???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tedebc.ufma.br/jspui/handle/tede/tede/1642
Tipo do documento: Dissertação
Título: Análise da degradação da cobertura florestal em povoados Quilombolas da Baixada Maranhense (Amazônia) e no seu entorno
Título(s) alternativo(s): Analysis of the degradation of forest cover in Quilombola settlements of the Baixada Maranhense (Amazon) and its surroundings
Autor: Lima Junior, Evanildo Melo 
Primeiro orientador: BARRETO, Larissa Nascimento
Primeiro coorientador: Figueiredo, Nivaldo de
Resumo: No Maranhão, os "quilombolas", descendentes de escravos africanos, correspondem a uma parte significativa das comunidades tradicionais do estado. Embora existam estudos sobre eles, poucos trabalhos consideram e relacionam a pressão dessas comunidades sobre os ecossistemas. Este estudo, usando ferramentas de sensoriamento remoto e elementos da ecologia de paisagens, teve o objetivo de analisar o percentual de cobertura florestal a diferentes distâncias do centro da comunidade em vinte áreas quilombolas do Maranhão, no ano de 2006. A hipótese central desse trabalho de haver diminuição progressiva na vegetação com o afastamento do centro das comunidades (correlação negativa entre distância e porcentagem cobertura florestal), entretanto, não foi corroborada (p=0.272). A alta variação observada na cobertura florestal das diferentes comunidades é um indicativo expressivo da grande variabilidade nos fatores envolvidos neste tipo de abordagem, o que implicaria em um grande número de replicações nos dados para minimizar estas diferenças. Dados obtidos através de uma Power análise indicaram que resultados mais consistentes seriam obtidos a uma distância de 10km do centro da comunidade. Entretanto, a cobertura média observada (38,5%) está dentro dos valores esperados de cobertura florestal para áreas rurais, superior às zonas urbanas. Além disso, cinco comunidades apresentaram mais de 50% dessa classe no primeiro quilômetro (SJB, FER, PAL, SI e FAI), enquanto que em apenas três observou-se menos de 20% no mesmo intervalo (COC, COT e CUP). Dessa forma, são necessários mais estudos, não apenas utilizando outras rotinas de análise de imagem e outros índices de paisagem, mas também investigando a história das comunidades e os seus aspectos sociais, bem como, a sua relação com outros atores sociais na área.
Abstract: In Maranhão (northeast of Brazil), the “quilombolas”, African slaves descendants, match a significant part of state traditional communities. Although there are studies about them, few papersconsider and relate the pressure of this communities on the ecosystems. This study, using satellite remote sensing tools and ecology landscape elements, aimed to realize the forest cover percentage in different center of distances of the community area in the twenty "quilombolas" sites of Maranhão in 2006. The central hypothesis of this study be progressive decrease in vegetation clearance from the center of the community (negative correlation between distance and percentage of forest cover), however, was not confirmed (p = 0.272). The high variation observed in the forest cover of the different communities is a significant indication of the great variability in factors involved in this type of approach, which would involve a large number of replicates the data to minimize these differences. Data obtained through a Power analysis indicated that better results would be obtained at a distance of 10km from the center of community. However, the average coverage observed (38.5%) is within the range expected from forest cover to rural areas, higher in urban areas. In addition, five communities had more than 50% of that class in the first kilometer (SJB, FER, PAL, SI and FAI), while in three it was observed under 20% in the same range (COC COT and CUP). Thus, further studies are needed, not only using other image analysis routines and other landscape indexes, but also investigating the history of communities and their social aspects, as well as their relationship with other social actors in the area.
Palavras-chave: Cobertura Vegetal
Comunidades Tradicionais
Modelo Linear de Mistura Espectral
Ecologia de Paisagem
Vegetation Cover
Traditional Communities
Spectral Linear Mixing Model
Landscape Ecology
Área(s) do CNPq: Ecologia
Sensoriamento Remoto
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal do Maranhão
Sigla da instituição: UFMA
Departamento: DEPARTAMENTO DE BIOLOGIA/CCBS
Programa: PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM BIODIVERSIDADE CONSERVAÇÃO/CCBS
Citação: LIMA JUNIOR, Evanildo Melo. Análise da degradação da cobertura florestal em povoados Quilombolas da Baixada Maranhense (Amazônia) e no seu entorno. 2015. 49 f. Dissertação (Programa de Pós-Graduação em Biodiversidade Conservação) - Universidade Federal do Maranhão, São Luís, 2015.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tedebc.ufma.br:8080/jspui/handle/tede/1642
Data de defesa: 30-Jun-2015
Appears in Collections:DISSERTAÇÃO DE MESTRADO - PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM BIODIVERSIDADE E CONSERVAÇÃO

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
EvanildoLima.pdfDissertação4,38 MBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.