Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://tedebc.ufma.br/jspui/handle/tede/tede/622
Tipo do documento: Dissertação
Título: POLÍTICAS PÚBLICAS DE EMPREGO PARA POPULAÇÃO JOVEM NO BRASIL NO PERÍODO NEOLIBERAL: gênese, desenvolvimento e perspectivas
Título(s) alternativo(s): PUBLIC POLICIES OF EMPLOYMENT FOR YOUNG PEOPLE IN BRAZIL IN THE NEOLIBERAL PERIOD: genesis, development and prospects
Autor: Melo, Wagna Maquis Cardoso de 
Primeiro orientador: Lima, Valéria Ferreira Santos de Almada
Primeiro membro da banca: Sousa, Salviana de Maria Pastor Santos
Resumo: Estudo das políticas públicas de emprego para juventude no Brasil desenvolvidas no período neoliberal. Parte-se do entendimento de que os jovens atingidos pelas atuais políticas de emprego são os jovens marginalizados da estrutura social, pois estes além de vitimados pela falta de emprego, são destituídos de garantias de direitos nos campos da saúde, da educação, do lazer, da cultura e etc. Analisa-se historicamente o aumento do desemprego dessa população no cenário de crise do emprego e de fragmentação das políticas sociais. Recuperam-se as reflexões existentes no Brasil sobre os fatores determinantes do desemprego da população jovem, agravado ao longo dos anos 1990. Resgatam-se, historicamente, as demandas sociais juvenis no Brasil desencadeadas ao longo dos anos 1985 a 2005, período delimitado entre a primeira intervenção internacional sobre a temática de vulnerabilidade social dos jovens e a criação da Secretaria Nacional da Juventude no Brasil. Tecem-se considerações acerca de algumas políticas de emprego elaboradas para o conjunto geral da população vitimada pelo desemprego, inauguradas pelo PLANFOR em 1996, pautados, sobretudo, no pressuposto de escassez de mão-de-obra qualificada para atender as novas exigências do mercado de trabalho, devido o processo de reestruturação produtiva. Disserta-se que face à insuficiência de oportunidades de trabalho, as ações desenvolvidas mesmo que sejam de cunho ativo acabam assumindo um caráter compensatório, visto que se fundamentam na ideologia da qualificação como solução para o enfrentamento do desemprego desse segmento da população. Conclui-se, sob a ótica defendida por muitos autores, que as atuais políticas públicas para os jovens são insuficientes para reduzir os níveis de desemprego dessa população, pois, estas se deparam com limitações estruturais expressas nas escassas oportunidades de trabalho resultantes do caminho seguido pela economia nacional e do processo de reestruturação produtiva cujos efeitos abrangem o conjunto dos jovens brasileiros, mesmo os de melhor posição social, ou maior escolaridade. E por fim, demonstra-se que mesmo em períodos de recuperação e crescimento econômico os jovens não experimentam respostas imediatas em termos de inserção no mercado de trabalho, daí advém a perspectiva dessas políticas em qualificar para o desemprego.
Abstract: Study of public employment policies for youth in Brazil developed in the neoliberal period. This is on the understanding that young people affected by the current employment policies are marginalized youth of the social structure, as well as those victimized by the lack of jobs, are devoid of rights guarantees in the fields of health, education, leisure, culture and so on. Analyzes historically higher unemployment in this population crisis scenario of employment and social policies of fragmentation. Recover the reflections existing in Brazil on the determinants of unemployment of young people, compounded over the years 1990. Rescue, historically, social demands juveniles in Brazil unleashed over the years 1985 to 2005, a period delimited between the first international intervention on the issue of social vulnerability of youth and the creation of the National Youth Secretariat in Brazil. Weave themselves some considerations about employment policies designed for the general population victimized by unemployment, by PLANFOR inaugurated in 1996, guided, above all, the assumption of scarcity of skilled labor to meet the new demands of the labor market, against the restructuring process. Lectures that address the lack of job opportunities, even if the actions taken are active die eventually assuming a compensatory character, since they are based on the ideology of qualification as a solution to cope with unemployment this population. We conclude, from the viewpoint held by many authors, that current public policies for youth are insufficient to reduce unemployment levels in this population, because they are faced with structural limitations expressed in the scarce job opportunities resulting from the path followed by national economy and the restructuring process whose effects cover all the young Brazilians, even the best social position, or higher education. Finally, we demonstrate that even in periods of economic growth and recovery youth do not experience immediate answers in terms of integration into the labor market arises from the perspective of those policies to qualify for unemployment.
Palavras-chave: Políticas Públicas
Emprego
População jovem
Public Policies
Employment
Young People
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ECONOMIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade Federal do Maranhão
Sigla da instituição: UFMA
Departamento: Desenvolvimento Socioeconomico
Programa: PROGRAMA DE POS-GRADUAÇÃO EM DESENVOLVIMENTO SOCIOECONOMICO
Citação: MELO, Wagna Maquis Cardoso de. PUBLIC POLICIES OF EMPLOYMENT FOR YOUNG PEOPLE IN BRAZIL IN THE NEOLIBERAL PERIOD: genesis, development and prospects. 2012. 126 f. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento Socioeconomico) - Universidade Federal do Maranhão, São Luís, 2012.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede2:8080/tede/handle/tede/622
Data de defesa: 11-Out-2012
Aparece nas coleções:DISSERTAÇÃO DE MESTRADO - PROGRAMA DE POS-GRADUAÇÃO EM DESENVOLVIMENTO SOCIOECONOMICO

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
DISSERTACAO Wagna Maquis.pdf1,16 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.