???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tedebc.ufma.br/jspui/handle/tede/tede/1807
Tipo do documento: Dissertação
Título: PADRÃO ALIMENTAR E DISLIPIDEMIA EM ADOLESCENTES DE ESCOLAS PÚBLICAS DE UMA CAPITAL DO NORDESTE BRASILEIRO
Título(s) alternativo(s): FOOD STANDARD AND DISLIPIDEMIA IN ADOLESCENTS OF PUBLIC SCHOOLS IN A NORTHEAST BRAZILIAN CAPITAL
Autor: PIRES, Bruna Renata Fernandes 
Primeiro orientador: THOMAZ, Erika Bárbara Abreu Fonseca
Resumo: Estudos desenvolvidos no Brasil têm demonstrado que o perfil lipídico de adolescentes está sofrendo alterações. Provavelmente, em decorrência de modificações nos padrões alimentares dessa população. No entanto, há poucos estudos sobre a relação entre os padrões alimentares e as dislipidemias em adolescentes, especialmente no nordeste brasileiro. Objetivo: Analisar associação entre padrões alimentares e dislipidemia em adolescentes. Material e métodos: Estudo transversal com 363 adolescentes de ambos os sexos, entre 17 e 18 anos de idade, de escolas públicas de São Luís, Maranhão. O consumo alimentar foi avaliado por meio de Questionário de Frequência Alimentar (QFA) e o padrão alimentar foi identificado por meio da Análise de Componentes Principais (ACP). Considerou-se portador de dislipidemia o adolescente que apresentasse alteração em pelo menos uma das seguintes condições: colesterol total (CT), lipoproteína de baixa densidade (LDL-c), lipoproteína de alta densidade (HDL-c), triglicerídeos (TG), Índice de Castelli I e II e Não HDL-c. Para seleção das variáveis que foram controladas na análise do efeito dos padrões alimentares sobre as dislipidemias foi elaborado o Directed Acyclic Graphs (DAG) e a amostra final do estudo foi ponderada pelo inverso da probabilidade de seleção para essas variáveis, através de método duplamente robusto. Resultados: Três padrões alimentares foram identificados: “Ocidental” (biscoito recheado, bolo, refrigerantes, sucos industrializados, café/chá com açúcar, carne vermelha/ vísceras, “fast food”, açúcar/doces), “Saudável” (hortaliças, frutas, sucos naturais, leite/derivados desnatados, café/chá sem açúcar, leguminosas, manteiga/margarina light e temperos para salada) e “Tradicional” (pães/biscoito sem recheio, manteiga/margarina comum, leite/derivados integrais, feijão, arroz, cereais e ovos). A maior parte dos adolescentes apresentou dislipidemia (59,2%), sendo a inadequação dos níveis de HDL-c a principal dislipidemia encontrada (44,9%). Não houve diferença significativa na ocorrência de dislipidemia entre os três padrões alimentares identificados (p>0,05). Conclusão: A população em estudo apresentou elevada prevalência de dislipidemia. No entanto, a dislipidemia não foi explicada pelo padrão alimentar dos adolescentes.
Abstract: Studies developed in Brazil have shown that the lipid profile of adolescents is undergoing changes. Probably due to changes that the dietary patterns of this population have been suffering over the years. However, there are few studies on the relationship between dietary patterns and dyslipidemia in adolescents, especially in the Northeast of Brazil. Objective: To analyze the association between dietary patterns and dyslipidemia in adolescents. Material and methods: Cross-sectional study with 363 adolescents of both sexes, ages 17 to 18, from public schools of São Luís, Maranhão. Food consumption was evaluated by means of a Food Frequency Questionnaire (FFQ) and the dietary patterns were identified by Principal Component Analysis (PCA). Adolescents who had an alteration in at least one of the following conditions were considered dyslipidemia carriers: total cholesterol (TC), low density lipoprotein (LDL-c), high density lipoprotein (HDL-c), triglycerides (TG), Index of Castelli I and II and No HDL-c. For selection of the variables that were controlled in the analysis of the effect of dietary patterns on the dyslipidemias, we used the Directed Acyclic Graphs (DAG) and the final sample was weighted to the inverse of the probability of selection for these variables through doubly robust method. Results: Three dietary patterns were identified in this study: “Western” (stuffed cookie, cake, soft drinks, processed juices, coffee/ tea with sugar, red meat/ viscera, fast food, sugar/ sweets), “Healthy” (vegetables, fruits, natural juices, nonfat milk/ derivatives, coffee/ tea without sugar, legumes, light butter/ margarine and salad dressings), and “Traditional” (breads/ cookies without filling, butter/ margarine, whole milk/ milk products, beans, rice, cereals and eggs). Most of the adolescents showed dyslipidemia (59.23%), and the inadequacy of HDL-c levels was the primary dyslipidemia found (44.9%). There was no significant difference in the occurrence of dyslipidemia among the three identified dietary patterns (p>0.05). Conclusion: The study population had a high prevalence of dyslipidemia. However, the adolescents’ dietary pattern did not explain dyslipidemia.
Palavras-chave: Padrões alimentares;
Dislipidemias;
Adolescentes;
Dietary patterns;
Dyslipidemias;
Adolescents.
Área(s) do CNPq: Saúde pública
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal do Maranhão
Sigla da instituição: UFMA
Departamento: DEPARTAMENTO DE SAÚDE PÚBLICA/CCBS
Programa: PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM SAÚDE COLETIVA/CCBS
Citação: PIRES, Bruna Renata Fernandes. Padrão alimentar e dislipidemia em adolescentes de escolas públicas de uma capital do nordeste brasileiro. 2017. 101 f. Dissertação (Mestrado em Saúde Coletiva) - Universidade Federal do Maranhão, São Luís, 2017.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tedebc.ufma.br:8080/jspui/handle/tede/1807
Data de defesa: 24-Apr-2017
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO DE MESTRADO - PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM SAÚDE COLETIVA

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Bruna Pires.pdfDissertação de Mestrado3,96 MBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.