???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tedebc.ufma.br/jspui/handle/tede/tede/993
Tipo do documento: Dissertação
Título: A BIOGEOQUÍMICA DE METAIS EM SEDIMENTOS DE MANGUEZAL NA ILHA DO MARANHÃO
Título(s) alternativo(s): THE METAL BIOGEOCHEMISTRY IN MANGROVE SEDIMENT IN ISLAND OF MARANHÃO
Autor: Carvalho, Lisandra Maria da Silva 
Primeiro orientador: SILVA, Gilmar Silvério da
Primeiro membro da banca: Marques, Edmar Pereira
Resumo: Os estuários de manguezais estão sujeitos às transformações decorrentes de diversas atividades antrópicas e a sua contaminação por metais é de suma importância, uma vez que estes não podem ser degradados e se acumulam nos sedimentos promovendo certa toxicidade aos organismos bênticos e aos seres humanos. Este risco está diretamente ligado à disponibilidade e mobilidade dos metais em sedimentos. Embora os metais Cd, Cr, Cu, Pb, Ni e Zn sejam encontrados em níveis traço no ambiente, vários estudos têm sido realizado em função do seu potencial tóxico. O objetivo desse trabalho é determinar a distribuição e o fracionamento dos metais traço nos sedimentos de manguezal do rio Paciência, tanto na superfície quanto no perfil de profundidade, bem como estimar o risco desses elementos para vida aquática. O fracionamento de metais no sedimento de mangue (superfície e perfil de profundidade) do rio Paciência, na ilha do Maranhão foi realizado utilizando o método da extração sequencial pelo o protocolo da Comissão Europeia. As concentrações dos metais foram determinadas usando a técnica por espectrometria de emissão ótica de plasma indutivamente acoplado (ICP-OES). A mobilidade dos metais (soma das três frações de maior mobilidade F1, F2 e F3) apresentou valores cerca de 80 %, o que sugere impacto das atividades antropogênicas. Os resultados da concentração total demonstraram que os níveis de metais estavam abaixo do TEL (Threshold effect level), com exceção do Pb, cujos valores oferecem risco para a vida aquática. O potencial redox (Eh) diminuiu com a profundidade (-110 mV na superfície até -360 mV na parte inferior), e mostrou alta correlação com Fe na fração F2 (r² = 0,89). Outros parâmetros estudados não apresentaram um comportamento crescente ou decrescente ao longo da profundidade, indicando que outras variáveis podem estar afetando a distribuição e a dinâmica dos metais em sedimento.
Abstract: Mangrove estuaries are subject to amendments provoked by anthropogenic activities. The contamination by metals in estuarine environments is of paramount importance, since these cannot be degraded and, therefore, accumulate in sediments promoting certain toxicity to benthic organisms and humans. This risk is directly linked to the availability and mobility of metals in sediments. Although Cd, Cr, Cu, Pb, Ni and Zn are found at trace levels in the environment, several studies have been made on the basis of their toxic potential. The aim of this study is to determine the distribution and fractionation of trace metals in sediments of mangrove Paciência river, both on the surface and in the depth profile and to estimate the risk of these elements to aquatic life. Metal Fractionation in mangrove sediment (surface and depth profile) of Paciência river in Maranhão Island was conducted using the method of sequential extraction protocol by the European Commission. The metal concentrations were determined using inductively coupled plasma optical emission spectrometry technique (ICPOES). The mobility of metals (sum of the three most mobile fractions F1, F2 and F3) had values approximately 80 %, suggesting that the impact of human activities. The results showed that the total concentration levels of metals were below TEL (Threshold effect level), with the exception of Pb, whose values provide risk to aquatic life. The redox potential (Eh) decreased with depth (-110 mV at the surface to -360 mV at the bottom), and showed high correlation with Fe in fraction F2 (r² = 0,89). Other parameters studied showed no increasing or decreasing along the depth behavior, indicating that other variables may be affecting the distribution and dynamics of metals in sediment.
Palavras-chave: Fracionamento de metais
Estuário
Mangues
Maranhão
Fractionation of metals
Estuary
Mangroves
Maranhão
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::OCEANOGRAFIA::OCEANOGRAFIA GEOLOGICA::GEOQUIMICA MARINHA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade Federal do Maranhão
Sigla da instituição: UFMA
Departamento: QUIMICA
Programa: PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM QUÍMICA/CCET
Citação: CARVALHO, Lisandra Maria da Silva. THE METAL BIOGEOCHEMISTRY IN MANGROVE SEDIMENT IN ISLAND OF MARANHÃO. 2014. 84 f. Dissertação (Mestrado em QUIMICA) - Universidade Federal do Maranhão, São Luís, 2014.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tedebc.ufma.br:8080/jspui/handle/tede/993
Data de defesa: 31-Jul-2014
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO DE MESTRADO - PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM QUIMICA

Files in This Item:
File SizeFormat 
Dissertacao LISANDRA MARIA DA SILVA CARVALHO.pdf1,29 MBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.