² with 11 (14.5%). Discussion: The knowledge of sociodemographic characteristics and health, community health indicators and their priority needs is important to draw health action steps that become safe and cost effective treatment in patients on polypharmacy. Conclusion: Knowing the profile of these users is critical to adjust the services offered and develop cost-effective measures to respond positively to their major requirements, improving services to the population, reducing the morbidity and mortality rates and increasing the quality of life.
Palavras-chave: Atenção Farmacêutica
Diabetes
Hipertensão
Polifarmácia
Pharmaceutical Care
Diabetes
Hypertension
Polypharmacy
Área(s) do CNPq: Farmácia
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal do Maranhão
Sigla da instituição: UFMA
Departamento: DEPARTAMENTO DE MEDICINA I/CCBS
Programa: PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM SAÚDE DO ADULTO E DA CRIANÇA/CCBS
Citação: BARROS, Clemilson da Silva. Prevalência de polifarmácia em pacientes hipertensos e/ou diabéticos em São Luís. 2016. 156 f. Dissertação (Programa de Pós-Graduação em Saúde do Adulto e da Criança) - Universidade Federal do Maranhão, São Luís, 2016.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tedebc.ufma.br:8080/jspui/handle/tede/1429
Data de defesa: 6-May-2016
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO DE MESTRADO - PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM SAÚDE DO ADULTO E DA CRIANÇA

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ClemilsonSilvaBarros.pdfDissertação3,66 MBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.