???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tedebc.ufma.br/jspui/handle/tede/tede/1797
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorCOSTA, Luciana Cavalcante-
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/1252153814276463por
dc.contributor.advisor1SIMÕES, Vanda Maria Ferreira-
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/4024829764707677por
dc.date.accessioned2017-08-10T13:22:04Z-
dc.date.issued2017-04-06-
dc.identifier.citationCOSTA, Luciana Cavalcante. RELAÇÃO MÃE-FILHO E ANEMIA EM CRIANÇAS DE 12 A 36 MESES EM SÃO LUIS-MA: uma contribuição da Coorte Brisa.. 2017. [131 folhas]. Dissertação( PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS DA SAÚDE/CCBS) - Universidade Federal do Maranhão, [São Luis] .por
dc.identifier.urihttp://tedebc.ufma.br:8080/jspui/handle/tede/1797-
dc.description.resumoA relação mãe-filho é essencial para proporcionar boas condições de saúde na infância, não somente no primeiro ano de vida, mas durante toda a primeira infância pois esta consiste em uma fase crítica do desenvolvimento, tornando a criança vulnerável a inúmeras doenças, dentre elas, a anemia. A anemia é um problema global de saúde pública com consequências importantes, resultante de causas isoladas ou múltiplas que atuam concomitantemente e influenciam a saúde da criança. O objetivo desse estudo foi verificar associação entre relação mãe-filho e ocorrência de anemia em crianças de 12 a 36 meses em São Luís. Trata-se de um estudo “Fatores etiológicos do nascimento pré-termo e consequências dos fatores perinatais na saúde da criança: coortes de nascimentos em duas cidades brasileiras” - Coorte BRISA, realizada nas cidades de São Luís-MA e Ribeirão Preto - SP. Nesta investigação foram incluídos apenas os dados de São Luís. Os dados utilizados foram coletados por ocasião do nascimento e no seguimento do segundo ano de vida (12 a 36 meses). A amostra final foi de 5.166 nascimentos da coorte de nascimento. Para a investigação de anemia utilizou-se dados de coleta de sangue de 2.213 crianças. Para analisar os efeitos da relação mãe-filho sobre a ocorrência de anemia em crianças de 12 a 36 meses, foi utilizado modelagem por equações estruturais. A prevalência de anemia em crianças de 12 a 36 meses foi de 24,0%. O modelo proposto mostrou bom ajuste e não houve sugestões plausíveis de modificação (RMSEA=0,019; CFI=0,965; TLI=0,961). A relação mãe-filho não mostrou efeito na ocorrência de anemia na criança (CF= 0,031; p=0,377). O estudo confirma a alta prevalência da anemia, ressaltando a magnitude do problema entre as crianças que vivem em uma capital do Nordeste brasileiro, porém parece não haver associação entre relação mãe-filho e ocorrência de anemia nessa faixa etária.por
dc.description.abstractThe mother-child relationship is essential to provide good health conditions in childhood, there is no first year of life, but throughout early childhood to this stage in a critical stage of development, Anemia. Anemia is a global public health problem with important consequences resulting from isolated or multiple causes that act concomitantly and influence a child's health. The objective of this study was verified in relation to the mother-child and the occurrence of anemia in children aged 12-36 months in São Luís. This is study "BRISA cohort, carried out in the cities of São Luís-MA and Ribeirão Preto. The data were collected at the time of birth and did not follow the second year of life (12 to 36 months). 5,166 birth cohort births. For an investigation of anemia, blood collection data were used for 2,213 children. The prevalence of anemia in children aged 12-36 months was 24.0%, and the proposed model showed good adjustment and had no suggestions Plausible modifications (RMSEA = 0.019, CFI = 0.965, TLI = 0.961). The mother-child relationship had no effect on the occurrence of anemia in the child (CF = 0.031, p = 0.377). The study confirms the high prevalence of anemia, underscoring a magnitude of the problem among children living in a capital city in the Brazilian Northeast, but there is no relationship between mother and child.eng
dc.description.provenanceSubmitted by Maria Aparecida (cidazen@gmail.com) on 2017-08-10T13:22:04Z No. of bitstreams: 1 Luciana Costa.pdf: 11428748 bytes, checksum: 909f4a62b5e693f3f553eb4e6bfb0cae (MD5)eng
dc.description.provenanceMade available in DSpace on 2017-08-10T13:22:04Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Luciana Costa.pdf: 11428748 bytes, checksum: 909f4a62b5e693f3f553eb4e6bfb0cae (MD5) Previous issue date: 2017-04-06eng
dc.description.sponsorshipFAPEMApor
dc.formatapplication/pdf*
dc.languageporpor
dc.publisherUniversidade Federal do Maranhãopor
dc.publisher.departmentDEPARTAMENTO DE BIOLOGIA/CCBSpor
dc.publisher.countryBrasilpor
dc.publisher.initialsUFMApor
dc.publisher.programPROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS DA SAÚDE/CCBSpor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectAnemia; Relação mãe-filho; Criançapor
dc.subjectAnemia; Mother-child relationship; Childeng
dc.subject.cnpqSaúde Materno-Infantilpor
dc.titleRELAÇÃO MÃE-FILHO E ANEMIA EM CRIANÇAS DE 12 A 36 MESES EM SÃO LUIS-MA: uma contribuição da Coorte Brisa.por
dc.title.alternativeMother-child relationship and anemia in children from 12 to 36 months In São Luis-Ma: A contribution from the breeze cohort.eng
dc.typeDissertaçãopor
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO DE MESTRADO - PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS DA SAÚDE

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Luciana Costa.pdfDissertação de Mestrado11,16 MBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.