???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tedebc.ufma.br/jspui/handle/tede/tede/2032
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorBORGES, Mayara Gabrielle Barbosa-
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/3992896109526229por
dc.contributor.advisor1CHEIN, Maria Bethânia da Costa-
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/6140088004101694por
dc.contributor.referee1CARTÁGENES, Maria do Socorro de Sousa-
dc.contributor.referee1Latteshttp://lattes.cnpq.br/3013333572719007por
dc.contributor.referee2BRITO, Haíssa Oliveira-
dc.contributor.referee2Latteshttp://lattes.cnpq.br/2303050934162020por
dc.contributor.referee3BASSI, Daniela-
dc.contributor.referee3Latteshttp://lattes.cnpq.br/0861598490954598por
dc.date.accessioned2017-12-05T18:35:05Z-
dc.date.issued2017-10-02-
dc.identifier.citationBORGES, Mayara Gabrielle Barbosa. Influência dos marcadores de hipoperfusão tecidual na força muscular periférica e capacidade funcional em pacientes pós-operatório de cirurgia cardíaca. 2017. 140 f. Dissertação (Mestrado em Saúde do Adulto) - Universidade Federal do Maranhão, 2017.por
dc.identifier.urihttps://tedebc.ufma.br/jspui/handle/tede/tede/2032-
dc.description.resumoO desequilíbrio entre a oferta e o consumo de oxigênio decorrente de fatores intra e pós-operatórios consiste em uma das causas para as mais diversas complicações após cirurgia cardíaca, podendo acarretar em redução da força muscular periférica (FMP) e limitação da capacidade funcional. Objetivo: Avaliar o comportamento e a correlação dos marcadores de perfusão tecidual com a FMP e capacidade funcional de indivíduos submetidos à cirurgia cardíaca. Método: Trata-se de um estudo do tipo coorte prospectivo, com 72 pacientes submetidos à cirurgia cardíaca e admitidos na Unidade de Cuidados Intensivos Cardiológicos (UCI Cardio) do Hospital Universitário da Universidade Federal do Maranhão, Unidade Presidente Dutra, em São Luís – MA, entre janeiro e dezembro de 2016. Realizou-se a mensuração da FMP, por meio de dinamômetro hidráulico de mão e a capacidade funcional, por meio da Medida de Independência Funcional (MIF), no pré-operatório e no 6º dia de pós-operatório. Os marcadores de perfusão avaliados, por meio de gasometrias arterial e venosa, foram: lactato arterial, saturação venosa central de oxigênio (SvcO2) e diferença arteriovenosa de dióxido de carbono (∆pCO2). As coletas foram realizadas em quatro momentos: pré-indução anestésica (T0), admissão na UCI (T1), seis (T2) e 12 horas (T3) após a admissão na UCI. Resultados: O lactato arterial apresentou elevação significativa dos seus valores no T1 em relação ao T0 (p < 0,05), seguido de redução significativa no T2 em relação ao T1 (p < 0,05). A SvcO2 apresentou valores elevados em T0, com redução significativa no T1 (p > 0,05), seguida de manutenção nas demais avaliações. Quanto à ∆pCO2, não foram observadas variações dos seus valores nos momentos avaliados. Foi observada correlação negativa fraca da ∆pCO2 do T1 com a FMP da mão dominante (p = 0,04; rs = -0,36) e da mão não dominante (p = 0,04; r= -0,36) em pacientes submetidos à cirurgia de revascularização do miocárdio (RM). Em idosos foram encontrados piores valores do lactato arterial mensurado no T3 (p = 0,03) e da ∆pCO2 avaliada no T2 (p = 0,03) quando comparados aos indivíduos não idosos. Conclusão: Em pacientes submetidos à RM, maiores valores de ∆pCO2 correlacionaram-se com menor FMP. O lactato arterial e a SvcO2 imediatamente na admissão apresentam valores inadequados, tendendo a melhorar em até 12 horas. Por outro lado, o ∆pCO2 não demonstrou variação nas primeiras 12 horas após a admissão. Pacientes idosos apresentaram piores valores de lactato arterial e ∆pCO2 após a cirurgia cardíaca.por
dc.description.abstractThe mismatching between supply and oxygen consumption due to intra and postoperative factors leads to several cardiac surgery postoperative complications, which may reduce peripheral muscle strength (PMS) and impair functional capacity. This research proposes to evaluate the repercussion of markers of tissue perfusion in PMS and functional capacity of patients submitted to cardiac surgery. It is a prospective cohort study, performed at Hospital Universitário da Universidade Federal do Maranhão, in São Luís – MA, with 72 participants who underwent cardiac surgery and were admitted to the Cardiac Intensive Care Unit (Cardiac ICU) between January and December, 2016. Peripheral muscle strength, by a hydraulic handgrip dynamometer and functional capacity, through the Functional Independence Measure (FIM), were assessed preoperatively and on the sixth postoperative day. Arterial lactate, central venous oxygen saturation (ScvO2) and arteriovenous difference of carbon dioxide (ΔpCO2) were evaluated by arterial and venous blood gases, collected at four periods: anesthesia pre-induction (T0), admission to the ICU (T1), six (T2) and 12 hours (T3) after admission to the ICU. Regarding peripheral muscle strength, there was a reduction in both dominant (p= 0,03) and non-dominant hands (p= 0,004), when comparing pre and postoperative periods, as well as functional capacity (p < 0,0001). No correlation was found between the markers of tissue perfusion and functional outcomes assessed. Therefore, in this sample, cardiac surgery led to repercussions on functional capacity and PMS when assessed at the hospital. However, However, the stratification of the groups regarding the type of surgery in relation to the FMP showed a weak negative correlation of the ΔpCO2 of the T1 of the dominant hand (p = 0,04; r = -0,36) and of the non-dominant hand (p = 0,04; r = -0.36) in patients undergoing coronary artery bypass grafting. Therefore, in this sample, cardiac surgery caused damages in functional capacity and MPF when measured still in a hospital environment. In addition, patients undergoing coronary artery bypass geng
dc.description.provenanceSubmitted by Rosivalda Pereira (mrs.pereira@ufma.br) on 2017-12-05T18:35:05Z No. of bitstreams: 1 MayaraBorges.pdf: 2463514 bytes, checksum: 2f542fbab23b5ce1fe0f6d8188839b06 (MD5)eng
dc.description.provenanceMade available in DSpace on 2017-12-05T18:35:05Z (GMT). No. of bitstreams: 1 MayaraBorges.pdf: 2463514 bytes, checksum: 2f542fbab23b5ce1fe0f6d8188839b06 (MD5) Previous issue date: 2017-10-02eng
dc.formatapplication/pdf*
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Federal do Maranhãopor
dc.publisher.departmentDEPARTAMENTO DE MEDICINA II/CCBSpor
dc.publisher.countryBrasilpor
dc.publisher.initialsUFMApor
dc.publisher.programPROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM SAÚDE DO ADULTO/CCBSpor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectCirurgia cardíacapor
dc.subjectPerfusãopor
dc.subjectForça muscularpor
dc.subjectCardiac surgeryeng
dc.subjectPerfusioneng
dc.subjectMuscle strengtheng
dc.subject.cnpqCirurgia Cardiovascularpor
dc.titleInfluência dos marcadores de hipoperfusão tecidual na força muscular periférica e capacidade funcional em pacientes pós-operatório de cirurgia cardíacapor
dc.title.alternativeINFLUENCE OF TISSUE HYPOPHUSION MARKERS IN PERIPHERAL MUSCLE FORCE AND FUNCTIONAL CAPACITY POSTOPERATIVE CARDIAC SURGERY PATIENTSeng
dc.typeDissertaçãopor
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO DE MESTRADO - PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM SAÚDE DO ADULTO

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
MayaraBorges.pdfDissertação2,41 MBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.