???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tedebc.ufma.br/jspui/handle/tede/tede/1661
Tipo do documento: Tese
Título: Epidemiologia da leishmaniose americana da região do Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses: enfoque na identificação das espécies de leishmânias e na capacidade vetorial dos flebotomíneos
Título(s) alternativo(s): Epidemiology of American leishmaniasis in Lençóis Maranhenses National Park region: a focus on the identification of leishmaniasis species and the vector capacity of sand flies
Autor: Fonteles, Raquel Silva 
Primeiro orientador: REBÊLO, José Manuel Macário
Resumo: Introdução. As leishmanioses constituem um grupo de doenças infectoparasitárias negligenciadas, com grande repercussão a nível mundial e nacional. No Estado do Maranhão tanto a Leishmaniose Tegumentar Americana (LTA) como a Leishmaniose Visceral Americana (LVA) são endêmicas e apresentam grande destaque no cenário nacional. Dentro do território maranhense, uma das regiões de destaque é a do Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses – PNLM, cujo entorno, tem sofrido danos ambientais e ecológicos gerados pelo homem, em função das atividades diretas e indiretas do turismo. Como resultado desse processo todos os anos são registrados casos, principalmente de LTA. Objetivos. Diante desta realidade, este trabalho objetivou definir o perfil epidemiológico da LTA entre os anos de 2007 e 2013, levando em consideração os fatores demográficos (faixa etária e sexo), ocupacionais e temporais das populações acometidas (casos notificados); demonstrar através de uma ferramenta cartográfica, um mapa da distribuição espaço temporal dos casos de LTA e um mapa interativo para determinação da taxa de risco para aquisição da LT. Também se propôs estudar o ciclo de transmissão da doença, a partir da identificação das espécies de flebotomíneos, de suas fontes de sangue e de seus parasitas do gênero Leishmania, e determinar capacidade vetorial de Lu. whitmani para Le. Braziliensis e Le. Amazonenses. Metodologia. O município de Barreirinhas foi selecionado para esse estudo porque constitui a principal porta de entrada ao PNLM. Em suma, fez-se o inquérito dos casos da LTA nos arquivos do SINAN de todas as localides do município (158), no período de 2007-2013, e realizou-se coletas de flebotómineos em 62 destes povoados. As espécies foram identificadas taxonomicamente e as fêmeas analisadas a nível molecular para pesquisa de infecção natural por Leishmania e dos animais que serviram como fonte alimentar. Resultados. Foram notificados 458 casos positivos de LTA entre os anos de 2007 e 2013 predominando nos homens provenientes da zona rural e lavradores. Os casos estavam concentrados na região centrosul do município, ao longo dos anos. Houve certa expansão geográfica com o surgimento de novos focos, entretanto, foi observada a persistência das antigas áreas de ocorrência da doença. Quanto às taxas de risco, os povoados Barra do Sitio, Engenho e Manoelzinho foram os que apresentaram positividade para todas as variáveis estudadas. Já os povoados Quebra, Santa Rosa e Fumaça, ofereceram menor risco, uma vez que, quase todas as variáveis estudadas deram negativas para essas localidades. Quanto aos flebotomíneos, foram coletados 9.853 exemplares de 18 espécies, todas presentes no extradomicílio (mata) e apenas 12 ocorreram nos peridomicílios. A abundância foi maior no peridomicílio (56,2%) do que no extradomicílio (43,8%) e as fêmeas predominaram (51,4%) sobre os machos (48,6%). As espécies dominantes foram Lu. whitmani (53,83%), Lu. longipalpis (25,60%), Lu. lenti (11,69%), Lu. evandroi (5,50%) e Lu. flaviscutellata (0,87%). As infecções naturais por Le. infantum, foram encontradas em fêmeas capturadas nos peridomicílios de cinco povoados e no extradomicilio de outros dois. A espécie Lu. longipalpis, vetora de Le. infantum, mostrou uma taxa de positividade de 3,7% para esta espécie. Enquanto espécies não consideradas vetoras desta leishmânia, como Lu. lenti e Lu. whitmani mostraram taxas de infecção de 0,6% e 0,9%, respectivamente. A taxa de infecção natural por Le. braziliensis, foi detectada nos peridomicílios de duas localidades; para Lu. whitmani, considerada vetora desta espécie de Leishmania foi encontrada taxa de 0,3%. A taxa de infecção por Le. amazonensis foi de 8% para Lu. flaviscutelata obtidos nos peridomicilios de dois povoados e no extradomicilio de um apenas. Lu. whitmani foi capaz de se infectar com Le. Braziliensis e Le. Amazonenses. Para fonte alimentar foram identificados os seguintes hospedeiros: equino (9,0%), humano (1,4%), cão (27,4%), roedor (3,3%), galinha (20,9%) e porco (37,9%). Conclusão. Todos os elementos da cadeia epidemiológica das leishmanioses estavam presentes na área do presente estudo, tanto no peridomicílio como no extradomicílio, o que explica a situação endêmica da doença na região.
Abstract: Leishmaniasis are a group of neglected infectious and parasitic diseases, with major repercussions at global and national level. In the State of Maranhao, both the American Cutaneous Leishmaniasis (LTA) and the American Visceral Leishmaniasis (LVA) are endemic and have great prominence at the national scene. Within the state territory, one of the leading regions is the Lençóis Maranhenses National Park - PNLM, whose surroundings have undergone environmental and ecological damage caused by man, resulting from direct and indirect tourism activities. As a result of this process every year are recorded cases, mostly LTA ones. Goals. Facing such reality, this study aimed: to define the epidemiological profile of the LTA between the years 2007 and 2013, taking into account demographic (age and gender), occupational and chronological features of the affected populations (reported cases); to demonstrate through a cartographic tool, a survey of the timeline distribution of cases of LTA; and an interactive map to determine the risk rate for acquisition of LT. It has been also proposed to study the transmission cycle of the disease, based on the identification of species of sandflies, their sources of blood and their Leishmania genus parasites, and additionally determining vector capacity of Lu. Whitmani toward Le. Braziliensis and Le. Amazonians. Methodology. The county of Barreirinhas was selected for this study because it is the main gateway to PNLM. In short, investigation of LTA cases was carried out in SINAN files, comprising all neighborhoods of the county (158), through the cycle 2007-2013, and sandflies collections were held in 62 of these communities. The species were identified taxonomically and females analyzed at the molecular level to research for natural infection by Leishmania, along with the animals that served as a food source. Results. 458 positive cases of LTA were reported between the years 2007 and 2013, predominantly in men from rural areas and farmers. The cases were concentrated in the south central area of the county, all year round. There was some geographic expansion with the emergence of new outbreaks, however, it was observed the persistence of the former areas of occurrence of the disease. As for the risk rates, villages Sítio Barra, Engenho and Manoelzinho were those who were positive for all variables. On the other side, the communities Quebra, Santa Rosa and Fumaça, presented less risk, since almost all the variables studied were negative for these locations. As for the sandflies, 9,853 specimens of 18 species have been collected, all present in extra-domicile (forest) and only 12 occurring in peri-domicile areas. The incidence was higher in areas surrounding dwellings (56.2%) than in extra-domicile environment (43.8%) and females predominated (51.4%) over males (48.6%). The dominant species were Lu. whitmani (53.83%), Lu. longipalpis (25.60%), Lu. Lenti (11.69%), Lu. evandroi (5.50%) and Lu. flaviscutellata (0.87%). Natural infections due to Le. infantum, were found in females captured in peri-domicile in five villages and extra-domicile in other two. The species Lu. longipalpis, vector of Le. Infantum, indicated a positivity rate of 3.7% for this species. While species not considered insect vector of this leishmania, such as Lu. Lenti and Lu. Whitmani, even so presented infection rates of 0.6% and 0.9%, respectively. Rates of natural infection due to Le. braziliensis, were detected in peri-domicile in two locations; while in Lu. Whitmani, considered the vector of this Leishmania species, rate of 0.3% was found. The rate of infection due to Le. amazonensis was 8% for Lu. Flaviscutelata, captured in peri-domicile in two villages and extra-domicile in just one. Lu. whitmani was able to get infected with Le. Braziliensis and Le. Amazonians. Concerning food source hosts, the following were identified: equines (9.0%), human (1.4%), canine (27.4%), rodent (3.3%), fowl (20.9%) and hogs (37.9%). Conclusion. All elements of the epidemiological chain of Leishmaniasis were present within the area of study, both in peri-domicile and extra-domicile areas, which explains the endemic state of the disease in the region.
Palavras-chave: Leishmaniose tegumentar
Leishmaniose cutânea
Leishmaniose visceral
Vetor biológico
Infecção natural
Fonte alimentar
Taxa de risco
Leishmaniasis cutaneous
Cutaneous leishmaniasis
Visceral leishmaniasis
Biological vector
Natural infection
Food supply
Risk rate
Área(s) do CNPq: Entomologia e Malacologia de Parasitos e Vetores
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal do Maranhão
Sigla da instituição: UFMA
Departamento: DEPARTAMENTO DE BIOLOGIA/CCBS
Programa: PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM REDE - REDE DE BIODIVERSIDADE E BIOTECNOLOGIA DA AMAZÔNIA LEGAL/CCBS
Citação: FONTELES, Raquel Silva. Epidemiologia da leishmaniose americana da região do Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses: enfoque na identificação das espécies de leishmânias e na capacidade vetorial dos flebotomíneos. 2016. 161 f. Tese (Programa de Pós-Graduação em Biodiversidade e Biotecnologia da Amazônia Legal) - Universidade Federal do Maranhão, São Luís, 2016.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tedebc.ufma.br:8080/jspui/handle/tede/1661
Data de defesa: 24-Jun-2016
Appears in Collections:TESE DE DOUTORADO - PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM REDE - REDE DE BIODIVERSIDADE E BIOTECNOLOGIA DA AMAZÔNIA LEGAL/CCBS

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
RaquelFonteles.pdfTese2,27 MBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.