???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tedebc.ufma.br/jspui/handle/tede/tede/686
Tipo do documento: Dissertação
Título: INDICADORES AMBIENTAIS DA GLOBAL REPORTING INITIATIVE GRI : uma análise da utilização nos relatórios de sustentabilidade das empresas do setor de energia elétrica
Título(s) alternativo(s): ENVIRONMENTAL INDICATORS OF THE "GLOBAL REPORTING INITIATIVE - GRI": an analysis of the use in sustainability reporting by companies in the electricity sector
Autor: Bessa, Elisio Cesar 
Primeiro orientador: CUNHA, Darliane Ribeiro
Resumo: Os relatórios de sustentabilidade são um importante meio de comunicação das empresas com seus stakeholders. Entretanto, a evidenciação dos indicadores ambientais nesses relatórios ainda é considerada baixa. O modelo de relatórios de sustentabilidade da GRI foi desenvolvido para ajudar as organizações a melhor relatarem seus desempenhos nas áreas econômica, social e ambiental, mas estudos demonstram que muitas empresas se autodeclaram seguidoras do padrão e, entretanto na prática a evidenciação ainda é baixa. Este estudo tem como objetivo analisar os relatórios de sustentabilidade das empresas de energia, listadas no Índice Dow Jones de Sustentabilidade (DJSI), comparando a evidenciação dos indicadores ambientais essenciais com os padrões da GRI. Para isso, foi feita uma pesquisa exploratória, documental nos relatórios de sustentabilidade de três anos consecutivos das organizações que utilizam o modelo GRI. Foi desenvolvido um critério de classificação dos indicadores e um índice representativo da evidenciação da organização, chamado de Índice de Evidenciação Ambiental (IEVA). Posteriormente, fez-se uma análise dos dados e informações disponibilizadas pelas empresas da amostra comparando o que foi evidenciado com o que é requerido pelo modelo GRI. Foi possível verificar que apesar de pertencerem ao mesmo setor, com as mesmas dificuldades e complexidades, as empresas estão em estágios diferentes de evidenciação ambiental, independente de países ou região geográfica. Nenhuma organização atende de forma plena aos requisitos da GRI, mesmo aquelas que se autodeclaram no nível mais alto de aplicação das diretrizes. As empresas da Europa possuem uma melhor evidenciação ambiental, seguidas das empresas da América do Sul, América do Norte e Ásia. Por fim, foi observado que existe uma tendência de melhoria da evidenciação ambiental no período de três anos analisados nessa pesquisa. Uma importante contribuição dessa pesquisa foi o desenvolvimento do método de classificação dos indicadores e cálculo do Índice de Evidenciação Ambiental (IEVA) que podem ser utilizados nas outras dimensões dos relatórios de sustentabilidade assim como na análise de outros setores industriais.
Abstract: Sustainability reports are an important means of corporate communication with its stakeholders. However, the disclosure of environmental indicators in these reports is still considered low. The GRI sustainability reporting model was designed to help organizations better report their performance in economic, social and environmental areas, but studies show that many companies declared themselves followers of this standard but in practice the disclosure is still low. This study aims to analyze the sustainability reports for the energy sector companies, listed in the Dow Jones Sustainability Index (DJSI), comparing the disclosure of core environmental indicators with GRI standards. For this, it was made an exploratory and documentary research, in the organizations sustainability reports for three consecutive years. It was developed a criteria to classify the indicators as well as an index to represent the company disclosure level, called Environmental Disclosure Index (IEVA). After that, it was made an analysis of all data and information provided by companies in the sample, comparing what was evidenced with what is required by the GRI model, when was possible to observe that despite belonging to the same sector, with the same difficulties and complexities, companies are at different stages of environmental disclosure, regardless of country or geographic region. No organization fully meets GRI model requirements, even those who declared themselves at the highest level of guidelines application. Companies in Europe, have better environmental disclosure, followed by companies from South America, North America and Asia. There is a tendency to improve environmental disclosure in the three years analyzed in this research. An important contribution of this research was the development a method to classify the indicators as well as the calculation of the Environmental Disclosure Index (IEVA) that can be used in other dimensions of sustainability reports and in the analysis of other industrial sectors.
Palavras-chave: sustentabilidade
relatórios de sustentabilidade
GRI
evidenciação ambiental
sustainability
sustainability reporting
GRI
environmental disclosure
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::PLANEJAMENTO URBANO E REGIONAL::SERVICOS URBANOS E REGIONAIS::ASPECTOS FISICO-AMBIENTAIS DO PLANEJAMENTO URBANO E REGIONAL
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade Federal do Maranhão
Sigla da instituição: UFMA
Departamento: Energia e Ambiente
Programa: PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENERGIA E AMBIENTE/CCET
Citação: BESSA, Elisio Cesar. ENVIRONMENTAL INDICATORS OF THE "GLOBAL REPORTING INITIATIVE - GRI": an analysis of the use in sustainability reporting by companies in the electricity sector. 2015. 94 f. Dissertação (Mestrado em Energia e Ambiente) - Universidade Federal do Maranhão, São Luís, 2015.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tedebc.ufma.br:8080/jspui/handle/tede/686
Data de defesa: 29-Aug-2015
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO DE MESTRADO - PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENERGIA E AMBIENTE

Files in This Item:
File SizeFormat 
DISSERTACAO_ELISIO CESAR BESSA.pdf7,5 MBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.