???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tedebc.ufma.br/jspui/handle/tede/tede/586
Tipo do documento: Dissertação
Título: O COMEÇO E O FIM DO MUNDO: estigmatização e exclusão social de internos da colônia do Bonfim
Título(s) alternativo(s): THE BEGINNING AND THE END OF THE WORLD: stigma and social exclusion of internal colony of Bonfim
Autor: Câmara, Cidinalva Silva 
Primeiro orientador: SOUZA FILHO, Benedito
Resumo: A presente dissertação analisa os aspectos sociais, políticos e estigmatizadores relacionados com o isolamento compulsório de homens, mulheres e crianças contaminados pela lepra (Mycobacterium leprae) no asilo-colônia do Bonfim, em São Luís, entre os anos de 1937 e 1965. Trata dos problemas relacionados com o cotidiano dos portadores dessa enfermidade no interior dessa instituição asilar e os impactos produzidos em suas vidas. Analisa, ainda, em que medida a construção social da lepra enquanto um problema de saúde pública e a institucionalização do isolamento compulsório do doente contribuíram para a estigmatização e a exclusão social de milhares de indivíduos em todo país e particularmente no Maranhão. Considera-se que estavam envolvidas naquelas medidas que preconizavam o isolamento, disputas de poder baseadas em saberes sobre a doença e o doente, fundamentadas num projeto civilizador e de modernização do país que inscreviam no corpo dos enfermos o signo da ameaça à coletividade.
Abstract: This dissertation examines the social, political and stigmatized in connection with the compulsory isolation of men, women and children infected by leprosy (Mycobacterium leprae) in asylum-colony of Bonfim, in São Luís between the years of 1937 and 1965. Dealing with problems related to daily life of individuals there were hospitalized for structuring in asylum institution and impacts produced in their lives. Analyzing further, the extent to which the social construction of leprosy as a public health problem and the institutionalization of compulsory isolation of the patient contributed to the stigma and social exclusion of thousands of individuals in the whole country and particularly in Maranhão. It is considered that they were involved in such measures giving isolation, disputes of power based on knowledge about the disease and the patient, and impacts produced in their lives.
Palavras-chave: Lepra
Isolamento compulsório
Estigma
Colônia do Bonfim
Leprosy
Compulsory Isolation
Stigma
Colônia do Bonfim
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA::PSICOLOGIA SOCIAL::PAPEIS E ESTRUTURAS SOCIAIS; INDIVIDUO
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade Federal do Maranhão
Sigla da instituição: UFMA
Departamento: SOCIOLOGIA E ANTROPOLOGIA
Programa: PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS SOCIAIS/CCH
Citação: CÂMARA, Cidinalva Silva. THE BEGINNING AND THE END OF THE WORLD: stigma and social exclusion of internal colony of Bonfim. 2009. 147 f. Dissertação (Mestrado em SOCIOLOGIA E ANTROPOLOGIA) - Universidade Federal do Maranhão, São Luis, 2009.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tedebc.ufma.br:8080/jspui/handle/tede/586
Data de defesa: 18-Feb-2009
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO DE MESTRADO - PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS SOCIAIS-PPGCSoc

Files in This Item:
File SizeFormat 
CIDINALVA SILVA CAMARA.pdf6,6 MBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.