???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tedebc.ufma.br/jspui/handle/tede/tede/1299
Tipo do documento: Dissertação
Título: Surto de toxoplasmose: uma abordagem epidemiológica com uso de geotecnologias.
Título(s) alternativo(s): Outbreak of Toxoplasmosis: an epidemiological approach using GeoTechnologies.
Autor: SILVA, Guilherme Nunes do Rêgo e
Primeiro orientador: BRANCO, Maria dos Remédios Freitas Carvalho
Primeiro coorientador: Aquino Júnior, José
Resumo: Introdução: A toxoplasmose é uma antropozoonose de distribuição universal transmitida pela ingestão de cistos teciduais ou de oocistos do Toxoplasma gondii presentes na água, no solo ou em alimentos contaminados. Na literatura há descrição de surtos de toxoplasmose cujas investigações poderiam ter sido otimizadas com o uso de geotecnologias. Sistemas de Informação Geográfica têm sido muito utilizados para produzirem mapas digitais representativos de situações de riscos e vulnerabilidades em saúde a que uma determinada população está exposta, podendo ampliar as informações necessárias para estratégias de controle de agravos, vigilância e prevenção em saúde, ou ainda em caso de surtos, gerar hipóteses em relação à provável fonte de infecção. Objetivo: Analisar um surto de toxoplasmose ocorrido num condomínio residencial de São Luís – MA. Metodologia: Trata-se de um estudo ecológico a partir de um banco de dados histórico da investigação de um surto de toxoplasmose ocorrido em 2006 em um condomínio residencial de São Luís - Maranhão. Dentre os 110 moradores, funcionários e empregadas domésticas, 90 tiveram sangue coletado para triagem sorológica pela técnica de ELISA, sendo classificados em suscetíveis ou não à infecção e determinado a taxa de ataque do surto. Utilizou-se o software STATA 10 e o teste exato de Fisher para análise estatística dos dados. Para análise geoestatística foi utilizado o estimador de Kernel e o interpolador IDW com auxílio dos software ArcGIS® 10.1e QGIS® 2.14. Para a análise temporal da data do início dos sintomas, o Excel® 2010. Resultados: Houve 33 casos de infecção aguda ou recente dentre 53 indivíduos suscetíveis, com taxa de ataque de 62,26%. As mulheres foram mais acometidas (60,61%), dentre elas uma estava grávida e 15 estavam em idade fértil, grupo que apresentou uma taxa de ataque de 65,21%. Dentre os suscetíveis, o uso de filtro de torneira foi um fator associado ao adoecimento (p=0,049). As análises espaciais em ambas as técnicas apresentaram padrões relativamente semelhantes de distribuição de casos, sendo que a técnica de Kernel representou melhor a realidade do surto. Os testes geoestatísticos não revelaram associação de proximidade em se tratando apenas da distância (área) com relação à fonte suspeita (caixa d’água do condomínio). Conclusão: O surto apresentou uma alta taxa de ataque principalmente entre as mulheres em idade fértil, grupo que merece destaque em decorrência da possibilidade de transmissão vertical. O surto foi provavelmente de veiculação hídrica, a partir da contaminação da caixa d’água do condomínio. Os mapas digitais dos casos e dos suscetíveis serviram como uma forma de representação mais didática do surto, bem como um exemplo para aplicação de técnicas geoestatísticas com intuito de complementar a análise epidemiológica em outros estudos que tratem de eventos em saúde pública.
Abstract: Introduction: Toxoplasmosis is a universally distributed anthropozoonosis transmitted by the ingestion of tissue cysts or Toxoplasma gondii oocysts present in water, soil or contaminated food. In the literature there is description of outbreaks of toxoplasmosis, whose investigations could have been optimized with the use of geotechnologies. Geographical Information Systems (GIS) have been widely used to produce representative digital maps of situations of risk and health vulnerabilities that a population is exposed, being able to expand as information to health control, surveillance and prevention, or even, in case of outbreaks, to generate hypotheses regarding the probable source of infection. Objective: To analyze a toxoplasmosis outbreak in a residential condominium in São Luis – MA. Methodology: An ecological study based on a historical database of the investigation of an outbreak of toxoplasmosis occurred in 2006 in a residential condominium of São Luís - Maranhão. There were 110 people among residents, employees and domestic workers, 90 had their blood collected for serological analysis by ELISA (researcher technique), being classified as susceptible or not to infection and determined the attack rate of the outbreak. The software STATA 10 and Fisher's exact test were used for statistical analysis of the data. For geostatistical analysis, the Kernel estimator and the IDW interpolator with the help of ArcGIS® 10.1 e QGIS® 2.14 software were used. For a time analysis of the date of onset of symptoms, Excel® 2010. Results: There were 33 cases of acute or recent infection among 53 susceptible individuals, with attack rate of 62.26%. Women were more affected (60.61%).Among them one was pregnant and 15 patients of fertile age, a group that presented an attack rate of 65.21%. Among those susceptible, the use of the filter at the faucet was a factor associated with illness (p =0.049). Spatial analyzes in both techniques showed relatively similar patterns of case distribution, with the Kernel technique better representing the reality of the outbreak. The geostatistical tests did not reveal a proximity association in relation to only the distance (area) from the suspected source (condominium water box). Conclusion: The outbreak presented a high attack rate mainly among women of childbearing age, a group that deserves attention in the evaluation of the possibility of vertical transmission. The outbreak was likely caused by water transmission, from the contamination of the water box of the condominium. Digital maps of the cases and the susceptible ones served as a more didactic form of representation of the outbreak, as well as an example for the application of geostatistical techniques in order to complement an epidemiological analysis in other studies dealing with events in public health.
Palavras-chave: Análise espacial; Sistemas de Informação Geográfica; Surtos de doenças; Toxoplasmose; Vigilância em saúde pública
Spatial analysis; Geographic Information Systems; Outbreaks of diseases; Toxoplasmosis; Surveillance in public health
Área(s) do CNPq: Saúde Pública
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal do Maranhão
Sigla da instituição: UFMA
Departamento: DEPARTAMENTO DE SAÚDE PÚBLICA/CCBS
Programa: PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM SAÚDE E AMBIENTE/CCBS
Citação: SILVA, Guilherme Nunes do Rêgo e. Surto de toxoplasmose: uma abordagem epidemiológica com uso de geotecnologias.. 2017. [111 folhas]. Dissertação( PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM SAÚDE E AMBIENTE/CCBS) - Universidade Federal do Maranhão, [São Luis] .
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tedebc.ufma.br:8080/jspui/handle/tede/1299
Data de defesa: 19-Jan-2017
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO DE MESTRADO - PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM SAÚDE E AMBIENTE

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Guilherme Nunes.pdfDissertação de Mestrado4,3 MBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.