???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tedebc.ufma.br/jspui/handle/tede/tede/2260
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorOLIVEIRA, Elaynne Silva de-
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/1632502632971838por
dc.contributor.advisor1SALVADOR, Emanuel Péricles-
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/0497305955489088por
dc.contributor.referee1SALVADOR, Emanuel Péricles-
dc.contributor.referee1Latteshttp://lattes.cnpq.br/0497305955489088por
dc.contributor.referee2LOPES, Fernanda Pereira-
dc.contributor.referee3ALMEIDA, Eugênia Ribeiro de Araújo Furtado-
dc.contributor.referee4SOUZA, Sérgio Augusto Rosa de-
dc.contributor.referee4Latteshttp://lattes.cnpq.br/3639033741767021por
dc.date.accessioned2018-06-07T12:21:19Z-
dc.date.issued2018-04-13-
dc.identifier.citationOLIVEIRA, Elaynne Silva de. Nível, potencial para mudança e preferências de atividade física em discentes da área da saúde da Universidade Federal do Maranhão. 2018. 109f. Dissertação (Programa De Pós-Graduação em Saúde Do Adulto/CCBS) - Universidade Federal do Maranhão, São Luís.por
dc.identifier.urihttps://tedebc.ufma.br/jspui/handle/tede/tede/2260-
dc.description.resumoO objetivo do estudo foi avaliar o nível de atividade física e fatores associados na população universitária do Centro de Ciências Biológicas e da Saúde- CCBS da Universidade Federal do Maranhão, campus Bacanga, por meio de um questionário online. Trata-se de um estudo prospectivo longitudinal, realizado com 284 discentes regularmente matriculados nos nove cursos de graduação do Centro de Ciências Biológicas e da Saúde- CCBS da UFMA. Para coleta de dados utilizou-se um questionário online (MAFIS) com 41 perguntas. Os dados foram analisados no programa estatístico SPSS, versão 23.0, por meio de estatística descritiva em forma de frequência absoluta e relativa, para verificar o nível de atividade física (NAF) e fatores associados utilizou-se o teste Qui-quadrado com posterior montagem de modelo de regressão logística, o nível de significância adotado foi de 5%. Notou-se uma alta prevalência de inatividade física no lazer (INAFLAZ) entre os universitários, mais de 50% da amostra foi classificada como inativa ou insuficientemente ativa, a maioria dos participantes são do curso de enfermagem, do sexo feminino, 61,3% solteiro, com idade entre 18 a 25 anos de, 40,8% não pratica atividade física (AF), porém 91,5% pensa em fazer ou fazer mais AF, 72,5% gosta de fazer e 47,5% tem a pratica como prioridade. Sexo, atividade física no lazer (AFLAZ) como prioridade, gostar de fazer AFLAZ, tempo diário para estudo e tempo sentado, AFLAZ em comparação aos últimos seis meses, AF prioritária, acordar uma hora mais cedo para fazer AFLAZ, aprender uma nova AF, não perder a paciência em situações do cotidiano e AF no deslocamento nos últimos seis meses) apresentaram associação com o nível de atividade física no lazer (NAFLAZ). Os universitários que responderam fazer mais AF em comparação aos últimos seis meses tiveram 27 vezes mais chances de continuarem ativos comparado as pessoas que fazem menos AF nos últimos seis meses, as pessoas que responderam gostar de AFLAZ aumentaram suas chances de serem ativas em doze vezes mais, quem considera a AFLAZ uma prioridade teve sua chance aumentada em 1,2 vezes, já as pessoas que priorizam AF competitivas tem quatro vezes mais chances de fazerem AF comparado a quem não prioriza um tipo de AF especifica, os que se consideram “bastante capazes” de acordar 1 hora mais cedo para fazer AF, aumentaram em mais de quatro vezes a possibilidade de serem ativos fisicamente. Assim os dados evidenciam que deve haver uma preocupação quanto a prevalência de inatividade física entre os discentes da área da saúde. Os resultados deste estudo podem auxiliar no planejamento de estratégias e ações que visem a implantação de programas e políticas que fomentem a criação de espaços e opções para prática de atividades físicas dentro da universidade.por
dc.description.abstractThe objective of the study was to evaluate the number of individuals and physical and associated factors in the university population of the Center of Biological Sciences and Health - CCBS of the Federal University of Maranhão, Bacanga campus, through an online questionnaire. This is a longitudinal prospective study, carried out with 284 discourses regularly enrolled in the 9 undergraduate courses of the Center for Biological and Health Sciences - CCBS, UFMA. For data collection, use an online questionnaire (MAFIS) with 41 questions. The data were analyzed in the statistical program SPSS, version 23.0, by means of descriptive statistics in the form of absolute frequency and percentage, to verify the NAF and associated factors. The chi-square test was used with later assembly of logistic regression model, the significance level was 5%. It was observed a high prevalence of physical inactivity in leisure (NAFLAZ) among university students, more than 50% of the sample was classified as inactive or insufficiently active, the majority of the participants are female students, 61.3% 40.8% do not practice physical activity (AF), but 91.5% think about doing or doing more AF, 72.5% like to do and 47.5% have practice as a priority. Sex, AFLAZ as a priority, like to do AFLAZ, daily time for study and sitting time, AFLAZ compared to last six months, priority AF, wake up an hour earlier to do AFLAZ, learn a new AF, do not lose patience in situations of daily life and AF during the last six months) had an association with NAFLAZ. college students who responded to more AF compared to the last six months were 27 times more likely to remain active compared to people who did less AF in the last six months, people who responded to like AFLAZ increased their chances of being active 12 times longer , those who consider AFLAZ a priority had their chance increased by 1.2 times, since people who prioritize competitive AF have 4x more chances to make AF compared to those who do not prioritize a specific type of AF, those who consider themselves "quite capable" of waking up 1 hour earlier to do AF, have increased their chances of being physically active by more than 4 times. The data show that they should be a concern regarding the prevalence of physical disability among the students of the health area. The results of this study were ancillary in the planning of strategies and actions aimed at the implementation of programs and reports that encourage the creation of spaces and the options for the practice of activities within the university.eng
dc.description.provenanceSubmitted by Daniella Santos (daniella.santos@ufma.br) on 2018-06-07T12:21:19Z No. of bitstreams: 1 Elaynne Oliveira.pdf: 2376784 bytes, checksum: aebd53ba819f13fd399a42608cb8be76 (MD5)eng
dc.description.provenanceMade available in DSpace on 2018-06-07T12:21:19Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Elaynne Oliveira.pdf: 2376784 bytes, checksum: aebd53ba819f13fd399a42608cb8be76 (MD5) Previous issue date: 2018-04-13eng
dc.description.sponsorshipCAPESpor
dc.formatapplication/pdf*
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Federal do Maranhãopor
dc.publisher.departmentDEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO FÍSICA/CCBSpor
dc.publisher.countryBrasilpor
dc.publisher.initialsUFMApor
dc.publisher.programPROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM SAÚDE DO ADULTO E DA CRIANÇA/CCBSpor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectNível de atividade física; Fatores associados; Universitáriospor
dc.subjectLevel of physical activity; Associated factors; College students.eng
dc.subject.cnpqEducação Físicapor
dc.titleNível, potencial para mudança e preferências de atividade física em discentes da área da saúde da Universidade Federal do Maranhãopor
dc.title.alternativeLevel, potential for change and preferences of physical activity in students of the health area of ​​the Federal University of Maranhãoeng
dc.typeDissertaçãopor
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO DE MESTRADO - PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM SAÚDE DO ADULTO

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Elaynne Oliveira.pdfDissertação de Mestrado2,32 MBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.